conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Claudia Raia relembra casamento com Alexandre Frota: “Devaneio adolescente”

Publicado


source

Claudia Raia relembrou um pouco de seu passado ao falar sobre o casamento que teve com Alexandre Frota. A biografia da atriz está prestes a ser lançada e o livro fala sobre diversas passagens da vida da artista, como a polêmica relação com o ex-ator pornô e atual político,  que ela já chamou de mulherengo compulsivo.

Casamento de Claudia Raia com Alexandre Frota
Reprodução

Casamento de Claudia Raia com Alexandre Frota

“Já começamos o livro por aí, esse grande devaneio adolescente que foi o meu casamento com o Alexandre. Foi uma cerimônia religiosa muito suntuosa, uma festa para 500 pessoas, muito vestido, muita cauda, muito véu. Uma loucura! Além do casamento, conto toda a nossa história. Vocês vão descobrir um pouco mais sobre isso”, contou a atriz em entrevista à revista Elle. Claudia também garante que está tudo descrito no livro, inclusive a explicação do porquê ela jogou as roupas de Frota na Lagoa Rodrigo de Freitas , no Rio de Janeiro.

Além da relação com Alexandre Frota, Claudia também falou sobre o casamento com Edson Celulari, com quem teve dois filhos, Enzo e Sophia. “Nós tínhamos uma relação tranquila, amorosa. Edson me ajudou a encontrar o meu tamanho. Antes, comigo era tudo muito: muito cabelo, muita roupa, muito brinco. Eu era a síntese dos anos 1980. Já o Edson é um cara low profile. Essa combinação foi importante. E fomos muito felizes. Foi um casamento lindo e que deu certo. Só que o nosso ‘felizes para sempre’ tinha data para acabar. Só isso. Não quer dizer que deu errado”, analisa.

Leia mais:  Luciano revela tristeza por não ter ido a enterro do pai: 'Não pude me despedir'

A biografia da atriz não fala somente sobre a vida amorosa, mas também aborda outras questões da trajetória dela. Um exemplo disso, é o assédio que Claudia Raia sofreu quando era jovem e vivia em Nova York, nos Estados Unidos. Claudia disse que ler sobre episódio não lhe casou dor e que o incômodo é ver situações semelhantes a que viveu acontecendo ainda hoje. “Que bom que agora, pelo menos, estamos falando cada vez mais de feminismo. As mulheres começam a se sentir mais à vontade para falar sobre as suas experiências. Precisamos falar e, mais do que isso, mudar essa realidade”, ela defende.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

CCXP Worlds entrevista ator de O Poderoso Chefão sobre reedição de último filme

Publicado


source
poster do filme O Poderoso Chefão: A Morte de Michael Corleone
Divulgação

Ator de O Poderoso Chefão: A Morte de Michael Corleone fala sobre nova versão do clássico


No próximo dia 8 de dezembro, o  filme que encerra a franquia ‘O Poderoso Chefão’ ganhará para seu aniversário de 30 anos uma versão remasterizada, com novo nome e montagem. Trata-se de ‘ O Poderoso Chefão – Desfecho: A Morte de Michael Corleone’, que promete dar um novo tom ao encerramento da jornada vivida no cinema pelo personagem de Al Pacino.


“Você verá um novo filme, com um novo começo e com um fim diferente. Muitas cenas foram reposicionadas. O filme ganhou uma nova vida”, afirma o próprio diretor, Francis Ford Coppola, no painel da CCXP Worlds sobre o relançamento.

Para falar sobre a releitura feita pelo diretor, o evento recebeu nesta sexta-feira (04) o ator Andy Garcia, que vive Vincent Mancini-Corleone, para falar sobre a experiência de reviver o longa e participar de uma das séries cinematográficas mais famosas e importantes da sétima arte.

Garcia afirmou que não sabia o que Coppola planejava com o terceiro filme da franquia, mas era sabido que o diretor não estava satisfeito com a edição. “O filme estrearia no dia de Natal e Francis sentiu que nunca tinha tido tempo para organizar o filme da maneira como queria. Algumas decisões foram tomadas e, com o tempo, ele queria revisitar e entregar o filme que ele realmente queria ter feito”, contou o ator na CCXP Worlds.

A mudança do título também foi um diferencial, já que era um desejo do autor que sempre se chamasse “The Godfather Coda”, mas a ideia foi proibida pela Paramount, que esperava pela continuação da franquia.

Leia mais:  Tutorial de 'como falar com sua empregada doméstica' causa revolta na web

Perguntado sobre o que deve mudar para seu personagem no filme, Garcia afirma que Francis conseguiu traçar uma narrativa mais clara e coesa sobre a história. Na versão original, algumas cenas foram cortadas e tiraram certos eventos de contexto, o que agora foi reparado.


Sobre a direção de Coppola, Garcia afirma que a experiência como um diretor de teatro o ajudou a causar o impacto que gostaria com seus filmes. “Ele é muito bom em se aproximar aos atores, seja para criar cenários ou improvisações, e ajustar o tom da cena. Não são muitos filmes ou diretores que têm o privilégio de ensaiar seus próprios filmes”, reflete o ator.

Por fim, perguntado sobre como foi trabalhar com Al Pacino , Andy afirma que o ator foi uma inspiração para uma geração de atores, incluindo ele mesmo. “O trabalho dele mudou minha vida. Tive a grande sorte de conhecê-lo socialmente. Al é um homem muito generoso, é um privilégio ter trabalhado com ele”, afirma.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

‘Arte imita a vida’, afirma criador de The Walking Dead sobre série derivada

Publicado


source
elenco de nova série de the walking dead
Divulgação

CCXP Worlds apresenta elenco de spin-off da série The Walking Dead


Nesta sexta-feira (04), a  CCXP Worlds recebeu um painel para falar sobre a segunda e última temporada do spin-off (série derivada) de The Walking Dead, ‘The Walking Dead: World Beyond’. 


O enredo de The Walking Dead: World Beyond segue um grupo de adolescentes que cresceram na República Cívica, um lugar protegido dos zumbis, e decidem se lançar em meio ao apocalipse. Acontece que eles se salvam e acabam escapando de um massacre que assassinou todos os moradores.

A série foi criada pelos produtores-roteirista mais antigos da série original, Scott Gimple e Matt Negrette. Questionado sobre se imaginava que uma pandemia aconteceria no mundo, Negrette respondeu que “definitivamente parece que a arte tem imitado a vida de muitas formas”. “Na série os personagens estão em uma pandemia e, por isso, o acabou sendo mais relacionável depois do que está acontecendo no mundo”, disse.

O showrunner afirmou que o mundo fora da República Cívica e o futuro dos personagens serão o tema central da próxima temporada. Negrette afirma que a diferença maior entre The Walking Dead e o outro spin-off da série, Fear: The Walking Dead, e The Walking Dead: World Beyond é o fato de o elenco ser formado por pessoas jovens.

“Pelo elenco jovem é mais fácil que todos possam se relacionar, porque todos nós já fomos jovens e passamos coisas que esses personagens passaram, como estar afim de alguém ou se sentir uma pequena pessoa em um mundo grande”, conta um dos criadores. Confira o teaser da série.

Leia mais:  'A Fazenda 12': medo do alcoolismo fez Jojo desistir de cirurgia bariátrica


Os episódios da segunda e última temporada de ‘The Walking Dead: World Beyond’ já estão em etapa de pós-produção e serão lançados em 2021, sem data confirmada de estreia.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana