conecte-se conosco


POLÍTICA MT

ALMT mantém horário reduzido de funcionamento até o próximo dia 27

Publicado


Funcionamento da ALMT continuará das 7h às 13h

Foto: Fablício Rodrigues / Secretaria de Comunicação Social

Em nova resolução administrativa,  de número 065/2020, publicada nesta sexta-feira (13), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso prorrogou para o período de 16 a 27 de novembro o funcionamento do Parlamento em condição de horário especial, das 7h às 13h.

A decisão visa manter os cuidados com a preservação do sistema central de ar-condicionado do Edifício Dante Martins de Oliveira, sede da ALMT, que, neste período de calor mais intenso, tem funcionado em sobrecarga sem proporcionar um rendimento satisfatório para um ambiente de trabalho confortável e com risco para o comprometimento dos equipamentos.

Esta é a quarta mudança neste sentido, que já vem sendo adotada pela Mesa Diretora desde o inicio do mês de outubro, em função da não redução da temperatura e ao rendimento do sistema de refrigeração.

O parágrafo terceiro do artigo 1º da resolução administrativa diz que o expediente da Supervisão de Qualidade de Vida, as perícias e a unidade de atendimento à Covid-19 permanecem inalterados. O artigo 2º mantém suspenso o atendimento presencial do público externo no Espaço Cidadania, que será regulamentado em resolução específica. Já o artigo 3º  autoriza “o desligamento dos equipamentos de refrigeração com a finalidade de preservação dos mesmos após o horário de encerramento do expediente”.

A decisão considera o risco de eventual perda dos equipamentos, comprometidos com o desgaste do tempo e a indisponibilidade de peças de reposição no mercado em decorrência da idade dos mesmos, “que teria como consequência a paralisação de todas as atividades na ALMT”, diz trecho do documento.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Leia mais:  Faissal critica o aumento da conta de energia elétrica
publicidade

POLÍTICA MT

Faissal critica o aumento da conta de energia elétrica

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Faissal Calil (PV), criticou na terça-feira (01), no plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de cobrar a bandeira vermelha de patamar 2, que resultará em um aumento de R$ 6,24 (seis reais e vinte e quatro centavos) a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Para o parlamentar, faltou sensibilidade a agência e a Energisa, concessionária que distribui energia elétrica no estado.

De acordo com Faissal, existem diversas formas de operacionalizar o sistema sem onerar ainda mais o consumidor, principalmente em tempos de economia em crise, por conta da pandemia da Covid-19. Para o deputado, a concessionária de enregia poderia, juntamente com a agência, fomentar a implantação de empresas geradoras de energia mais baratas, utilizando energia solar, por exemplo.

“Não é prudente, em um período como o que estamos vivendo, um aumento dessa magnitude em um item de nossa economia tão fundamental, como a energia elétrica. A população, que precisa se preocupar com a manutenção de seus empregos, com a queda no faturamento de seus negócios e com a possibilidade desta crise permanecer até meados do ano que vem, agora precisa se preocupar ainda com um reajuste na conta de luz”, apontou.

Para o deputado, Mato Grosso permite que empresas produzam e forneçam energia elétrica de forma limpa e renovável, como a solar e a eólica. Segundo o parlamentar, a Energisa deve incentivar empresas e criar parcerias que impactem positivamente no preço final da energia para o consumidor.

“O aumento na energia elétrica impacta em toda a economia. Buscando fontes mais baratas, a Energisa atuaria positivamente em toda a cadeia produtiva de Mato Grosso. Nosso estado, por exemplo, é conhecido por conta de seu calor. Temos sol o ano inteiro. Porque não incentivar, por exemplo, a construção de pequenas usinas de energia solar? Acredito que isso seria positivo para investidores, para a própria concessionária, que compraria energia mais barata e, finalmente, para o consumidor, que pagaria um preço menor na conta de luz.”, concluiu Faissal.

Leia mais:  CCJR analisa 24 matérias em reunião ordinária
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Com emenda de Fávero, obras e pintura da Escola Dom Bosco entram em fase de conclusão

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A comunidade escolar da Escola Estadual Dom Bosco, em Lucas do Rio Verde, não vê a hora de chegar 2021 para usufruir da nova estrutura escolar proporcionada com nova pintura e reforma viabilizada por meio do trabalho do deputado estadual Silvio Fávero (PSL). 

Entre diversos investimentos na cidade, que já ultrapassam já R$ 2,6 milhões, o parlamentar destinou emenda de R$ 150 mil para assegurar a melhoria da estrutura escolar e, consequentemente, garantir a melhor qualidade de aprendizado aos mais de 1400 alunos que estudam na unidade. As obras iniciadas em outubro estão em fase de conclusão.

Para Silvio Fávero, a educação precisa ser lembrada de todas as formas. “Uma escola atrativa motiva ainda mais os alunos a participarem das aulas e contribui até no aprendizado. Temos trabalhado muito por todo Mato Grosso, sempre com carinho especial para minha querida cidade!”, destacou o deputado estadual de Lucas do Rio Verde.

De acordo com o diretor da escola, Rodrigo Szablewski, a iniciativa do parlamentar é de suma importância, uma vez que há mais de 10 anos a instituição não passa por uma reforma em sua fachada, com expectativa de conclusão das obras no final de novembro.

“A comunidade escolar Dom Bosco está em festa! Só temos a agradecer ao deputado Silvio Fávero. Nossa escola é um marco histórico da cidade e todo ambiente histórico precisava ser cuidado, restaurado, porque ela é parte da identidade da cidade. Investir na estrutura da escola é também investir na qualidade de ensino, pois tanto profissionais quanto alunos se sentem bem estudando em um ambiente acolhedor, aconchegante”, ressaltou o diretor, agradecendo Silvio Fávero em nome da comunidade escolar.

Leia mais:  CCJR analisa 24 matérias em reunião ordinária
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana