conecte-se conosco


ESPORTES

Mesmo com chuva forte, Vasco e Fortaleza se esforçam mas ficam no empate

Publicado


Nesta quinta-feira (19/11), às 19h, o Vasco da Gama enfrentou o Fortaleza, em São Januário na partida referente a décima sexta rodada do Brasileirão que estava atrasada. O resultado positivo além de poder gerar os três pontos para equipe vitoriosa, garantia um salto importante na tabela do campeonato, mas o jogo terminou empatado e o Vasco subiu apenas uma posição. O Cruzmaltino saiu do Z4, porém o resultado não atendeu as expectativas. Apesar do histórico positivo do Vasco referente aos duelos passados contra o Fortaleza, a equipe adversária é perigosa e organizada taticamente, então exigia bastante cautela nas tomadas de decisões. Quanto mais o tempo passava, mais era notável que a partida poderia ser definida nos detalhes e a chuva forte contribuia com este cenário.

Agora o Vasco irá se preparar para o próximo jogo que será no domingo (22/11), contra o São Paulo. A partida está definida para 16h no estádio do Morumbi. A transmissão ficará por conta da Rede Globo e o pré-jogo será na VascoTV. Vale lembrar que no primeiro turno o Gigante da Colina saiu vitorioso com dois gols do Germán Cano dentro de São Januário: Vasco 2 a 1.

Um Club de tanta história como o Vasco da Gama não poderia deixar de prestar homenagem na véspera da data da Consciência Negra. O elenco iniciou a partida homenageando os negros que enfrentam a batalha dessa luta contra o preconceito diariamente. Através de um gesto simbólico do punho fechado para cima, os jogadores da equipe Cruzmaltina representaram a causa que o Gigante da Colina sempre defendeu em toda a sua história. Em seguida, o árbitro deu inicio ao jogo.

A partida começou de forma equilibrada e aos poucos foi sendo definido o que o torcedor poderia esperar da disputa. Depois dos dez minutos o confronto foi esquentando. Aos onze, o Vasco tinha finalizado duas vezes enquanto o Fortaleza possuia apenas uma finalização. Aos 12, Léo Gil cobrou uma falta que obrigou o goleiro do time adversário ir no segundo andar buscar a bola. Chegando aos 14, o Vasco tocava bastante a bola e do outro lado o Fortaleza marcava em cima. O time de São Januário buscava tomar mais a iniciativa do ataque, porém encontrava obstáculos para furar a defesa da equipe visitante. Aos 16, durante uma bola parada do Léo Gil o Cano quase abriu o placar para o Gigante da Colina. Através de um lance de cabeça, a bola ia dentro do gol se não fosse a impecável defesa do goleiro adversário.

  Com três vitórias consecutivas Sport chega a 20 pontos ao derrotar a Bahia

Leia mais:  Abel comanda atividades táticas e aprimora finalizações visando Delfín

No início do primeiro tempo, o jogo seguia bem disputado e o Vasco se destacava mais com melhores oportunidades de gol. O time da casa buscava aproveitar os momentos de bola parada. Por outro lado, o Fortaleza criava chances através do contra-ataque e com mais posse de bola. Após aos 30 minutos, a equipe adversária conseguiu se organizar melhor dentro do campo, enquanto o Cruzmaltino estava atento as respostas do Fortaleza e o Vasco procurava ser mais ofensivo. Aos 45, o Gigante da Colina conseguiu assustar a zaga do adversário com uma bola alta dentro da área. No minuto seguinte, o Marcelo Alves de forma bastante eficaz paralisou o contra-ataque. O primeiro tempo foi finalizado com as duas equipes defendo bem, mas sem finalizações de sucesso.

O Vasco voltou para o segundo tempo substituindo o Talles Magno pelo Gustavo Torres na tentativa de mudar a movimentação no ataque, mas ainda assim encontrava dificuldade para se infiltrar na zaga do adversário para procurar abrir o placar em São Januário. Além disso, a chuva intensa estava atrapalhando a performance do jogo para ambos os lados.  Aos 19 minutos, o Vasco teve uma boa chance de abrir o placar no Caldeirão, mas a bola insistiu em não balançar o fundo da rede. Naquele momento o Gigante da Colina se recuperou na partida e logo em seguida, aos 23, Gustavo Torres assustou o time do Fortaleza com uma infiltração perigosa. Novamente aos 25, ele explodiu a bola em cima do goleiro Felipe Alves. Ainda aos 25, quase saiu o gol dos visitantes, mas o Fernando Miguel fez duas defesas difíceis consecutivas no mesmo lance.

Leia mais:  Mesmo com derrota Santos avança nas quartas de finais da Libertadores

O jogo esquentava cada vez mais. Naquele momento enquanto um time atacava, o outro buscava responder em seguida. Aos 34, Léo Gil teve uma chance clara mandando um chute rápido e potente na tentativa de encontrar o gol, mas a bola saiu raspando na trave. Pelo Vasco, o jogador se destacava na partida e teve a chance mais clara de gol. Quase aos 40, na etapa final, Fernando Miguel fez outra defesa impecável saindo da pequena área e sendo o melhor em campo. Após dois lances seguidos, em minutos consecutivos, a bola do Fortaleza não balançou a rede do goleiro do Vasco por sorte. No momento final do duelo, o adversário deu trabalho para zaga do Vasco. Os jogadores sentiram o final da partida, mas não desistiram de buscar o resultado. Após nenhuma equipe conseguir finalizar de forma eficaz, o jogo foi encerrado com o empate de 0 a 0.

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Após treinos constantes, Internacional está preparado para enfrentar Boca Juniors

Publicado


A bola vai rolar para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Dois clubes gigantes do futebol sul-americano lado a lado no estádio Beira-Rio. Inter e Boca Juniors entram em campo nesta quarta-feira (02/12), às 21h30, no jogo de ida, valendo vaga na próxima fase da competição continental.

Depois do jogo ser adiado pela morte de Diego Maradona, ídolo do futebol mundial e torcedor ilustre da equipe argentina, as datas dos confrontos passaram para os dias 2 e 9 de dezembro. E para levar a vantagem para a Bombonera, o Colorado buscará a vitória em casa nesta quarta.

A preparação para a partida foi encerrada na tarde desta terça-feira (1º/12), no CT Parque Gigante. A comissão técnica do treinador Abel Braga comandou um trabalho tático com o provável time que entrará em campo contra o Boca. Para o duelo, Cuesta e Rodinei estão suspensos e ficam de fora, além dos machucados Moisés, Abel Hernández, Saravia, Boschilia e Guerrero. Já Edenilson, Caio Vidal e Matheus Jussa testaram positivo para a covid-19 e estão isolados das atividades.

Comentários Facebook
Leia mais:  Mesmo com derrota Santos avança nas quartas de finais da Libertadores
Continue lendo

ESPORTES

Mais de 10 jogadores da base estrearam no profissional do Fluminense em 2020

Publicado


A base do Fluminense segue em alta em 2020. Com a entrada dos volantes Martinelli e de Nascimento no jogo contra o Red Bull Bragantino, o Tricolor chegou a 11 atletas formados em Xerém que estrearam no time principal neste ano sob o comando do técnico Odair Hellmann. Além deles, Caio Paulista, que fez a base no Flu, retornou ao clube este ano e também fez seu primeiro jogo pelo Time de Guerreiros.

Essa segunda-feira foi um dia muito especial na minha vida. Não tenho nem palavras para descrever esse momento. É um sonho estrear como profissional, ainda mais nesse clube. Sou muito grato a Xerém. Lá sempre sai muitos talentos, sempre revela grandes jogadores. Todo ano que passa sempre tem vários se destacando – disse Martinelli, um dos estreantes da noite.

 

Falei com o Martinelli e com o Nascimento para terem tranquilidade, confiança e personalidade. Aos poucos as coisas vão acontecer. Fiquei muito feliz de jogar ao lado do Martinelli, é o terceiro ano seguido jogando junto com ele. Tem muita qualidade, é uma grande pessoa. Falei que com o tempo ele vai ganhando ritmo, oportunidades e vai dar tudo certo – conta André.

O outro estreante da noite, Nascimento, entrou na etapa final, justamente no lugar de Martinelli. Para o volante, foi um sonho realizado jogar pelo Fluminense e no Maracanã. Além disso, ele se disse à vontade, principalmente por estar jogando com vários ex-companheiros de base.

+.

Além de Martinelli e Nascimento, Lucas Barcelos, Gabriel Capixaba, Matheus Pato, Calegari, Luiz Henrique, André, Wisney, Daniel e Christian também fizeram seu primeiro jogo pelo time principal do Fluminense. Outros atletas formados em Xerém têm sido relacionado para jogos ultimamente, mas ainda não entraram em campo, casos de Luan, Higor e Guilherme.

Leia mais:  Após treinos constantes, Internacional está preparado para enfrentar Boca Juniors

Atualmente o Fluminense conta com “Moleques de Xerém” de diversas gerações no seu time principal. Além dos já citados, fazem parte do elenco tricolor Marcos Felipe, Igor Julião, Digão, Frazan, Miguel, Wellington Silva, Caio Paulista e Marcos Paulo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana