conecte-se conosco


MATO GROSSO

Ocorrências criminais eleitorais foram registradas em 75 municípios do Estado

Publicado


Mato Grosso registrou 175 ocorrências criminais durante o primeiro turno das Eleições 2020, que foi realizado neste domingo (15.11). No topo da lista, com 131 casos, a boca de urna foi o ilícito mais praticado durante o pleito, seguido de ocorrências quanto ao tumulto nos locais de votação (11) e compra de votos (10). Do total de 141 municípios do Estado, apenas 75 registraram alguma atividade criminal. 

A informação é do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Os órgãos federais contabilizaram 21 ocorrências, entre boca de urna (14), corrupção eleitora (02), tumulto eleitoral (03), transporte de eleitores (01) e violação do sigilo do voto (01).

As eleições para as vagas de prefeito, vereador e senador começaram às 7 horas e seguiram até às 17 horas. Posteriormente, já teve início a contagem dos votos. Somente a capital de Mato Grosso terá segundo turno para a eleição de prefeito, que será realizada no dia 29 de novembro.

As outras ocorrências foram: Promover no dia da eleição, com a intenção de fraudar o exercício do voto, fornecimento gratuito de alimento e transporte coletivo (08), violar sigilo do voto (7), transporte de eleitor (02), fake news (02), injúria racial (02), ameaça contra candidato (01) e recusar ou abandonar o serviço eleitoral sem justa causa (01).

Dos municípios, Primavera do Leste foi o que registrou maior número de ocorrências, totalizando 11, seguido de Barra do Garças e Aripuanã, com oito cada uma e Comodoro e Tapurah, com seis registros cada. O maior colégio eleitoral do Estado, Cuiabá registrou cinco casos.

“A Sesp avalia as atividades realizadas no dia eleição como muito positivas. Tivemos um planejamento antecipado com a união de todas as forças de segurança, tanto a nível estadual, como federal e todas as nossas ações houve a participação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).  Ontem tivemos o gabinete de gestão de crise composto por todos órgãos, exatamente para dar o suporte e segurança nas eleições. Então, a gente acredita que pelo tamanho do estado, pela quantidade de municípios que nós temos, o número de ocorrências registrados estão dentro das expectativas de segurança. Destaco ainda que todas estas ocorrências foram rapidamente atendidas, resolvidas e dada o devido encaminhamento, de forma que a proposta da Sesp e do TRE é exatamente garantir o direito universal do voto”, destacou o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Fortes.

Leia mais:  Corpo de Bombeiros recebe cão para auxiliar nas ocorrências de busca, resgate e salvamento

Efetivo empregado

Para Operação Segurança nas Eleições 2020, a Sesp-MT empregou um efetivo de 4.523 profissionais e 1.337 viaturas para todo o estado. Já a Polícia Federal destinou 207 profissionais e 54 viaturas, a PRF atua com 70 policiais e 30 viaturas, o Exército com 375 militares, e a Marinha disponibilizou 8 fuzileiros e 2 motoristas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governador Mauro Mendes decreta luto oficial pelo falecimento de Dom Bonifácio Piccinini

Publicado


O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentaram o falecimento do arcebispo emérito de Cuiabá Dom Bonifácio Piccinini, na noite deste sábado (28.11).

“Recebemos a notícia com grande pesar. Perdemos hoje um homem que fez a diferença com suas ações e sua fé. Ele sempre foi um exemplo para todos nós”, afirmou o governador e a primeira-dama.

O governador decretou luto de 3 dias pelo falecimento do arcebisto, em homenagem a todo o trabalho realizado por ele, ao longo de 45 anos dedicados a Igreja Católica. 

O decreto será publicado na próxima edição do Diário Oficial do Estado.

O arcebispo tinha 91 anos e estava internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI), no Hospital Estadual Santa Casa. Ele foi internado no dia 23, após uma oscilação da pressão.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sábado (28): Mato Grosso registra 158.314 casos e 4.127 óbitos por Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Sábado (28): Mato Grosso registra 158.314 casos e 4.127 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (28.11), 158.314 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.127 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 230 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 158.314 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.524 estão em isolamento domiciliar e 151.194 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 129 internações em UTIs públicas e 136 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 32,01% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (34.902), Rondonópolis (11.700), Várzea Grande (11.229), Sinop (8.294), Sorriso (6.759), Lucas do Rio Verde (6.158), Tangará da Serra (6.098), Primavera do Leste (5.268), Cáceres (3.623) e Nova Mutum (3.349).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 123.762 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 152 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (27), o Governo Federal confirmou o total de 6.238.350 casos da Covid-19 no Brasil e 171.974 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.204.220 casos da Covid-19 no Brasil e 171.460 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (28). 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde. 

Leia mais:  Com simulação de conflitos reais, agentes se capacitam para operar no Sistema Socioeducativo

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana