conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Covas tem 58% dos votos no 2º turno; Boulos fica com 42%, diz Datafolha

Publicado


source
Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) estão no 2º turno
Arte iG

Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) estão no 2º turno

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (19) mostra que o candidato Bruno Covas (PSDB), atual prefeito da capital paulista, tem 58% dos votos válidos no 2º turno das eleições municipais em São Paulo e Guilherme Boulos (PSOL) tem 42%. O levantamento com votos válidos desconsidera aqueles que disseram que votariam branco, nulo e os indecisos.

Nos votos totais, o tucano tem 48%, enquanto o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) tem 35%. Os que disseram que votariam nulo ou branco foram 13%, já os indecisos foram 4%.

A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para ou para menos e nível de confiança de 95%. Foram ouvidos 1.254 eleitores em São Paulo entre terça (17) e na quarta (18). Ela foi encomendado pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo e o protocolo junto à Justiça Eleitoral é SP-03437.

No 1º turno das eleições, Covas venceu com 32,85% dos válidos. Boulos ficou em segundo lugar 20,24%. Márcio França (PSB) ficou em terceiro, com 13,64%, seguido por Celso Russomanno (Republicanos), com 10,5%.

O atual prefeito é favorito entre os mais pobres, com 60% das intenções de voto contra 40%, mas também entre os mais ricos (56% a 44%). Esse perfil de remuneração mais alta é onde Boulos costuma ir melhor.

Leia mais:  Intubado por conta da Covid-19, Maguito Vilela é o novo prefeito de Goiânia

O socialista só ultrapassa Covas entre os mais jovens. Entre os eleitores de 16 a 24 anos, os percentuais são de 59% e 41% a favor do líder de movimentos de moradia. Já na faixa superior, de 25 a 34 anos, a diferença é menor, mas Boulos segue numericamente à frente dentro da margem de erro: 53% a 47%.

Entre os evangélicos, Covas ficou com o espólio de Russomanno. O tucano tem 62% desses votos, enquanto Boulos tem 38%. No caso do eleitores com ensino superior, onde o socialista também costuma ter bom desempenho, também há empate técnico de 53% a 47% a favor do tucano.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Em revés histórico para Dino, Eduardo Braide é eleito prefeito de São Luís

Publicado


source
Eduardo Braide (PODE-MA)
Pablo Valadares/Agência Câmara

Eduardo Braide (PODE-MA)

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) é o novo prefeito de São Luís . Com 89,27% das urnas apuradas, ele já conta com 55,95% dos votos válidos e pode ser considerado eleito.

A vitória do candidato do Podemos marca, além da derrota do seu concorrente direto, Duarte Júnior (Republicanos), um revés histórico para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que participou de atos de Duarte e pediu votos para o Republicanos no segundo turno.

A aliança, entretanto, não foi consenso na base aliada do governador, que viu partidos como o DEM e o PDT não apoiarem a candidatura do republicano. O DEM ficou neutro, e o PDT declarou apoio a Braide.

Braide  já havia sido candidato em 2016 e chegou a ir ao segundo turno na ocasião, mas foi derrotado para o atual prefeito Edvaldo Holanda Júnior (PTC), então candidato de Flávio Dino.

Durante a campanha, Braide foi acusado de esconder o apoio de bolsonaristas no estado, como do senador Roberto Rocha (PSDB). 

Comentários Facebook
Leia mais:  Em revés histórico para Dino, Eduardo Braide é eleito prefeito de São Luís
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Dr. Pessoa é eleito prefeito de Teresina

Publicado


source
Dr. Pessoa (MDB)
Reprodução/Twitter

Dr. Pessoa (MDB) terá seu primeiro mandato como prefeito

Dr. Pessoa (MDB) foi eleito no 2º turno neste domingo (29) como o novo prefeito de Teresina para os próximos quatro anos. Com 92,67% das urnas apuradas, ele teve 62,41% dos votos válidos. Esse será o primeiro mandato de Pessoa no comando do poder executivo municipal. O candidato vencido foi Kleber Montezuma (PSDB), que às 18h20, tinha 37,59% dos votos.

Dr. Pessoa, 74 anos, é formado em medicina pela Faculdade de Medicina de Teresópolis (UNIFESO), Rio de Janeiro. Ele já foi diretor de unidades de saúde no Rio de Janeiro e no Piauí e atualmente é professor na Universidade Federal do Piauí (UFPI). O prefeito eleito já foi vereador de Teresina por três mandatos seguidos e deputado estadual.

Entre as propostas de Dr. Pessoa está a reestruturação de toda a rede municipal de saúde, com iniciativas para proteção das mulheres e idosos, como a criação de dois hospitais (Hospital da Mulher e Hospital do Idoso), ambos relacionados a delegacias e núcleos de amparo especializados para cada grupo.

Comentários Facebook
Leia mais:  Intubado por conta da Covid-19, Maguito Vilela é o novo prefeito de Goiânia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana