conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Bruno Gagliasso posta foto pelado após pedido de fã

Publicado


source
Bruno Gagliasso publica nude após pedido de fã
Reprodução/Instagram

Bruno Gagliasso publica nude após pedido de fã

Bruno Gagliasso publicou uma foto sem roupa em sua conta do Instagram  a pedido de um fã.

Na foto em preto e branco, o ator aparece com uma toalha na cabeça e a caixinha de perguntas cobrindo as partes íntimas. 

Na interação com seus seguidores no Instagram, Bruno também mostrou as tatuagens que fez em homenagem aos filhos, Titi, Bless e Zyan, de seu relacionamento com Giovanna Ewbank, e respondeu quais são sua comidas preferidas: rabanada e pizza.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Personal de famosos morre 7 meses após de recuperar de covid
publicidade

ENTRETENIMENTO

Personal de famosos morre 7 meses após de recuperar de covid

Publicado


source
marcão
Instagram/Reprodução

Marcos Leandro da Silva morreu aos 46 anos

O personal trainer de famosos do mundo sertanejo e da televisão, Marcos Leandro da Silva, de 46 anos, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória na última segunda-feira (25), em Goiânia (GO), sete meses após se recuperar do coronavírus.

Marcão, como era conhecido, estava com uma tosse persistente ao longo das últimas semanas, o que levantou uma suspeita de uma reinfecção de covid-19,  fez o teste ao ser internado em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Aparecida de Goiânia, no último domingo (24), mas o resultado foi negativo.

Marcão estava prestes a se casar com a noiva Kis Piovesana. Pela idade e pelos hábitos saudáveis, a morte repentina foi muito chocante para noiva, família e amigos.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Personal de famosos morre 7 meses após de recuperar de covid
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Doutor em letras defende Felipe Neto em polêmica sobre literatura nas escolas

Publicado


source
Felipe Neto e Pablo Jamilk
Reprodução

Felipe Neto e Pablo Jamilk

Recentemente, Felipe Neto criticou escolas que forçam adolescentes a leituras complexas, como Alvares de Azevedo e Machado de Assis.  Na opinião do influencer, esses não são autores adequados para adolescentes e forçar a leitura dessas obras faz com que os jovens achem a literatura um saco. O post causou revolta em muitas pessoas nas redes sociais.

No meio de toda polêmica, o doutor em letras Pablo Jamilk saiu em defesa de Felipe Neto. O professor alega que é quase um crime iniciar a vida literária de um aluno no ensino médio pedindo para que ele leia livros complexos como por exemplo ‘O Auto da Barca do Inferno’, de Gil Vicente.

Para Pablo, há uma grande hipocrisia por parte de quem defende o ensino desse tipo de literatura aos adolescentes, pois a grande maioria dessas pessoas não leem esse tipo de literatura ou leem com uma certa dificuldade.

Você viu?

Ele explica que existem diversas questões que criam um abismo entre o estudante e a leitura desses clássicos, dentre elas a linguagem, a trama, a época de que se fala, o arcabouço cultural do autor e o propósito da leitura, além de questões sociais.

Por exemplo, jovens que vão à escola apenas para comer a merenda, pois não possuem comida em casa, os que passam o dia assistindo TV, jogando na internet, no Youtube, os que fazem aula de judô, inglês, empreendedorismo e violão não conseguem interpretar tranquilamente esses textos. “Empurrar um Casmurro goela abaixo de um aluno do ensino médio é uma batalha de Davi contra Golias, em que Davi não tem braços, atiradeira; está vendado e meio bêbado”, diz Pablo Jamilk.

Leia mais:  Primeira foto de Kristen Stewart como Lady Diana é divulgada

Segundo o professor, a culpa de tudo isso está na própria língua que sofre mudanças drásticas a cada ciclo de 10 anos (novo léxico, nova forma), o fato de não haver espaço para literatura na TV, o fato de a leitura ser base para questões de prova, não para fruição.

Outro motivo é que os professores de literatura vivem em um mundo afastado daquilo que o aluno vive ou lê. É responsabilidade do professor atualizar-se e ‘traduzir’ a obra, mas poucos o fazem de forma digna. Deve-se parar com a mania de cobrar literatura em vestibular, porque o aluno só “vai ler aquele texto”, porque cai em uma prova e ele precisa da nota. “Sabe o que ele busca, então? Ele busca resumo de livro, afinal, isso permite ler tudo aquilo em menos tempo. Depois, nunca mais vai querer saber daquele texto. A literatura brasileira (de cânone) é extremamente complexa, multifacetada e profunda. Muitos professores formados em Letras que não se aventuram”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana