conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Baleia afasta impeachment e PT ameaça: ‘Vai perder votos’

Publicado


source
Gleisi
Câmara dos Deputados

Presidente do PT afirma que Baleia Rossi se comprometeu a discutir o tema

O candidato à presidência da Câmara dos Deputados , Baleia Rossi (MDB-SP) , disse ao jornal Folha de S.Paulo que não houve promessas para colocar um processo de impeachment contra Jair Bolsonaro (sem partido) . Para o parlamentar, aprovar um pedido de destituição do presidente provocaria instabilidade no país.

“Não há nenhum compromisso, como muitos falam, de abertura de impeachment. É uma mentira. Nós precisamos, ainda mais neste momento em que a pandemia dá sinais de crescimento, de estabilidade”, afirmou Rossi ao jornal.

“Não é o caminho, não é bom para o Brasil. O impeachment é o extremo do extremo do extremo que está na nossa Constituição. A gente fala que a Câmara tem que ser independente, mas tem que ser harmônica”, concluiu.

A fala gerou críticas de partidos de esquerda. Em uma rede social, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann , disse que “fechar a possibilidade” de abertura do processo fará com que Baleia Rossi perca votos do partido.

“Dar resposta a crimes do Executivo é o item 3.6 do compromisso de Baleia Rossi com a oposição. Ao negar o que tratamos e fechar essa possibilidade, Baleia perderá votos no PT”, escreveu a deputada.

O PT é peça chave do candidato do MDB para as eleições da Câmara. A legenda possui o maior número de cadeiras (52 deputados), no entanto, há resistência de alguns parlamentares em apoiar Baleia Rossi.

Leia mais:  STF desmente declaração de Bolsonaro sobre atuação durante pandemia

Panos quentes

Após a declaração da presidente do PT, Baleia Rossi colocou panos quentes e afirmou que vai assumir os compromissos firmados com a oposição. Na publicação feita no Twitter , o deputado recuou e disse que irá “usar todos instrumentos constitucionais em defesa da democracia”, mas ressaltou que não é hora de “antecipar juízos”.

Na entrevista concedida à Folha, Rossi ainda afirmou ser necessária a discussão sobre o voto impresso, no entanto, contestou as falas de Jair Bolsonaro sobre fraudes em urnas eletrônicas

O candidato do MDB está sofrendo com rejeições de deputados das legendas que o apoiam. Cerca de 30 parlamentares do PSL declaram apoio à Arthur Lira (PP-AL)foram ameaçados de expulsão do partido caso votem a favor do candidato governista.  

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Em novo ataque a Bolsonaro, Doria diz que vacina é lição a negacionistas

Publicado


source
doria
Marcos Corrêa/PR

Doria e Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), realizou novos ataques ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus apoiadores . As declarações foram feitas durante entrevista coletiva sobre o início da vacinação no estado.

“Hoje é um dia de esperança. Espero que um de paz, já que temos a vacina agora. Espero que isso sirva de lição para negacionistas, terraplanistas e aqueles que preferem fazer terrorismo na internet , ao invés de compreender a importância do Brasil ter vacina. As pessoas de bem compreendem a importância de ter essa vacina que salva”, disse Doria. 

Doria rebateu as críticas que recebeu ontem do ministro Eduardo Pazuello em relação ao início da vacinação em São Paulo poucos momentos depois do anúncio de aprovação pela Anivsa. Pazuello chamou a atitude do governador de ” jogada de marketing “. O chefe do executivo paulistano também criticou a postura adotada pelo governo federal em relação à China.

Você viu?

 “É curioso que o governo que defendia enfaticamente a vacina de Oxford, que também somos a favor, hoje silencia . Curioso também que a aeronave adesivada com slogan do governo federal, como parte do marketing do governo federal, continue parada para buscar uma vacina que não existe”, atacou.

“Se o presidente e seus filhos pararem de falar mal da China, isso já ajuda bastante. Pois os insumos das vacinas da Astrazeneca e do Butantan são produzidos na China. E são as duas únicas vacinas aprovadas pela Anvisa. Pelo menos se não atrapalhar, já é uma ajuda”, afirmou.

Leia mais:  Arthur Lira gastou dinheiro público em compra de gado e fazendas, diz PF

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

STF desmente declaração de Bolsonaro sobre atuação durante pandemia

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

A Secretaria de Comunicação Social do Supremo Tribunal Federal ( STF ) divulgou nesta segunda-feira (18) nota oficial rebatendo suposta informação de que a Corte havia proibido o  governo federal de tomar ações no tocante à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Na última sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro declarou que “Pelo Supremo, eu tinha que estar na praia”:

“vou repetir aqui, qual moral tem João Doria e Rodrigo Maia em falar em impeachment ou me acusar disso tudo que está acontecendo aí, se eu fui impedido pelo Supremo Tribunal Federal de fazer qualquer ação em combate a coronavírus em estados e municípios? Eu tinha que estar na praia numa hora dessa. Pelo Supremo Tribunal Federal, eu tinha que estar na praia agora tomando uma cerveja. O Supremo falou isso pra mim”, declarou em entrevista a TV Bandeirantes

Você viu?

Em nota, é dito que na verdade, é responsabilidade de todas as partes da federação adotar medidas em prol da população para mitigar os efeitos da pandemia no país

“O Plenário decidiu, no início da pandemia, em 2020, que União, estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavírus. Esse entendimento foi reafirmado pelos ministros do STF em diversas ocasiões”.

Leia mais:  STF desmente declaração de Bolsonaro sobre atuação durante pandemia

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana