conecte-se conosco


MATO GROSSO

Ciopaer atuou em 626 ocorrências em Mato Grosso e apreendeu sete aeronaves por transporte ilegal

Publicado


Em 11 meses, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), unidade vinculada Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), atuou em 626 ocorrências junto as forças de segurança e em apoio aos órgãos estaduais e federais. O total das ações desempenhadas culminou na apreensão de sete aeronaves por transporte de carga ilícita, sendo que seis trafegavam com drogas e uma com agrotóxicos.

Ainda no período de janeiro a novembro deste ano, mais de duas mil toneladas de drogas foram apreendidas, 52 veículos foram recuperados, 14 armas de fogo apreendidas, 20 pessoas resgatadas em situações diversas, a exemplo de acidentes e 48 suspeitos foram presos. As ações desempenhadas totalizaram um prejuízo ao crime superior a R$ 45 milhões.

Do total das seis aeronaves apreendidas este ano com entorpecentes, três passaram a integrar a frota do Ciopaer e foi iniciado o trâmite para solicitar um helicóptero. A unidade aérea atua em conjunto com as forças de segurança: Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e com outras secretarias estaduais, a exemplo da Saúde (SES) e Meio Ambiente (Sema).

“O ano de 2020 foi desafiador e, ao mesmo tempo, com a execução de muito trabalho. Desafiador, porque fomos pegos de surpresa por uma pandemia que alterou toda dinâmica administrativa, em que tivemos que nos adaptar ao teletrabalho e revezamento, com vistas a diminuição do contato social. Operacionalmente, tivemos que cancelar algumas atividades pré-agendadas, mas mantivemos nossa atuação junto as instituições de segurança pública”, enfatizou o coordenador do Ciopaer em exercício, tenente-coronel PM Robson Fernando Martins Antonietti.

Do total de ações com emprego das aeronaves, 430 foram em ações policiais (patrulhamento e operações), 69 foram em apoio a outros órgãos, 64 em ações do Corpo de Bombeiros Militar, principalmente no combate às queimadas, dentre outras. “Nosso trabalho foi efetivo. Foram mais de 1.317 horas voadas com nossos helicópteros e aviões, o que dá uma média de aproximadamente quatro horas de voo por dia”, destacou.

Leia mais:  Governo de MT lamenta falecimento de conselheiro aposentado do TCE

Em apoio as operações integradas, o Ciopaer atuou 325 vezes, sendo 220 com a Polícia Militar, 36 com outras forças, 27 com a Polícia Judiciária Civil e 22 com o Corpo de Bombeiros Militar.

UTI Aérea

Nos 11 meses deste ano, 31 pacientes foram atendidos pelo transporte aeromédico, que propiciou uma economia de R$ 3 milhões aos cofres do Estado, já que 100% do transporte de pacientes era feita por empresas privadas. No período, foram contabilizadas 108 horas de voo e 30 mil quilômetros percorridos com possibilidade de atendimento aos 141 municípios de Mato Grosso.

A aeronave com UTI Aérea é um modelo Chayenne II XL, com capacidade para dois tripulantes e seis passageiros e autonomia de seis horas e 30 minutos de voo e começou a operar em março passado. Atualmente, o Ciopaer conta com seis aeronaves de asas fixas e três helicópteros.

As atividades da unidade foram regulamentadas pelo Governo do Estado, em 17 de novembro de 2006, com o objetivo de centralizar em um único órgão o controle, operação e manutenção de aeronaves rotativas e de asas fixas empenhadas em atividades policiais. Ao todo, 90 servidores fazem parte do efetivo da tropa.

Além da sede, que fica no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, o Ciopaer tem uma base descentralizada no município de Sorriso (398 km ao Norte de Cuiabá).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT lamenta falecimento de conselheiro aposentado do TCE

Publicado


O Governo de Mato Grosso lamenta a morte do conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Teresino Alves Ferraz.

Teresino faleceu neste sábado (16.01) vítima da Covid-19.

“Sentimos muito pela perda. Que Deus conforte o coração da família e dos amigos neste momento de grande dor”, afirmaram o governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes.

Ele atuou como conselheiro de 1978 ao ano 2000.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Estado vistoria Baía de Chacororé e identifica intervenções para mitigar seca
Continue lendo

MATO GROSSO

Sábado (16): Mato Grosso registra 198.444 casos e 4.782 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (16.01), 198.444 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.782 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.050 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 198.444 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.404 estão em isolamento domiciliar e 184.244 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 270 internações em UTIs públicas e 303 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 69,05% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (44.060), Várzea Grande (13.490), Rondonópolis (13.206), Sinop (10.605), Tangará da Serra (8.796), Sorriso (8.745), Lucas do Rio Verde (8.133), Primavera do Leste (6.137), Cáceres (4.611) e Nova Mutum (4.147).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 166.500 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 711 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (15.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.393.492 casos da Covid-19 no Brasil e 208.246 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.324.294 casos da Covid-19 no Brasil e 207.095 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (16.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  "Temos seringas suficientes para fazer a vacinação de todo o Estado", tranquiliza secretário de Saúde

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana