conecte-se conosco


POLICIAL

Repressão a roubos e furtos resulta na prisão de 80 criminosos e apreensão de 994 veículos

Publicado


Camila Molina | Polícia Civil-MT

O trabalho em estrutura improvisada durante as obras para construção do novo prédio e a pandemia do coronavírus que levou ao afastamento de diversos servidores não reduziram a atuação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) na repressão diária aos crimes patrimoniais ligados à subtração e adulteração de veículos na região metropolitana de Cuiabá. Durante este ano, as ações da unidade especializada resultaram em operações que levaram à prisão mais de 80 pessoas envolvidas com as práticas criminosas, sendo 49 em flagrante e 32 em cumprimento de mandado judicial. Além disso, foram apreendidos 994 veículos entre caminhões, carros e motocicletas e restituídos 1.609 automóveis às vítimas.

 

 Nos números computados pela Derrfva ainda constam 19 cumprimentos de mandados de busca e apreensão contra integrantes de organizações criminosas identificados em investigações e 227 flagrantes vindos de outras unidades. Entre os 374 inquéritos em tramitação na  delegacia, 148 apuram os crimes de roubo e associação/organização criminosa; 45 de furto; 151 de receptação; e 30 de adulteração de sinal de veículo automotor.

Redução de roubos e furtos

A atuação contínua e a investigação qualificada da DERRFVA no enfrentamento às associações criminosas envolvidas em roubos, furtos e receptação de modelos diversos de veículos resultaram na queda dos registros deste tipo de crime em Cuiabá e Várzea Grande.

 Em Cuiabá entre janeiro e outubro, foram registrados 594 roubos de veículos (caminhões, carros, motocicletas e caminhonetes) contra 842 ocorrências no mesmo período de 2019, representando uma queda de 29%. Em relação aos crimes de furtos, foram 876 em 2019 contra 685 registrados este ano, apresentando redução de 21%.

 

 A queda no número de ocorrências de roubos e furtos de veículos também ocorreu em Várzea Grande, sendo 210 roubos registrados este ano contra 310 no ano passado. No caso dos furtos foram 286 ocorrências em 2019 contra 202 no ano de 2020.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)

 De acordo com o delegado titular da Derrfva, Gustavo Garcia Francisco, as operações realizadas pela unidade neste ano tinham o objetivo de tirar de circulação suspeitos identificados em inquéritos policiais como integrantes de associações criminosas e autores de roubos e furtos na região metropolitana.

 “As operações tiveram como alvos suspeitos já identificados em investigações anteriores, assim como a desarticulação de novos grupos atuantes nos crimes patrimoniais relacionados a veículos, sendo desta forma possível, tirar de circulação diversos suspeitos envolvidos com este tipo de prática de criminosa, consequentemente reduzindo significativamente os índices de roubos e furtos na região metropolitana”, explicou o delegado.

Nova unidade

 Através de parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos está sendo ampliada e renovando toda a sua estrutura física. A reforma, no valor estimado R$ 1,3 milhão, tem o objetivo de modernizar as atividades da delegacia, em especial nas áreas de inteligência e investigação, atendendo demandas solicitadas pelos servidores da unidade.

 A previsão para conclusão das obras e entrega do prédio totalmente reestruturado e modernizado é para janeiro de 2021. Durante as obras, a Delegacia está funcionando, temporariamente, no prédio da 2ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande. Na unidade, é realizado o atendimento ao público e outras atividades policiais da Derrfva.

 No mesmo terreno da delegacia em obras, foram instalados contêineres e um ônibus em que parte da unidade está atuando e passará a atuar em sua totalidade, até o final da reforma. Mesmo durante a reforma na sede, continuam sendo realizados no local os atendimento a vítimas de roubos e furtos, registros de ocorrências e restituição de veículos às vítimas.

 Operação Pátio Limpo

Iniciada em setembro de 2019, a operação Pátio Limpo foi finalizada em 2020 com a prensagem de aproximadamente mil veículos além de materiais apreendidos e deteriorados que estavam no terreno da delegacia.

Leia mais:  Investigação conclui triplo homicídio de jovens e prende quatro envolvidos no crime

A operação foi dividida em diversas fases no ano resultando na prensa de 237 carros, 124 motocicletas, 11 caminhões tratores, reboques e semirreboques), 74 motores e 554 carcaças de veículos, totalizando mil prensas e resultando na limpeza do ambiente.

Durante pouco mais de um ano de trabalho foram realizadas mudanças de procedimentos para tornar mais célere as restituições de bens às vítimas, assim como o encaminhamento de bens para outros órgãos como partes dos veículos, ao final do inquérito policial, encaminhados às comarcas responsáveis pelos processos.

O delegado Gustavo Garcia destaca que a ação integrada com o Detran entrega à sociedade um ambiente higienizado, garantindo o atendimento às questões ambientais, assim como a correta destinação dos veículos.

“A limpeza do pátio é uma vitória para a Polícia Civil e toda a sociedade com a prensagem de veículos que estavam custodiados há décadas na unidade. A questão ambiental, a qual já havia motivado uma ação pública, foi resolvida garantindo um ambiente melhor para os servidores e também para pessoas que vem à delegacia ou moram na região”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)

Publicado


Novo contrato de locação vai gerar uma economia de mais de R$ 17 milhões aos cofres públicos, além de uma frota mais moderna

Julia Oviedo | Sesp-MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), entrega nesta sexta-feira (22.01) 250 viaturas às forças de segurança de Mato Grosso. A cerimônia de entrega, que contará com o governador Mauro Mendes, o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante e demais chefes das forças, está programada para acontecer às 16h30, na Arena Pantanal.
 

A entrega faz parte do Programa Mais MT, que prevê uma série de investimentos, sendo R$ 766 milhões somente em segurança pública.

Além de modernizar a frota, dando melhores condições de trabalho aos servidores que estão na ponta, o novo contrato de locação vai gerar uma economia de mais de R$ 17 milhões. O contrato de prestação de serviço atual está orçado em R$ 26,8 milhões pelo período de 30 meses. Já o contrato anterior previa pelo mesmo período e quantidade de veículos o montante de R$ 43,8 milhões.

As 250 viaturas serão distribuídas pelas seguintes forças de segurança: Polícia Militar, com 109 viaturas; Polícia Judiciária Civil (PJC), com 102 viaturas; Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) com 17 veículos; Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), com 12 viaturas; Corpo de Bombeiros Militar (CBM), com cinco viaturas e Sistema Socioeducativo, com mais cinco veículos.

Serviço

Entrega de viaturas às forças de segurança
Quando: Na próxima sexta-feira (22.01), às 16h30
Local: Arena Pantanal

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Operação integrada identifica suspeitos de furto de gado e monitora zona rural na fronteira
Continue lendo

POLICIAL

Investigação conclui triplo homicídio de jovens e prende quatro envolvidos no crime

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um triplo homicídio ocorrido no dia 11 de dezembro de 2020, em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá), foi esclarecido pela Polícia Civil com a identificação de seis envolvidos no crime, sendo que quatro deles já estão presos.

Conforme a investigação realizada pela Delegacia de Lucas do Rio Verde, na madrugada do 11 de dezembro passado, três homens invadiram uma das quitinetes em um conjunto residencial no bairro Rio Verde e dispararam contra três pessoas que estavam na casa. Os irmãos Alessandro dos Santos Rodrigues, 21 anos e Fábio dos Santos Rodrigues, 18 anos, morreram no local. A terceira vítima, Paulo Victor Pereira Macedo, 22 anos, foi socorrido ainda com vida ao Hospital São Lucas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo depois.

Em diligências, a equipe de investigação da Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, apurou que a ação dos criminosos impossibilitou a defesa das vítimas, que foram surpreendidas na madrugada após o grupo invadir a casa, que estava com a porta aberta, e executar os três jovens. Informações preliminares também apontaram que o crime foi motivado por disputa entre facções criminosas, uma justificativa torpe para a banalização da vida.

A investigação concluiu que o triplo homicídio teve a participação de seis pessoas, sendo dois adolescentes, de 15 e 16 anos, e quatro adultos.

O delegado de Lucas do Rio Verde, Eugenio Rudy Junior, representou pela apreensão dos adolescentes, que tiveram a medida cumprida e estão internados em unidade socioeducativa.

Em relação aos quatro adultos envolvidos no crime foi também representada pelas prisões, deferidas pelo juízo da Comarca local. Dois dos executores dos homicídios foram presos e os outros ainda estão foragidos.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)

As diligências seguem para localizar os foragidos.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana