conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mato Grosso registra 127 ocorrências relacionadas às eleições

Publicado


Mato Grosso registrou 127 ocorrências criminais relacionadas às Eleições 2020. É o que aponta o levantamento do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), divulgado no último boletim deste domingo (15.11), às 16h40. Destas, 105 foram referentes à boca de urna, crime eleitoral que consiste na divulgação no dia da eleição de partido político ou candidatos.

Os demais registros foram: Tumultuar local de votação (05); compra de votos (05); promover, no dia da eleição, para fraudar o exercício do voto, a concentração de eleitores, inclusive com fornecimento gratuito de alimento e transporte coletivo (04); fake news (02); violar sigilo de voto (02); transporte de eleitor (02); recusar ou abandonar o serviço eleitoral sem justa causa (01); injúria eleitoral (01).

O detalhamento por municípios pode ser acessado no boletim, clicando aqui.

Os dados foram compilados pelo GGI e incluem os levantamentos da Superintendência do Observatório de Segurança da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), responsável pelos registros da Polícia Civil (PJC-MT) e Polícia Militar (PM-MT). Já a Polícia Federal (PF) registrou 16 ocorrências de crimes eleitorais, conforme consta no boletim.

As eleições deste ano são para os cargos de prefeito(a), vereador(a) e suplementar ao Senado Federal. O GGI das Eleições 2020 está instalado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Sesp-MT, e conta com o trabalho das forças de segurança estaduais (PM-MT, PJC-MT, CBM-MT, Ciopaer, Gefron e Politec), da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército Brasileiro, Marinha do Brasil e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

Na manhã deste domingo, o secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante, recebeu o presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli, o juiz eleitoral Lídio Modesto, e outros representantes do Tribunal, e apresentou a estrutura disponibilizada à Justiça Eleitoral.

Leia mais:  Secretário de Saúde é avaliado por equipe médica especializada; reinfecção não é confirmada

“Tanto a Sala de Situação quanto a Sala NOC (videomonitoramento) foram estruturas criadas na véspera da Copa do Mundo de 2014, e ficaram como legados para atender esses eventos de grande porte. É um aparato de tecnologia que funciona de forma integrada, para garantir segurança à população”, ressaltou o titular da Sesp-MT.

O presidente do TRE-MT elogiou o trabalho realizado por todos os órgãosenvolvidos e o empenho das forças de segurança. “Tudo começa antes do dia da eleição, com reuniões, planejamento, toda a logística, e sem essa integração com a Sesp-MT e as forças federais não conseguiríamos chegar neste resultado”, frisou o desembargador.

Efetivo empregado

Para Operação Segurança nas Eleições 2020, a Sesp-MT empregou um efetivo de 4.523 profissionais e 1.337 viaturas para todo o estado. Já a Polícia Federal destinou 207 profissionais e 54 viaturas, a PRF atua com 70 policiais e 30 viaturas, o Exército com 375 militares, e a Marinha disponibilizou 8 fuzileiros e 2 motoristas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Projeto Comando Itinerante leva reforço policial e ações sociais para Santo Antônio de Leverger

Publicado


Nesta quinta-feira (03.12), a partir das 9h, o projeto Comando Itinerante, ação do 1º Comando Regional da Polícia Militar, será desenvolvido em Santo Antônio de Leverger, município da região metropolitana localizado a 33 km de Cuiabá.

Além de reforço ao policiamento com emprego de equipes da 20ª Companhia de Força Tática e Companhia Raio de Moto-patrulhamento, haverá reuniões com lideranças comunitárias, atendimento do comandante regional coronel Esnaldo Moreira em um gabinete móvel, monitoramento eletrônico de vias, entre outros serviços.

A base do Comando Itinerante será a sede da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar, que fica na entrada da cidade, a margem da MT-040 (rodovia Palmiro Paes de Barros).

Serviço

Pauta: Projeto Comando Itinerante, em Santo Antônio de Leverger

Data: Quinta-feira (03.12)

Horário: a partir das 9h

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  CGE e Seplag designan comissão para elaborar programa contra o assédio nos órgãos estaduais
Continue lendo

MATO GROSSO

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso

Publicado


Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e  já coleciona inúmeras vitórias no tatame.   

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro  das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta  mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro  no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo. 

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu. 

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores  do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre  R $250 a R$1,6 mil  pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante. 

Leia mais:  Promoção de oficiais e praças marca comemoração do Dia do Patrono do Corpo de Bombeiros Militar

Projeto Jiu-Jitsu Rotam

O projeto Jiu-Jitsu Rotam é coordenado por policiais militares e atende cerca de 200 crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Por meio da prática esportiva, a PM busca atender famílias carentes  que através de aulas gratuitas de Jiu-Jitsu fomentam a importância do esporte e da cidadania, evitando a ociosidade. 

 
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana