conecte-se conosco


MATO GROSSO

Programa Aconchego beneficiou mais de 300 mil pessoas em Mato Grosso

Publicado


A primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virginia Mendes, distribuiu mais de 300 mil cobertores Programa Aconchego nos dois últimos anos. A ação teve como foco famílias em situação de vulnerabilidade social,  entidades filantrópicas, igrejas, quilombolas, comunidades indígenas e também os 141 municípios.

Em sua primeira edição, em 2019, o programa “Aconchego” beneficiou cerca de 100 mil pessoas em todo Estado. Já em 2020, a meta foi dobrada, em razão da pandemia do novo coronavírus, que impactou no aumento de pessoas em situação de vulnerabilidade. E por isso foram entregues 200 mil cobertores, garantindo conforto para a população mato-grossense nos períodos de frio.

“Embora tenhamos um clima tipicamente quente, as famílias que não têm condições financeiras sofrem nos dias de baixa temperatura. Escolhi uma manta de boa qualidade, com um material de qualidade, pois sabemos que o frio quando vem para Mato Grosso dói muito e grande parte das famílias carentes não têm condições de se aquecer. Compramos algo que vai ter uma durabilidade maior e pensamos com todo carinho nas pessoas mais carentes, que não têm condições de comprar um cobertor bom”, destacou a primeira-dama.

No aterro sanitário de Várzea Grande, a presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável, Cidinha Nascimento, destacou a dedicação da primeira-dama nas ações sociais. “Durante os 24 anos que tenho de vida no lixão nunca vi uma primeira-dama pisar aqui. Recebemos não só as doações, que muito nos ajudarão, como também o carinho e atenção da primeira-dama do Estado Virginia Mendes. Só temos a agradecer.

Prêmio Internacional

O Programa Aconchego foi o vencedor do Concurso de boas práticas sobre os grupos e em situação de vulnerabilidade no contexto do Covid-19, na categoria “Povos Indígenas”. O premio internacional é organizado pela OEA – Organização dos Estados Americanos. Mais de 23 mil cobertores foram distribuídos para comunidades indígenas, beneficiando as 43 etnias existentes no Estado somente neste ano. 

Leia mais:  "Transporte intermunicipal teve 60% de redução na tarifa na atual gestão", afirma presidente da Ager

A OEA, Organização dos Estados Americanos, tem como princípio básico o respeito à soberania e à independência dos países do continente americano.  Considerada a primeira organização regional do planeta, a OEA foi regulamentada em 1948.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Domingo (17): Mato Grosso registra 199.006 casos e 4.793 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17.01), 199.006 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.793 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 562 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 199.006 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.133 estão em isolamento domiciliar e 185.040 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 277 internações em UTIs públicas e 341 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,84% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (44.098), Várzea Grande (13.478), Rondonópolis (13.270), Sinop (10.683), Tangará da Serra (8.875), Sorriso (8.752), Lucas do Rio Verde (8.150), Primavera do Leste (6.156), Cáceres (4.613) e Nova Mutum (4.161).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 166.500 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 711 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último sábado (16.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.455.059 casos da Covid-19 no Brasil e 209.296 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.393.492 casos da Covid-19 no Brasil e 208.246 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (17.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Perfil de DNA ajudou a elucidar 11 investigações nos últimos 6 anos

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governador e secretário de Saúde participam de ato de recebimento das vacinas do Ministério da Saúde

Publicado


O Governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, participam nesta segunda-feira (18.01) do ato simbólico de recebimento das vacinas contra a Covid-19, realizado pelo Ministério da Saúde.

O ato está marcado para as 7 horas (horário de Brasília), em Guarulhos, no Estado de São Paulo. Na ocasião, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deverá anunciar quando as vacinas contra a Covid-19 serão enviadas aos Estados para dar início à imunização da população.

Plano Estadual

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (SES-MT), trabalha em uma força tarefa para que a vacina contra a Covid-19 chegue aos municípios o mais rápido possível. A ação faz parte do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso e prevê, caso necessário, o apoio de seis aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Com o objetivo de promover a adequada logística da vacina, com segurança, efetividade e equidade, a SES vai ampliar a Rede de Frio Estadual e já viabiliza uma Central Estadual e mais quatro Centrais Regionais (Barra do Garças, Cáceres, Rondonópolis e Sinop), assim como a aquisição de equipamentos de refrigeração e frota adequada para distribuição terrestre. O investimento estimado é de R$ 2,2 milhões.

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição será feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Ministério da Defesa. Nos casos em que for necessário, o Ciopaer disponibilizará sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

Nos próximos dias, os 141 municípios de Mato Grosso começam a receber as agulhas e seringas que já se encontram em estoque e que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19. A SES também providenciou a aquisição suplementar de 6,5 mil seringas para o enfrentamento de vacinação, com investimento na ordem de R$ 2,8 milhões.

Leia mais:  Recursos do Nota MT melhoram condições de entidades sociais
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana