conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Saúde Pública de Várzea Grande sai fortalecida na Gestão Lucimar Campos

Publicado


30/12/2020    12

O setor de Saúde foi um dos que mais receberam investimentos durante a gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos.  Anualmente – de 2015 a 2020, os investimentos sempre foram acima dos 15% exigidos por lei, e, a gestora encerra o quinquênio com 22 novas Unidades Básicas de Saúde e três em construção, o que representa 75 % de cobertura da Atenção Primária no município.

A Atenção Primária também recebeu um novo sistema de informatização, o E-SUS; equipamentos e mobiliários novos em toda rede; uma nova rede de frios para armazenamento de vacinas; 09 novas ambulâncias; reformou a cede da Zoonozes; implantou 07 novas unidades de atendimento à saúde bucal –, implantou o EMAD – Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar do programa “Melhor em Casa”. 

“O município abriu 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs – não Covid-19) no Hospital Pronto Socorro de Várzea Grande que também foi totalmente reformado e equipado, inaugurou Unidades Básicas de Saúde em vários bairros, um novo Centro de Controle de Zoonozes no bairro Paiaguás, além de ter realizado compras de insumos, medicamentos e EPIs e convocado novos profissionais da área de saúde aprovados no último concurso público. Não foram poupados investimentos em novos equipamentos, serviços, obras, pessoal e medicamentos. Podemos destacar entre os novos serviços contratados a oxigenação hiperbárica e a contratação de novos leitos de UTI para pacientes específicos do coronavírus em hospitais particulares, contratação de exames laboratoriais, radiológicos e serviços médicos especializados para atendimento de caráter eletivo aos pacientes do SUS e estão em obras 03 novas UBS”, resumiu o secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes.   

Na Atenção Secundária foram reformadas 05 unidades dos Centros de Atenção Psicossociais sendo o infantil (CAPSi), de álcool e drogas (CAPSad), transtorno mental (CAPSII), o Centro de Especialidades em Saúde (CES), e o Centro Especializado em Reabilitação II (CER II). Foram construídos o Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Acolhimento (SAE/CTA); 02 unidades de Pronto Atendimento, a UPA do Ipase e do Cristo Rei, além do Centro de Especialidades em Odontologia (CEO). 

Leia mais:  Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização

“Ampliamos a rede de urgência e emergência com a construção das UPAs e desafogamos o Pronto Socorro, adquirimos exames e equipamentos na área oftalmológica; ampliamos em 53% os exames de apoio e diagnósticos de imagem, e, implantamos a teleconsultoria”, completa o secretário da pasta. 

Atualmente a rede pública de saúde no município possui 03 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), 01 Centro de Armazenamento e Distribuição de Medicamentos (CADIM), 01 Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), 01 Centro de Especialidades em Saúde (CES), 01 Centro Especializado de Reabilitação (CER), 01 Serviço de Assistência Especializada SAE/CTA DST/AIDS, 05 Clinicas de Atenção Primária à Saúde (antigas policlínicas), 22 Unidades Saúde da Família e 03 em construção, 08 Centros de Saúde (sendo um na Unidade Prisional do Capão Grande), 01 Equipe Consultório na Rua para atender pessoas em situação de rua, 01 Hospital e Pronto Socorro Municipal, leitos no Hospital Estadual, leitos contratados em 03 hospitais privados, 03 unidades móveis de nível pré-hospitalar de urgência e emergência (SAMU) e 02 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) nos bairros Ipase e Cristo Rei.   

“Várzea Grande oferta hoje 186 leitos no Hospital e Pronto Socorro, 62 leitos no hospital Metropolitano e 79 leitos em hospitais particulares da cidade, totalizando 293. Desses, apenas 34 são regulados pelo Governo do Estado. Também temos 22 leitos nas UPAs sendo 04 de emergência, 05 de observação infantil, 11 adultos e 02 de isolamento”, cita o gestor ressaltando a implantação da maternidade “Rede Cegonha”, com a finalidade de reduzir a taxa de mortalidade infantil. 

“Isso sem falar na aquisição de equipamentos de alta geração como arco cirúrgico, calandra, aparelho de endoscopia, colonoscopia, eletrocardiogramas e outros que já integram a Atenção Terciária em saúde no município”, completa.  

Leia mais:  Governo do Estado e Várzea Grande unem esforços para gerar emprego e moradia

Diógenes Marcondes enfatizou que Várzea Grande investiu 30% de suas receitas próprias em Saúde Pública, desde que a prefeita Lucimar Sacre de Campos, assumiu o mandato em 2015. “Medicamentos e insumos também fizeram parte desses esforços com a implantação do novo Centro de Abastecimento de Insumos e Medicamentos (CADIM), com mobiliário e aquisição de 93,3% da meta de 80% na compra de medicamentos; realizou o RESUME e garantiu o fornecimento de fraldas a pacientes residentes em Várzea Grande”, citou o gestor. 

Ele ponderou que foi através dos esforços dos profissionais médicos e servidores que Várzea Grande avançou em todas as áreas da saúde. “Se aliou a forte determinação e empenho da prefeita Lucimar Sacre de Campos em dar respaldo para as ações necessárias, combinado com o compromisso de médicos e servidores públicos, por isso avançamos e muito”, disse Diógenes Marcondes. 

O ganho em produtividade superou o avanço na gestão de recursos na saúde pública de Várzea Grande. A eficiência na aplicação e na condução dos gastos voltados ao gerenciamento da atenção básica, atenção secundária, atenção terciária, assistência farmacêutica e as ações em vigilância em saúde e sanitária, fizeram com que a oferta de atendimento se aproximasse mais da real necessidade da população. 

“No Sistema Único de Saúde, o SUS, a demanda sempre será maior que oferta. O que fazemos diariamente, e dentro de um planejamento estratégico de longo alcance também, é se aproximar ao máximo de um ponto de equilíbrio, o que não é fácil. O único modo de se aproximar desse ponto de equilíbrio é ir ao encontro da demanda, ou seja, investir de forma racional, planejada e otimizada. Por isso, conseguimos aumentar nossa oferta de serviços acima dos valores aplicados, pois toda uma rede de serviços e de unidades foi criada para atender ao várzea-grandense. Fora isso, nossa preocupação está totalmente voltada ao nosso capital social, que é quem faz a diferença. Hoje temos recursos, estrutura, pessoal, insumos, medicamentos e por isso estamos cada vez mais indo ao encontro da demanda, mesmo que o ponto de equilíbrio não seja uma tarefa fácil, porém de muito planejamento”, explicou Diógenes Marcondes. 

Leia mais:  Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização

Publicado


Legenda:

A Prefeitura de Várzea Grande atualizou as medidas de combate e prevenção à pandemia da Covid-19, bem como as medidas restritivas para as atividades econômicas no município, tendo em vista o aumento de casos confirmados de pessoas contaminadas e que coloca Várzea Grande em classificação de situação de emergência pelos próximos 30 dias.

Além disso, passou a ter assento no Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus – COVID 19, o Conselho Municipal de Saúde, na pessoa do seu presidente, Marcos de Castro Quaresma.   

De acordo com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, que esteve reunido com o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus “as medidas de prevenção publicadas no novo decreto precisam ser tomadas. É um ato responsável e que atende todas as recomendações feitas até o momento pelas autoridades mundiais em saúde”, comentou o chefe do Executivo Municipal, assegurando que não titubeará em adotar medidas que salvaguardem as vidas humanas.

“Como estamos com um número reduzidíssimo de vacinas diante de uma necessidade de 600 mil doses, temos que equilibrar as coisas neste momento e o mais importante é usar as medidas de segurança como distanciamento social, uso de máscara, álcool em gel e água e sabão para preservarmos o nosso meio de vida”, disse Kalil Baracat. 

O decreto municipal nº 06/2021, assinado pelo prefeito Kalil Baracat e definido em reunião com o Comitê de Enfrentamento Municipal circulou online na data desta terça-feira, 19 e foi publicado nesta quarta-feira, 20 de janeiro, e proíbe por 45 dias, a realização de eventos sociais, eventos corporativos, festas, shows, atividades em casas noturnas, confraternizações, atividades de capacitação, de treinamento ou de eventos coletivos com mais de 100 pessoas, em espaços privados ou públicos, inclusive em logradouros públicos. 

Leia mais:  Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

Funcionarão com sua capacidade máxima em 50% de atendimento ao público: os shopping centers com horário das 10h às 22h; os cinemas e teatros; Serviços e atividades não essenciais privadas, varejistas e atacadista, inclusive a utilização de provadores de roupa, com horário de atendimento ao público das 08h às 18h; Os supermercados, mercados, mercearias e feiras, varejistas e atacadistas, das 06h às 21h, vedado, expressamente, consumo no local. As padarias, açougues e similares, das 06h às 19h. 

Conveniências localizadas em postos de combustível e distribuidoras de bebidas podem funcionar de segunda a domingo, das 06h às 22h na forma de delivery ou drive thru e está proibido qualquer tipo de consumo no local, além da presença de público. 

Também estão restritos a 50% da capacidade máxima de lotação, o funcionamento de restaurantes e pizzarias com horário de atendimento das 11h às 23h, e, após esse horário, somente pelo sistema de delivery ou drive thru. Lanchonetes, cafeterias, bares e congêneres podem funcionar das 06h às 23h com a restrição de 50% da capacidade de público. 

As atividades de prestação de serviço de representação judicial e extrajudicial, assessorias e consultorias, poderão manter suas atividades, sem restrição de horário de atendimento. As atividades de cunho religioso poderão manter seu exercício religioso, com a lotação máxima de 75% da capacidade total do local. 

A utilização de quadras poliesportivas, ginásios de esporte e miniestádios e academias está restrito ao limite de público de no máximo 30% da capacidade máxima do local, tendo como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5m entre as pessoas, além do uso de máscaras faciais e sem publico em arquibancadas. Já a utilização de parques públicos, praças, academias ao ar livre e equipamentos comunitários em geral, podem ser utilizados pela população desde que respeitada as medidas de segurança. A fiscalização será realizada pela Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e órgãos de fiscalização do Município, com aplicação de multa àqueles que adentrarem nos parques sem o uso de máscara de proteção facial, ainda que artesanal, e sem a observação do distanciamento mínimo de 1,5 metros de distância entre uma pessoa e outra. 

Leia mais:  Governo do Estado e Várzea Grande unem esforços para gerar emprego e moradia

No último encontro com o governador Mauro Mendes, o prefeito Kalil Baracat, requisitou o apoio das forças policiais de Mato Grosso, Corpo de Bombeiros e Vigilância em Saúde para auxiliar na fiscalização e cumprimento das regras na segunda maior cidade de Mato Grosso.

Os eventos realizados no formato “drive in”, terão a capacidade máxima de até 250 carros por evento. A realização de jogos e treinamento de futebol profissional, não terão a presença do público. Fica permitida a realização de velórios, exceto em caso de morte suspeita por Covid-19. 

Silvio Fidélis, presidente do Comitê, destaca que está permitida a retomada das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas do município de Várzea Grande, no que se refere à educação infantil, observada 50% da capacidade máxima das salas de aula e respeitado o limite de até 15 alunos por turma, mantendo a mesma regra do decreto anterior.

No ensino privado: fundamental, médio e superior, fica autorizada a retomada, a partir de 01 de fevereiro, de forma remota, sendo que o ensino híbrido deverá ser implantado a partir de 01 de março no ensino superior e demais modalidades a partir de 5 de abril.

Já no ensino público, ficam mantidas as mesmas regras acima descritas, respeitado o prazo de 1º de março para o ensino remoto e de 5 de abril para o híbrido. 

“Estão suspensas às férias e licenças prêmios concedidas aos servidores públicos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde e o funcionamento dos órgãos da prefeitura de Várzea Grande permanecem em horário normal, com a possibilidade de revezamento e teletrabalho, já os serviços essenciais não sofrem alterações neste momento”, completa o presidente do Comitê.

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

Publicado


Legenda:

 Prefeitura de Várzea Grande, através da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta quarta-feira, 20 de janeiro de 2021, a aplicação da CORONAVAC para combater a COVID 19, na segunda maior cidade de Mato Grosso, após receber na tarde desta terça-feira, (19), o primeiro lote de vacina do Governo do Estado via Secretaria de Estado de Saúde.                       

O planejamento estratégico contempla neste primeiro momento os servidores da área de saúde, não desprezando nenhuma das atividades que diariamente tem contato com pacientes suspeitos da COVID 19.

O prefeito Kalil Baracat, reforçou na última segunda-feira (18) ao governador Mauro Mendes a necessidade de novas remessas da vacina, bem como reafirmou a disposição junto ao Instituto Butantan de aquisição, caso possível, já que o Governo Federal requisitou toda a produção do referido instituto, de mais doses para fazer frente a necessidade da população local, levando-se em conta a estimativa de cerca de 600 mil doses para atender os quase 300 mil habitantes de Várzea Grande.                       

A vacinação dos primeiros servidores da área de saúde acontece a partir das 8:30,  no Hospital Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande, neste dia 20 de janeiro de 2020.

Comentários Facebook
Leia mais:  Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana