conecte-se conosco


CUIABÁ

Ainda sem vacina, nossa celebração deve ser consciente e com cuidados redobrados

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O fim do ano está se aproximando e nesta época é comum que todos façam planos para celebrar o Réveillon. O brasileiro é conhecido como um povo alegre, festeiro, que sempre arranja motivos para comemorações. E nada melhor para comemorar do que um novo ano que se inicia, não é mesmo?

No entanto, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que assola o mundo inteiro, foi uma surpresa desagradável para todos nós neste ano de 2020. Muitas vidas foram perdidas, tivemos que aprender a viver afastados uns dos outros, a não nos abraçarmos, a usarmos máscaras, a trabalharmos em casa. Enfim, foram várias mudanças de hábitos que fomos forçados a aprender. E mudanças costumam ser muito difíceis, sobretudo quando precisamos deixar de fazer algo que gostamos muito.

No mês de julho passamos em Cuiabá pelo o que chamamos de “pico da pandemia”, que foi a época em que tivemos o maior número de pessoas contaminadas. Desde então, começamos a ver os números de infectados diminuindo gradualmente e, felizmente, o de óbitos também. Esse resultado é fruto das medidas adotas pelo prefeito Emanuel Pinheiro que, conforme estudo realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), evitaram que a Capital ficasse em estado totalmente crítico, como ocorrido em outras cidades brasileiras.

Há aproximadamente dois meses temos visto nos noticiários internacionais que os números de infectados por coronavírus começaram a aumentar novamente na Europa e, logo depois, nas maiores cidades do Brasil. Assim como tem acontecido no mundo inteiro, em Cuiabá não é diferente, infelizmente. Como secretária municipal de Saúde, me senti na obrigação de vir a público fazer um alerta para a população.

Leia mais:  Mais de 3 mil profissionais já se inscreveram para a edição online da Semana Pedagógica

Da mesma forma que aconteceu no meio do ano, começamos a notar uma crescente de pessoas infectadas e de pacientes que precisam ser internados em UTI. Ressalto que esta situação não é exclusividade de Cuiabá, está acontecendo no mundo todo. O panorama que temos hoje é de UTIs de hospitais particulares totalmente lotadas de pacientes na sua maioria com COVID-19. A rede municipal já começou a receber pacientes oriundos da rede privada, que não encontram mais UTIs nos hospitais particulares. Além disso, também começamos a receber muitos pacientes de cidades do interior de Mato Grosso, onde já não há mais vagas.

O que eu quero dizer a todos é: tomem muito cuidado! Quando fechamos o comércio no começo do ano foi para estruturarmos a rede hospitalar do município para receber os pacientes de COVID-19, e isso já foi feito. Mas, se precisarmos atender pacientes da rede privada, de outras cidades, somados aos da rede pública, não teremos leitos suficientes, mesmo depois de termos aberto 135 leitos de UTI exclusivos para pacientes de COVID-19.

Temos um hospital inteiro para estes pacientes, uma UPA inteira e 40 leitos de UTI em outro hospital do município. Mas, precisamos ter em mente que cada um de nós é um transmissor em potencial deste vírus. Participar de festas com aglomeração de pessoas, sem o uso de máscara e sem a preocupação com as medidas sanitárias é colocar a si mesmo em risco e também as suas famílias. Comemorem com consciência, para que no próximo Réveillon todas as pessoas que vocês amam possam estar celebrando juntos novamente!

Ozenira Félix – Secretária Municipal de Saúde

Leia mais:  Prefeitura disponibiliza cadastro online para profissionais de saúde se vacinarem contra a Covid-19

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Intervenção em córrego marca início da duplicação da Av. Dante Martins de Oliveira

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá está trabalhando no processo de desassoreamento e demarcação do córrego que passa pela Avenida Dante Martins de Oliveira (Av. dos Trabalhadores). A ação é realizada para que, nas próximas semanas, seja iniciada a construção do muro de gabião nas paredes laterais do local. Essa é uma das etapas da obra de duplicação da via que o Município está executando.

A intervenção recebe um investimento de R$ 2.329.558,39 e, conforme o projeto da Secretaria de Obras Públicas, abrange um trecho de cerca de dois quilômetros situado entre o Residencial Santa Inês e as proximidades do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto. O recurso é oriundo de uma operação de crédito formalizada com o Banco do Brasil, em junho de 2020.

A duplicação da Avenida Dante Martins de Oliveira engloba a execução dos trabalhos de construção da rede de drenagem de águas pluviais, terraplanagem e pavimentação. Além disso, estão previstos os serviços de instalação de meio-fio, edificação de calçadas, e sinalização viária horizontal e vertical. A obra faz parte do programa Minha Rua Asfaltada, desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá desde 2017.

“Essa é uma das principais avenidas de Cuiabá e, com toda certeza, uma das mais movimentadas. Por meio dela, os condutores têm acesso ao centro da cidade e a centenas de bairros das regiões Sul, Leste e Norte. Essa era uma obra que a população aguardava há muito tempo e hoje temos a satisfação de ver ela em andamento. Vamos transformar essa via e, junto com isso, a vida de milhares de cuiabanos”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

A duplicação faz parte de um conjunto de ações que a Prefeitura tem executado em diferentes pontos da cidade, visando promover avanços na mobilidade urbana. Na própria Dante Martins de Oliveira, por exemplo, foi concluído no fim de 2020 a atividade de recapeamento, no trecho entre as rotatórias dos bairros Planalto e Dr. Fábio. No total, foram 2,3 quilômetros de asfalto recuperado, nova sinalização, além de implantação de abrigos de ônibus.  

Leia mais:  Prefeitura divulga edital convocando 130 aprovados em concurso público da Educação

“Há poucos metros da avenida entregamos o viaduto da Avenida das Torres. Também estamos construindo uma ponte de concreto sobre o Córrego do Moinho, atrás do Parque Tia Nair, que facilitará o acesso de moradores de bairros como Recanto dos Pássaros, Jardim Imperial e Universitário à avenida. Ou seja, é uma série de ações que melhoram a vida população”, relata o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa. 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Mais de 200 pessoas são vacinadas no primeiro dia de imunização contra o coronavírus na Capital

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

No primeiro dia de vacinação contra o coronavírus em Cuiabá, 222 trabalhadores da saúde foram imunizados na estrutura montada pela Prefeitura de Cuiabá, localizada no Centro de Eventos do Pantanal. Nesta fase, apenas trabalhadores de hospitais e unidades de Pronto Atendimento que atendem pacientes de COVID e unidades pólo para COVID-19 da Atenção Primária estão recebendo a vacina.

“Pelo fato de ter sido o primeiro dia, vacinamos um quantitativo menor do que nossa capacidade para testarmos o fluxo desde a chegada da pessoa ao Centro de Eventos até o pós-vacinação. Hoje liberamos o link de agendamento pelo site da Prefeitura de Cuiabá, pelo qual todos os trabalhadores que se encaixam no grupo prioritário podem agendar a vacinação”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

A estrutura no Centro de Eventos do Pantanal tem capacidade para fazer mil atendimentos por dia e os agendamentos desta quinta-feira e de sexta-feira já estão lotados. “Agora já estamos trabalhando com o nosso fluxo normal de atendimento. Como vieram poucas doses e não temos previsão da chegada de mais, acreditamos que em uma semana já tenhamos terminado todas as doses recebidas, mesmo porque estaremos trabalhando aos sábados e domingos também”, completou Valéria.

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, pediu às pessoas que fazem parte dos demais grupos prioritários que tenham calma, pois o momento de serem imunizados vai chegar. “Infelizmente recebemos um quantitativo de doses bem inferior ao que estávamos esperando, por isso foi preciso priorizar a prioridade. Tão logo recebamos novas doses, os grupos serão chamados de acordo com o cronograma do Ministério da Saúde”, completou a secretária.

Leia mais:  Intervenção em córrego marca início da duplicação da Av. Dante Martins de Oliveira

A vacinação está sendo realizada no Centro de Eventos do Pantanal, de segunda a domingo, das 7h às 22h.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana