conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

CCXP Worlds: Ator diz que 1ª cena de Sr. Barriga em Chaves não estava no roteiro

Publicado


source
Edgar Vivar para a CCXP Worlds
Reprodução/CCXP Worlds

Edgar Vivar conta histórias sobre os bastidores de Chaves em painel da CCXP


Neste sábado (05), a  CCXP Worlds recebeu o ator Édgar Vivar para um painel sobre o seriado mexicano Chaves . Durante o painel, ele revelou que a primeira aparição do Sr. Barriga , um de seus personagens na série, não estava originalmente no roteiro. 


Segundo ele, a primeira vez que o personagem foi introduzido para o público foi acidental. “Eu lembro da primeira vez em que o  Sr. Barriga apareceu na vizinhança. Foi um episódio memorável, marcante, porque minha aparição foi acidental. Eu não estava no roteiro”, diz o ator. Trata-se do episódio O Despejo, em que o Sr. Madruga é colocado na rua.

O resultado foi tão bom que o criador e protagonista da série, Roberto Gómez Bolaños, aprovou e manteve sua participação. A partir desse momento, eles estabeleceram que o Sr. Barriga sempre seria recebido com desdém ao chegar na vila. “Sempre me trombavam, jogavam tijolos, água ou tinta em mim”, conta.

Perguntado sobre sua relação com os fãs, Vivar conta que é muito comum que as pessoas o vejam na rua e dizem não ter dinheiro para pagar o aluguel. Além disso, há quem se ofereça para pagar o dinheiro que Sr. Madruga deve na série.

Alguns fãs chegaram a fazer o cálculo de quanto o personagem estaria devendo caso os 14 meses de aluguéis fossem cobrados hoje em dia. “Me falaram que daria algo em torno de 120 mil euros”, lembra o ator.

Leia mais:  Elliot Page pede divórcio de Emma Portner após 3 anos de casados

Ao contrário do que é mostrado na série, Vivar garante que sua relação com Ramón Valdés, intérprete do Senhor Madruga, era de muita amizade. “Ele vivia perto da minha casa, éramos vizinhos. Ele passava aqui muitas vezes. Era um cara muito engraçado, muito transparente”, lembra. Ramón faleceu em 1988, vítima de câncer no estômago.

Entre as histórias sobre os bastidores, Vivar conta sobre como foi seu encontro com Bolaños. O ator conta que foi indicado por um diretor de comerciais e foi chamado para uma entrevista na Televisa.

“Ele [Roberto] perguntou se eu já tinha trabalhado na televisão, e eu disse que só tinha feito teatro e comerciais. Ele disse que nesse tipo de programa a gente não usaria ponto. E eu perguntei: ‘o que é um ponto?’. E ele respondeu que eu estava contratado”, lembra.

Vivar comentou ainda o fato de que os  canais de televisão deixaram de exibir o programa depois que o filho de Bolaños, Roberto Gómez Fernández, adquiriu os direitos autorais da Televisa. “Eles estavam em negociação, mas foram suspensas. Espero que vocês possam voltar a assistir Chaves no próximo ano”, afirma Vivar.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

BBB 21: equipe de Karol Conká nega ter recebido notificação judicial

Publicado


source
Karol Conka na revista Glamour
Divulgação/Glamour

Karol Conka na revista Glamour

A cantora Karol Conká, participante do “BBB21” , ficou entre uma briga de marcas depois de uma parceria de publicidade que fez em sua conta do Instagram no último mês de outubro.

Na ocasião, a sister fez a divulgação da plataforma Shopee, empresa que faz entregas de produtos comprados pela internet. O problema é que os acessórios apresentados eram da loja Grismino Store , que tem assinatura própria das peças.

À época, alguns comentários já alertavam para que a cantora também marcasse a loja em sua publicação, acusando-a de não ter cumprido o combinado. A Shopee respondeu na postagem que a cantora havia cumprido o combinado, já que colocou o link da loja em um dos seus stories do dia anterior.

Você viu?

Ao Extra, a equipe de Karol Conká informou que nunca houve parceria direta firmada entre a cantora e a Grismino Store, e que todo o trato e execução das suas parcerias comerciais está registrado e catalogado pela sua equipe comercial.

A equipe se surpreendeu com a notícia divulgada pelo jornalista Leo Dias de que a dona da marca, Bianka Grismino, estaria movendo uma ação contra a cantora em que pediria R$ 230 mil por anos materiais e morais.

Ainda segundo o colunista, o advogado da lojista solicitou que ela fosse intimada judicialmente, mesmo dentro da casa do “BBB21”. A equipe de Karol nega ter recebido qualquer notificação judicial ou extrajudicial em nome da empresa mencionada.

Leia mais:  BBB 21: equipe de Karol Conká nega ter recebido notificação judicial
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Henri Castelli mostra tratamento na boca após agressão

Publicado


source
Henri Castelli
Reprodução Instagram

Henri Castelli

Henri Castelli continua em seu tratamento após ter sido agredido  por quatro homens durante um evento em Alagoas, no fim do ano passado. O artista teve a mandíbula fraturada, na ocasião.

O ator de 42 anos mostrou uma das etapas para sua recuperação na noite desta sexta-feira. Nas imagens, Henri surge na cadeira de sua dentista, que opera com um aparelho na área bucal do artista.

“Juntos na recuperação. Se Deus quiser, chegaremos lá. Não está fácil, mas Deus é maior e vamos vencer sem sequelas”, afirmou o ator, através de suas redes sociais.

Há alguns dias, o cantor se pronunciou sobre o episódio: “Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender. Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento”, disse, ele, que complementou:

Você viu?

“Os vídeos serão juntados ao processo. O médico e sua equipe optaram por amarrar a minha boca com um fio de aço para que eu fizesse a cirurgia em São Paulo e pudesse cumprir meus compromissos de trabalho”.

Já Lucas Doria, advogado de dois dos envolvidos na briga, os empresários Guilherme Aciolly e Bernardo Malta, deu outra versão. De acordo com ele, Henri teria se dirigido a Bernardo para reclamar que a festa que ele cedeu os convites não estava legal. Eles, ainda conforme o advogado, teriam discutido.

“Foi aí que Henri Castelli deu um soco que atingiu Guilherme, que só revidou. Henri tentou agredir o Bernardo, o soco pegou no amigo Guilherme, que estava com ele no local. Esse amigo reagiu, de forma instintiva, recebeu um soco e deu outro logo em sequência”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana