conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de autor de estupro seguido de morte em Barra do Garças

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O homem acusado de duplo estupro seguido de morte ocorrido na madrugada de segunda-feira (23.11) em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido, na sexta-feira (27.11), após ser localizado no município de Nova Xavantina.

O suspeito de 33 anos, identificado nas investigações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Barra do Garças, confessou o crime e disse que t matou a vítima porque foi reconhecido por ela.

O crime causou grande repercussão da cidade uma vez que além do duplo estupor, a vítima de 30 anos foi morta na presença filha, de apenas 11 anos de idade. Assim que foi acionada dos fatos a Polícia Civil iniciou as investigações conseguindo identificar o suspeito e realizando suas buscas.

Com todas as informações colhidas, a delegada Luciana canaverde representou pela prisão preventiva do suspeito que foi deferida pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças, e cumprida na sexta-feira (27), em frente a uma agência bancária em Nova Xavantina.

Após ter o mandado de prisão cumprido o suspeito foi conduzido a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças, onde foi interrogado pela delegada Luciana Canaverde e alegou que no momento do crime estava sob efeito de álcool e que entrou na casa em posse de uma faca com intuito de roubar.

O suspeito tem extensa ficha criminal,  tem parentes na vizinhança e estava sempre na região.  Ele confessou que abusou da menina e que estuprou a vítima maior de idade. Ele disse que matou a vítima por asfixia com um tecido que havia usado para amarrá-la depois de ser reconhecido por ela.

Leia mais:  Mulher é presa transportando cerca de 1 quilo de cloridrato de cocaína escondido na cintura

Devido a gravidade dos fatos, e para garantir a integridade física do suspeito a Polícia Civil solicitou que pelo menos até passar o período de clamor social, o suspeito fosse encaminhado ao presídio de Água Boa para cumprimento de pana.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Dois dias após homicídio, investigado é preso pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem investigado por um homicídio ocorrido em Confresa no último fim de semana foi preso na tarde de terça-feira (26.01) após deferimento da prisão pelo Poder Judiciário em representação da Polícia Civil.

A vítima, Valdeilson Rodrigues Cunha, 31 anos, foi encontrada ferida na manhã do último domingo (24), com perfurações de arma de fogo em uma estrada vicinal entre as cidades de Confresa e Santa Cruz do Xingu.

Conforme a investigação realizada pela equipe da Delegacia de Confresa, a vítima dirigia um veículo modelo Uno e foi abordada pelo suspeito, de 44 anos, que estava em uma S10 e já saiu da camionete atirando contra Valdeilson. A vítima saiu do carro na tentativa de escapar dos tiros, mas acabou sendo atingida e caiu na beira da estrada, quando recebeu outro disparo.

O suspeito fugiu do local a pé, abandonando a camionete. Durante a fuga, abordou um homem que transitava em uma motocicleta pela estrada e com a arma anunciou o roubo e levou a motocicleta Honda CG dessa vítima.

As diligências tiveram início imediatamente após o crime e com base nas informações coletadas, o delegado de Confresa, Matheus Augusto Soares, representou à Justiça da Comarca de Porto Alegre do Norte pela prisão do investigado, que foi localizado nesta terça-feira, em Confresa.

O investigado foi indiciado pelo homicídio qualificado e responderá no mesmo inquérito policial pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e roubo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Maquinário e 3 mil litros de óleo são apreendidos em área de desmatamento ilegal
Continue lendo

POLICIAL

Mulher é presa transportando cerca de 1 quilo de cloridrato de cocaína escondido na cintura

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT
 

Aproximadamente 1 quilo de cloridrato de cocaína foi apreendido pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), na noite de terça-feira (26.01) em Várzea Grande.

A peça da substância ilícita envolta em saco plástico, estava presa com fita adesiva no corpo de uma mulher, na região da cintura. A suspeita de 21 anos foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

As investigações iniciaram após denúncia sobre uma van que estava vindo do município de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), com destino a cidade de Várzea Grande, bem como uma das passageiras estava transportando certa quantidade de entorpecente.

Com base nas informações, os policiais civis da DRE passaram a diligenciar quando em uma rua do bairro Cohab Santa Isabel, localizaram um veículo com as mesmas características mencionadas na denúncia.

Na abordagem da van de transporte coletivo, a passageira suspeita foi identificada e durante entrevista a mesma informou que não possuía mala e também não estava com nada ilícito.

Porém foi solicitado apoio a uma policial penal que também estava na van, para proceder com a busca pessoal, momento em que a suspeita revelou que estava com uma peça de entorpecente presa ao seu corpo, através de uma faixa elástica de cor rosa.

Em seguida a jovem foi encaminhada para a DRE onde foi interrogada. Ao levantar a blusa para uma investigadora, foi encontrado cerca de 1 quilo de cloridrato de cocaína.

Diante do flagrante a conduzida foi autuada por tráfico de drogas, e após a confecção dos autos a mesma foi colocada à disposição da Justiça. As investigações continuam para apurar o destino do entorpecente, e para identificar outros possíveis envolvidos no crime.

Leia mais:  Maquinário e 3 mil litros de óleo são apreendidos em área de desmatamento ilegal

Denúncias

Além do disque denúncia via 197 da Polícia Civil, a DRE conta com um canal exclusivo para recebimento de informações referentes ao tráfico de drogas. Pelo telefone (65) 9 9989-0071 (whatsapp) podem ser feitas denúncias à DRE. O sigilo é absoluto.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana