conecte-se conosco


MATO GROSSO

Sistema Penitenciário realiza Encontro de Educação, Trabalho e Renda

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP), realiza o Workshop de Educação, Trabalho e Renda, nesta quinta-feira (19.11). O evento faz parte de um encontro que aborda estes três pilares no âmbito do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, voltados para a pessoa privada de liberdade.

A abertura ocorrerá às 8h, no auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), com fala das autoridades presentes e assinatura de protocolo de intenções para atendimento da demanda das políticas transversais de educação, trabalho e renda para as pessoas privadas de liberdade.

Está prevista a participação do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante; supervisor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Penitenciário (GMF), desembargador Orlando Perri; secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosa Maria, entre outros.

Em seguida, o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT), Celso Paulo Banazeski, ministrará a palestra “Desenvolvimento econômico e empreendedorismo no ambiente prisional”. Às 9h30, representantes da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT) falarão sobre o tema “Assistência social, inserção socio-produtiva do privado de liberdade”.

Posteriormente, às 10h, a palestra “Qualificação de qualidade ao privado de liberdade” será ministrada por representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci-MT). O tema “Agricultura familiar como fonte de renda ao privado de liberdade” será abordado às 10h30, por representantes da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf-MT). Às 11h a palestra sobre “Educação para o privado de liberdade” será apresentada pelo secretário de Estado de Educação, Alan Porto.

Já às 11h30, o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, falará sobre “Trabalho no Sistema Penitenciário: Um desafio para muitas mãos”. A programação continuará no período da tarde, às 14h, com a apresentação do Plano e Mapeamento do Perfil de Educação e Trabalho das Unidades Prisionais do Estado. O encerramento está previsto para as 18h.

Leia mais:  Governador: "Milhares de mato-grossenses e pessoas de outros estados terão suas vidas salvas aqui"

Visita e inauguração na PCE

Realizado com apoio da Fundação Nova Chance (Funac), o evento inclui ainda visitação técnica à Penitenciária Central do Estado (PCE), na tarde desta quarta-feira (18.11), e a cerimônia de inauguração do Raio VI da PCE, na sexta-feira (20.11), às 10h. A visita é limitada aos gestores da SAAP e parceiros que tenham interesse.

A inauguração da obra na PCE contará com a presença do governador Mauro Mendes, do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, e autoridades do Estado. Há ainda a previsão da presença de autoridades de outros estados, como os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado, e de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. Após a solenidade, o governador e demais autoridades atenderão a imprensa em entrevista coletiva, no local.

Para acompanhar este evento na Penitenciária, os veículos de comunicação devem obrigatoriamente fazer o credenciamento até as 12h de quinta-feira (19.11) pelo e-mail [email protected], com nome, número do documento de identidade, veículo e função do profissional que fará a cobertura. Os profissionais que não estiverem credenciados não poderão entrar na unidade.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Aumento na oferta leva a queda nos preços de hortifrúti

Publicado


Os preços das principais hortaliças comercializadas no atacado em Cuiabá e Várzea Grande apresentaram queda brusca nesse início de dezembro, em relação à semana anterior. É o que aponta o levantamento realizado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), divulgado nesta terça-feira (01.12). De acordo com o comparativo de hoje com a da semana anterior, a redução nos preços das principais frutas, verduras e legumes comercializados na Central de Abastecimento de Cuiabá foi percebida em 22 dos 66 itens pesquisados.

Entre os produtos que tiveram os preços reduzidos vertiginosamente estão o tomate, a berinjela, o jiló, o chuchu e a pimenta-de-cheiro. Nesse último item o índice de queda chegou a 83% em apenas sete dias. De R$ 120, a caixa com 8kg do tempero de refogados está sendo vendida a R$ 20.

Já a berinjela que hoje custa R$ 15 a caixa com 12kg, na semana passada era vendida a R$ 35. Queda de 57% no valor de comercialização do fruto. De R$ 100 a caixa com 15kg do jiló caiu para R$ 50, representando uma redução de 50% no valor, e o chuchu teve redução de 42% no preço, passando de R$ 60 para R$ 35 a caixa com 21kg.

De acordo com técnica da Seaf, Doraci Maria Siqueira, a oferta elevada desses produtos no atacado é a causa para a redução nos preços. “A pimenta-de-cheiro por exemplo está em grande quantidade no comércio e por ser um produto com prazo de consumo curto, os comerciantes tratam de abaixar o preço significativamente para não correr o risco de perder o produto por descarte”, comenta a técnica da Seaf.

O único item que subiu de preço foi a mandioca, que de R$ 120 subiu para R$ 150. Nos últimos meses a raiz, tradicionalmente cultivada na agricultura familiar, está em escassez em Mato Grosso. A seca prolongada, a incidência de pragas e a pandemia provocaram a queda na produção da mandioca no Estado e, consequentemente, causaram a elevação do preço da raiz. Com a falta para abastecer o mercado interno, o comércio está tendo de importar mandioca de outros estados. “A grande maioria da mandioca que hoje é consumida em Mato Grosso tem vindo do Paraná, Mato Grosso do Sul e Goiás”, acrescenta Doraci Maria de Siqueira.

Leia mais:  Censo previdenciário pode ser feito on-line por quem não mora nas cidades polo

Cotação

A cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar é realizada semanalmente, toda terça-feira, a partir 5h, por técnicos da Seaf, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e Prefeitura de Cuiabá. A pesquisa de preço é realizada na Central de Abastecimento de Cuiabá, levando em conta o preço mínimo, mais comum e o preço máximo dos produtos encontrados nas barracas em três horários distintos durante o período matutino.

Além disso, o índice de preço médio dos 66 principais produtos da agricultura familiar em 21 estados brasileiros podem ser conferidos no site http://www.prohort.conab.gov.br/

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Mato Grosso registra redução de 37% nos crimes de roubo seguido de morte

Publicado


Mato Grosso registrou reduções nos principais índices criminais no período de janeiro a outubro deste ano. O levantamento é da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Superintendência do Observatório de Segurança, vinculada à Adjunta de Inteligência. As maiores reduções foram nos crimes de roubo seguido de morte (-37%); roubo, quando há violência ou ameaça (-31%); e furto (-30%).

O levantamento leva em conta os registros de Boletim de Ocorrências (BO) registrados nos 141 municípios do estado e é medido em relação aos primeiros 10 meses de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Neste ano, foram registrados 24 casos de roubo seguido de morte (latrocínio). Já em 2019 foram 38 ocorrências. Também em 2020, houve 8.273 queixas de roubos, contra 11.932 em 2019. Os furtos em 2020 foram 26.092, enquanto no mesmo período de 2019 ocorreram 37.504.

“Estes resultados refletem o bom trabalho dos policiais, investimento, e são reflexos também da organização da sociedade, das operações que nós fizemos e ainda têm resquícios da operação dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE). Recentemente, tivemos a inauguração de um raio na unidade, onde nós colocamos as principais lideranças das organizações criminosas e a ideia é continuar nessa mesma linha, construindo novos raios para poder realmente separar os presos condenados dos presos provisórios, presos de alta periculosidade dos de baixa periculosidade”, avalia o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Já no caso de homicídio doloso, a queda foi de 0,9%. Este ano morreram 685 pessoas em Mato Grosso, contra 691 no mesmo período de 2019. “Estas ações também provocaram a diminuição do homicídio doloso, mas nossa meta é reduzir ainda mais. Agora, quando se percebe os outros delitos, o roubo seguido de morte, o roubo, as reduções alcançam mais de 30%, e isso é muito bom, muito significativo. É atividade de inteligência ajudando na parte operacional. Nós melhoramos a qualidade das viaturas e isso já deu um impacto muito bom”, destaca Bustamante.

Leia mais:  Escola Militar do Corpo de Bombeiros abre inscrições para processo seletivo

Ainda segundo o gestor, a meta é que no próximo ano as ações sejam ampliadas, porque o Governo de Mato Grosso vai investir ainda mais na segurança pública. “A gente espera que no ano de 2021 os números continuem em redução”.

Mais reduções

O total de veículos roubados e furtados no estado também reduziu. Foram 1.581 roubos em 2019 e 1.129 ocorrências em 2020, o que equivale a uma redução de 29%. Já os furtos de veículos saíram de 1.963 registros para 1.555, ou seja, -21%.

Quanto ao tráfico e uso de drogas, a redução foi de 14%, passando de 5.564 ocorrências no ano passado para 4.793 em 2020.

Compõem as forças de segurança a Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Perícia Técnica e Identificação Oficial (Politec), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sistema Penitenciário e Sistema Socioeducativo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana