conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Conheça 15 filmes e séries para saber mais sobre negritude

Publicado


source

Em 2020, o debate sobre negritude se tornou um dos grandes protagonistas em todo mundo, principalmente pelos protestos que aconteceram após a morte de George Floyd, nos Estados Unidos . No Brasil, o tema ganha espaço no mês de novembro, em que se celebra o Dia da Consciência Negra.


No entanto, esse é um problema social que perdura há muitos séculos. Mesmo que a visibilidade à negritude tenha ficado ainda mais presente nos últimos anos, há tempos a arte audiovisual cria maneiras de alertar e criticar o racismo , bem como celebrar a diversidade étnica e evidenciar a luta das pessoas pretas .

O iG Gente selecionou 15 filmes e séries para conhecer e assistir que abordam a negritude e expandem o debate sobre o recorte racial.

1- Pantera Negra


Pantera Negra retrata a história do príncipe do reino de Wakanda, T’Challa (Chadwick Boseman), que vive escondida do mundo inteiro na África e é um lugar rico e próspero. Foi um filme considerado importante para a comunidade negra , principalmente crianças, porque deu um novo significado à representatividade de pessoas negras na tela.

O filme fez história e chegou a ser levado para as principais premiações de cinema, como o Oscar. Neste ano Chadwick Boseman faleceu de câncer e comoveu o mundo inteiro , o que se tornou mais um motivo para o filme se tornar ainda mais emocionante.

2- Corra!


Já considerado como um dos clássicos do terror, ‘Corra! ‘ cria uma trama eletrizante e assustadora de um jovem rapaz que namorada uma mulher branca e vai conhecer sua família. Logo ele percebe que as pessoas estão agindo de maneira estranha e que ele pode estar em perigo. Escrito e dirigido por Jordan Peele, o filme é pioneiro ao retratar os horrores da violência racial e por mostrar como os traços racistas da sociedade nunca foram embora.

3- Black Is King


O musical estrelado por Beyoncé , tanto na tela como na trilha sonora, é uma recriação da trama de  ‘O Rei Leão’ a partir do ponto de vista das tradições e estéticas do continente africado, resultando em um filme afrofuturista que celebra as culturas de matrizes africanas. Além de ser um prato cheio para os fãs de Bey , conta com uma experiência visual belíssima e repleta de simbolismos que reforçam essa ideia. O filme estará disponível na plataforma Disney+, que chega ao Brasil nesta semana.

Leia mais:  Morre o ator Hugh Keays-Byrne, vilão do primeiro da saga "Mad Max"

4- Lovecraft Country


Considerada uma das séries melhores séries de 2020, Lovecraft Country ousou ao se apropriar da obra de um dos autores mais influentes da literatura do terror, H. P. Lovecraft (1890 – 1937), reconhecido como um racista, para abordar as dores das pessoas negras durante a segregação racial dos Estados Unidos. Ao longo de seus 10 episódios, a trama mescla horror cósmico, aventura e magia para falar sobre racismo, privilégio branco, apropriação cultural, empoderamento, violência racial e união de pessoas negras (principalmente mulheres).

5- Que Horas Ela Volta?

regina casé em que horas ela volta
Divulgação

Regina Casé interpretou uma empregada doméstica em ‘Que Horas Ela Volta?’

O filme nacional ganhou destaque no Brasil e no mundo por abordar a realidade das empregadas domésticas que trabalham em casas de famílias ricas. Além disso, também apresenta o motivo pelo qual essas profissionais, em sua maioria mulheres negras, se submetem a certos tipos de trabalho: para proporcionar melhores condições de vida para a família. O filme segue Val ( Regina Casé ), uma mulher pernambucana que trabalha como empregada doméstica na casa dos patrões, em São Paulo. Sua filha, Jéssica (Camila Márdila), vai morar na casa deles e logo começa a bater de frente com as injustiças e violências sofridas pela mãe em seu cotidiano.

6- Hair Love


O curta-metragem Hair Love é uma animação que retrata uma garota com cabelos crespos e seu pai, que tenta fazer um penteado. Em quatro minutos, aborda a valorização dos cabelos afro de uma maneira carinhosa e realista. O filme ganhou o Oscar de Melhor Animação em 2020 e está disponível inteiro no YouTube.

7- This Is Us


A série This Is Us já é bem conhecida por fazer o público chorar e por tocar em assuntos importantes como alcoolismo, gordofobia, trauma e saúde mental. No entanto, a série também é muito eficaz ao abordar a questão racial.

Um dos personagens, Randall (Sterling K. Brown), é negro e cresceu em meio a uma família branca, porque foi adotado. Mesmo que tenha crescido em um ambiente repleto de amor, ele leva muito tempo para reconhcer sua identidade como homem negro e até mesmo os tipos de racismo que sofria em ourtos espaços. A série acompanha o reconhecimento tardio de Randall sobre sua negritude e retrata de forma sensível e poderosa temas como racismo, identificação e representatividade.

Leia mais:  Jennifer Lopez lança o novo single "In The Morning"

8- Olhos Que Condenam



“Eu não… Eu não devia estar aqui.”

A minissérie original da Netflix retrata a prisão dos meninos negros que foram acusados falsamente de estarem envolvidos no caso da Corredora do Central Park, em que uma corredora foi estuprada e agredida enquanto caminhada pelo Central Park, em Nova York, nos Estados Unidos, em 1989. A maioria dos garotos, que ficaram conhecidos como Os Cinco do Central Park, era menor de idade. A polícia os coagiu para confessar os crimes e os submeteu a interrogatórios enviesados e roteirizados, sem a presença de um pai ou advogado. Além da maneira como o crime foi tratado pelas autoridades, os episódios focam em contar como a vida desses jovens foram impactadas depois do crime.

9- Queen & Slim


Depois de sair do primeiro encontro, um casal é abordado de forma violenta por um policial. Para se defender, os dois dão um tiro no oficial e precisam fugir para não irem presos. Eles começam a fugir pelos Estados Unidos e rapidamente se tornam símbolos da luta antirracista e contra a opressão policial para a comunidade negra. O filme é uma crítica principalmente ao racismo cometido pela polícia contra a comunidade negra nos Estados Unidos.

10- Waves

cena do filme waves
Divulgação

‘Waves’ retrata uma família que passa por um trauma


O filme de 2019 retrata uma família rica que passa por uma situação traumática e precisa aprender a lidar com sentimentos como amor e perdão. É um ótimo exemplo de representatividade no cinema, já que aborda uma família comum que passa por um problema que qualquer pessoa poderia passar. É um filme perfeito para refletir e se emocionar.

11- Time

cena do filme time
Divulação

O documentário ‘Time’ mostra o dia a dia de uma ativista que quer libertar seu marido encarcerado


É um documentário norte-americano que acompanha a ativista Fox Rich, cujo marido, Rob Rich, cumpre pena de 60 anos de prisão nos Estados Unidos. O público acompanha sua luta para libertar Rob, suas palestras como ativista em prol da vida de pessoas negras que vivem em privação de liberdade e seu cotidiano sem o marido.

Leia mais:  Pitty anuncia DVD duplo com arquivos completos de "MATRIZ"

12- Pequenos Incêndios Por Toda Parte


“Você não fez boas escolhas, você teve boas escolhas.”

A minissérie contrasta uma família branca rica com uma mãe solteira negra que vive com sua filha em um carro. Elena Richardson (Reese Witherspoon) oferece uma casa sua para Mia Warren (Kerry Washington) e logo começa a corroborar estereótipos em relação às pessoas negras, principalmente mulheres. Entre eles, oferecer um cargo de empregada doméstica, tratá-la com desprezo mas dizer que ela “é uma amiga, da família”. Abre debates também sobre meritocracia e racismo estrutural.

13- Tangerina


“Lá fora, é tudo sobre a nossa luta.”

O filme (totalmente gravado em um celular) é uma comédia que acompanha duas  travestis negras que são trabalhadoras sexuais. Uma delas descobre que foi traída pelo namorado e está em busca da nova amante para se vingar. Com uma abordagem realista, mostra a realidade de trabalhadoras sexuais transgênero e travestis nos Estados Unidos com muito humor e de maneira leve.

14- Atlanta


A série mescla comédia com drama e é muito eficiente ao retratar o racismo nos Estados Unidos de maneira irônica e ácida. É um tipo de humor desconfortável em que se ri do ridículo das situações, o famoso “rindo de desespero”. Earn Marks (Donald Glover, que você também pode conhecer como o artista musical Childish Gambino) está quebrado de dinheiro e decide se tornar produtor de seu primo, o rapper Paper Boi (Brian Tree Henry). A série é muito eficiente ao colocar o racismo de maneira sutil em diálogos e situações sutis, discutindo sobre o racismo velado e como ele passa despercebido por pessoas brancas, mas tem um impacto completamente diferente para pessoas negras.

15- O Que Ficou Para Trás

cena de O Que Ficou Para Trás
Divulgação

‘O Que Ficou Para Trás’ evidencia a dor do refúgio


O filme é um terror dramático que retrata um casal de refugiados que deixa o Sudão e vai morar no Reino Unido. Lá os dois moram em uma casa cedida pelo governo e precisam mostrar que merecem a cidadania britânica. Mas logo eles percebem que a casa está assombrada e passam a ter alucinações e a ver assombrações. O enredo discute os traumas do refúgio e as marcas deixadas por um país em guerra.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Jennifer Lopez lança o novo single “In The Morning”

Publicado


source

The Music Journal Brazil

undefined
Redação

Jennifer Lopez lança o novo single “In The Morning”

A estrela latina Jennifer Lopez lançou nesta quarta-feira (2) o aguardado single In The Morning , que já está em todas as plataformas digitais pela Warner Music, via HITCO e Nuyorican Productions.

Jennifer começou aquecendo e provocando os fãs sobre a música no início desta semana, lançando um trailer de 15 segundos no TikTok e no Instagram com imagens impressionantes do rosto e corpo. Jennifer lançou a arte da capa do single In The Morning e anunciou a o lançamento do single surpresa. A imagem, feita por Mert & Mercus, já recebeu mais de 7,14 milhões de likes na postagem feita pela artista no Instagram , tornando-a a mais curtida do perfil da cantora.

Jennifer Lopez lança o novo single

Foto: Warner Music

Com este lançamento, In The Morning, escrita e produzida por Jackson Foote, Johnny Simpson, James Abrahart (J Hart), Jennifer Lopez, Jeremy Dussolliet, Tim Tim Sommers, Patrick Ingunza e Daniel Rondon , a estrela latina assegura aos ouvintes que palavras de afirmação são mais impactantes que a linguagem do amor.

A faixa demanda certeza nas declarações de amor, insistindo que a certeza seja constante e não apenas nos momentos em que as paixões rugem.

Ouça:

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Pitty anuncia DVD duplo com arquivos completos de "MATRIZ"
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Pitty anuncia DVD duplo com arquivos completos de “MATRIZ”

Publicado


source

The Music Journal Brazil

undefined
Redação

Pitty anuncia DVD duplo com arquivos completos de “MATRIZ”

A cantora Pitty anunciou nesta quarta-feira (20) o DVD duplo MATRIZ: Arquivos Completos , que já está disponível pela gravadora Deck . Este trabalho apresenta o primeiro DVD com o show histórico da Concha Acústica , em Salvador, onde a artista recebeu no palco os músicos que participaram do álbum, todos baianos: Lazzo Matumbi, Larissa Luz, Russo Passapusso e Robertinho Barreto (BaianaSystem).

Acompanhada por sua banda composta por Martin (guitarra), Daniel Weksler (bateria), Guilherme Almeida (baixo) e Paulo Kishimoto (teclados), ela tocou todas as músicas do disco e vários sucessos de sua carreira. Além da apresentação, o DVD traz um making of com bastidores do evento.

O segundo DVD traz o documentário MATRIZ.doc , dirigido por Otavio Sousa , um passeio de 1 hora de duração não só pelas gravações do disco como por toda carreira da Pitty, trazendo imagens dos primeiros shows e a própria cantora contando sua trajetória. O longa-metragem estreou no festival internacional In-Edit Brasil 2020 e foi ao ar no canal pago GNT , em outubro.

 Pitty anuncia DVD duplo com arquivos completos de

Foto: Deck

No conteúdo extra ainda há VideoTrackz , uma minissérie produzida para Instagram Stories inspirada nas faixas de MATRIZ , além dos videoclipes de Te Conecta, Noite Inteira, Bicho Solto, Ninguém é de Ninguém, Submersa e o inédito Motor.

MATRIZ ao vivo na Bahia será transmitido pelo Multishow na faixa Multishow Music Live , no próximo sábado (5) às 15h.

O DVD MATRIZ: Arquivos Completos chegará às lojas na semana de 7 de dezembro e o áudio do show será lançado em todas as plataformas digitais nesta sexta-feira (4).

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Mirella foi expulsa de casa aos 17 anos e hoje, com 22, sustenta família
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana