conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Nunca fiz ato “sem a ciência” de superiores, diz médico do STF que pediu vacinas

Publicado


source
Ministro Luiz Fux%2C do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF)

O médico Marco Polo Dias Freitas,  exonerado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, após pedir 7 mil doses de vacina da contra a Covid-19 para imunizar os funcionários da Corte, disse que “nunca realizou ato administrativo sem a ciência” de seus superiores. Fux afirma que não ficou sabendo do pedido feito por Freitas. As informações são do jornal Folha de S.Paulo .

O servidor, que ocupava o cargo de secretário de Serviços Integrados de Saúde da Corte há seis anos. O cargo dele era de confiança, mas foi perdido após solicitação de imunizantes feita à Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O presidente do STF disse nesta segunda-feira (28) que o pedido foi feito sem o seu conhecimento. Fux ainda afirmou que estava em choque com o episódio e atribuiu ao médico a iniciativa.

Freitas, porém, rebateu as acusações de seu ex-chefe e disse que respeita “rigorosamente” a hierarquia administrativa da Suprema Corte. “Nesses 11 anos no STF, nunca realizei nenhum ato administrativo sem a ciência e a anuência dos meus superiores hierárquicos. Continuarei, como médico, de corpo e alma, na luta diária pela saúde e bem-estar das pessoas”, disse.

Apesar do clima ruim e de ter colocado a responsabilidade do pedido inteiramente nas costas do médico, Fux defendeu, no dia 23 de dezembro, o pedido em entrevista à TV Justiça . À época, o ministro ressaltou a preocupação de não parar o Executivo, Legislativo e o Judiciário.

O ofício que foi enviado à Fiocruz com a solicitação das doses não leva a assinatura de Freitas. O documento foi autenticado por Edmundo Veras dos Santos Filho, diretor-geral do STF, e é datado de 30 de novembro.

Leia mais:  Tebet e Baleia unem campanhas para tentar vitória do MDB no Senado e na Câmara

No pedido, o diretor do STF diz que a secretaria de Serviços Integrados de Saúde, ocupada por Freitas, ficaria responsável pela realização da campanha de vacinação. A Corte ainda poderia enviar um servidor para a retirada das vacinas na Fiocruz.

Fux alega que “nunca tinha visto” o ofício assinado pelo diretor-geral da Casa e que este “deve assinar vários por dia”. “Isso não é minha tarefa. Ofícios da Presidência são diferentes de ofícios das outras repartições do tribunal”, afirmou.

pedido da doses foi negado pela Fiocruz, que informou que a produção é destinada “integralmente” ao Ministério da Saúde.

Por meio de nota, a fundação ainda afirmou que visa garantir a produção nacional dos imunizantes, sem previsão de prioridade para qualquer órgão. O STJ (Superior Tribunal de Justiça) havia feito solicitação similar e também recebeu resposta negativa.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Posse de Biden força mudança na política externa, diz deputado Marco Feliciano

Publicado


source
Deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP)
Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP)

O deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP) diz que a posse do democrata Joe Biden como o 46º presidente dos Estados Unidos força uma mudança na condução da política externa por ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo . O chanceler brasileiro sempre atacou a China  e se mostrou um devoto do ex-presidente dos EUA Donald Trump . A informação é da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo .

“Queiramos ou não, com a posse de [Joe] Biden [como presidente dos EUA] hoje à frente da maior potência mundial, o jogo todo muda”, disse o parlamentar . Feliciano é pastor evangélico e aliado ideologicamente a Bolsonaro. “Jogo novo requer estratégia nova. A antiga não serve mais”, completou.

“Entendo que quanto mais tempo demoramos para mudar nosso posicionamento no plano internacional, pior será”, afirmou o deputado.

Você viu?

Ernesto Araújo entrou no olho de um furacão após o Brasil sofrer duas derrotas em relação às vacinas contra a Covid-19. A primeira foi o atraso na importação da Índia de doses prontas do imunizante de Oxford , desenvolvido em parceria com a AstraZeneca. Já a segunda foram problemas diplomáticos para a compra de ingredientes para a produção nacional da CoronaVac , vacina do Instituto Butantan.

Na avaliação de aliados de Bolsonaro, Araújo foi o principal responsável pelo esgarçamento as relações diplomáticas com a China. Esse clima ruim estaria dificultando a chegada de insumos farmacêuticos.

Por isso, Feliciano defende o realinhamento urgente da diplomacia brasileira com a China. “A hora é de total pragmatismo nas relações internacionais. Já dizia o imperador Vespasiano que dinheiro não tem cheiro. E a China tem interesses geopolíticos de primeira ordem no Brasil. Somos a 8ª economia do mundo e a garantia da segurança alimentar chinesa. Está na hora de, com tranquilidade e soberania, realinharmos tudo isso com os chineses”, diz. 

Leia mais:  Pacheco lança candidatura e defende "pacificação" com apoio do PT e Bolsonaro

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Maia e Alcolumbre cumprimentam Joe Biden, novo presidente dos EUA

Publicado


source
Joe Biden%2C novo presidente dos EUA
Rafael Rigues

Joe Biden, novo presidente dos EUA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP) foram as redes sociais para cumprimentar Joe Biden , eleito presidente dos Estados Unidos , e Kamala Harris, vice, que tomam posse no cargo nesta quarta-feira (20).

Maia pediu que as duas nações ajam em conjunto no combate “ao radicalismo”, e na proteção ao meio ambiente, tema que Biden chegou a citar o Brasil durante os debates presidenciais, alertando o governo federal:” Parem de destruir a floresta. Se vocês não pararem, sofrerão significativas consequências econômicas”

Confira o tuíte do presidente da Câmara:

Você viu?

Alcolumbre também desejou êxito aos democratas que comandarão os Estados Unidos pelos próximos 4 anos, e pediu que o diálogo e o entendimento entre as duas nações se mantenham aberto:

Leia mais:  Lira apresenta apoio de mais dissidentes, e PSL pode abandonar Baleia Rossi

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana