conecte-se conosco


MATO GROSSO

Radiocomunicação digital é lançada e já está em operação em 15 cidades

Publicado


As forças de segurança de 15 municípios de Mato Grosso começaram a operar pelo sistema de radiocomunicação digital, ferramenta moderna que substitui o modal analógico. Para a implementação tecnológica foram investidos mais de R$ 10 milhões em aquisições de instrumentos. O recurso foi resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) viabilizado pelo Ministério Público do Estado (MPE).

A solenidade de migração do formato de comunicação foi realizada pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, na manhã desta quinta-feira (15.10), na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), e contou também com representantes das unidades que compõem o sistema de segurança.

Além de Cuiabá e Várzea Grande, as cidades de Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Jangada, Acorizal, Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Nobres, foram contempladas, além dos distritos Agrovila das Palmeiras e Paraíso do Manso.

“Estamos aqui para oficialmente marcar a migração do sistema de rádio analógico para rádio digital, projeto que foi construído ao longo deste ano, em parceria com Ministério Público, que fez a destinação de recursos para a aquisição desta nova tecnologia. Isso é um marco, porque traz segurança para a nossa comunicação, a confiabiliade que precisamos ter para que as forças de segurança possam atuar de maneira estratégica e coordenada. Parabenizo a todos que estiveram envolvidos neste projeto, que conduziram em um período bastante exíguo”, destacou o chefe do Executivo Estadual, Mauro Mendes.

O governador ainda lembrou que uma nova ampliação tecnológica está em execução na região de fronteira com a Bolívia. “Já existe outra fase que vai englobar toda a região de fronteira, a partir de Comodoro chegando até Cuiabá. Nosso planejamento é que até o final de 2022 esta tecnologia contemplará todo o estado de Mato Grosso”, enfatizou. 

Leia mais:  Quarta-feira (28): Mato Grosso registra 142.346 casos e 3.828 óbitos por Covid-19

Empenho

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, frisou que a modernização da radiocomunicação era um desejo primário das forças policiais, mas que até então, não havia sido concretizado.

“O sistema de radiocomunicação digitalizado e criptografado que estamos lançando hoje é uma reivindicação antiga da área de segurança, estamos dando um salto da telefonia fixa para a telefonia celular. O avanço é tão grande que os radiocomunicadores não só georreferenciam os policiais em solo, mas também a viatura. Vamos conseguir localizar cada lugar que o policial estiver no estado. Isso ajuda na prestação de serviço, no controle de trabalho. Para nós, é muito importante esse sistema funcionando a partir de agora”.

Bustamante também citou a importante parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para a efetivação do aporte tecnológico. “Eles compartilharam com a segurança pública estadual as antenas dispostas nas rodovias e nós disponibilizamos a nossa rede utilizada na zona urbana. A Polícia Rodoviária Federal tem sido uma grande parceira das forças de segurança estaduais”.

A radiocomunicação digital abrangerá as unidades da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Sistema Penitenciário. 

Recurso

Foram adquiridas 19 conjuntos de Estações Repetidoras (ERB’s), 950 unidades de rádio portátil, 160 rádios móveis e 80 fixos, além de demais instrumentos necessários. O TAC foi celebrado entre a Sesp e o MPE, por meio do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

O promotor de Justiça, Mauro Zaque, ressaltou a importância destes recursos voltarem em benefício da segurança pública e da sociedade.

“O valor é proveniente de inquéritos civis, com os quais foi possível recuperar recursos que antes haviam sido desviados ou de alguma forma tinham experimentado algum prejuízo. Agora, os valores retornam em favor do Estado e, de uma forma mais proativa e concreta, porque estes recursos já vieram em forma de investimentos. É o dinheiro do Estado que retorna em beneficio para o cidadão”. 

Leia mais:  Secretários destacam que programa cumpre função do Estado de investir nas principais necessidades do cidadão

Além do governador Mauro Mendes, do secretário da Sesp, Alexandre Bustamante, e o promotor de Justiça, Mauro Zaque, participaram da solenidade representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Sistema Penitenciário e Sistema Socioeducativo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

“Vamos revolucionar MT com casas populares e muitas ações de impacto no social”, destacou a primeira-dama Virginia Mendes

Publicado


Mais de R$ 352 milhões em recursos serão disponibilizados pelo Governo do Estado para investimentos na área social e na habitação em Mato Grosso. A primeira-dama Virginia Mendes foi a grande articuladora junto ao governador Mauro Mendes na definição dos montantes. “Vamos revolucionar a área social. Vai ser um antes e depois do ‘Mais MT’, destacou, na manhã desta quarta-feira (28.10), durante o lançamento do maior programa de investimentos da história do Estado.  

Os recursos beneficiarão principalmente famílias em situação de vulnerabilidade extrema através de ações de assistência social, segurança alimentar, cidadania, qualificação profissional, transferência de renda e construção de casas populares. Os recursos serão gerenciados pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e os investimentos terão o acompanhamento de perto pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. 

Em discurso, o governador destacou a participação do Estado na assistência aos mais necessitados. “Um dos principais papéis do Estado é cuidar dessas pessoas vulneráveis. Enquanto não resolvermos o problema da inclusão social, precisamos, no mínimo, ajudar essas pessoas que sofrem com a falta de renda”, disse Mendes. 

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, acrescentou que aproximadamente 10% da população mato-grossense é extremamente pobre e recebe até R$ 89 per capita. “Mais de 300 mil pessoas de Mato Grosso vivem em extrema vulnerabilidade. Desenvolver ações que beneficiem esse público é prioridade desse Governo, sob forte articulação da primeira-dama Virginia Mendes. A Setasc vai realizar isso da melhor forma possível”. 

Um dos carros chefes é o programa SER Família, mantendo a transferência de renda para famílias em situação de vulnerabilidade social com valor pago mensalmente de até 1 UPF (Unidade Padrão Fiscal de Mato Grosso), serão investidos R$ 78 milhões.

Leia mais:  Comissão Intergestores Bipartite realiza 4ª Reunião Ordinária nesta quinta-feira

O SER Família traz ainda a criação dos programas ‘SER Idoso’, com a transferência de até 2 UPFs, à compra exclusiva de medicamentos aos idosos mais vulneráveis; o ‘SER Criança’, com o valor de até 2 UPFs, voltado às mães carentes, que poderão usar o recurso para a compra de itens de vestuário, alimentos e materiais escolares;  o ‘SER Inclusivo’, que vai ser específico para as pessoas com algum tipo de deficiência com o pagamento de até 2 UPFs, mensalmente; e o ‘SER Mulher’, que viabilizará o pagamento de um auxílio às mulheres vítimas de violência doméstica por meio de aporte financeiro de até um salário mínimo exclusivo para o pagamento de aluguel, por um período máximo de seis meses.

Na área de Segurança Alimentar, o Mais MT prevê o investimento de R$ 52,5 milhões, em continuidade a campanha “Vem Ser Mais Solidário”, que encerrará o ano beneficiando 330 mil famílias com cestas básicas.

“Iremos manter como forma permanente a aquisição de cestas básicas e doação para as famílias mais pobres, a fome é algo que temos que combater e este é um dos nossos focos”, frisou a primeira-dama, Virginia Mendes.

Outro grande destaque e que contou com a atuação da primeira-dama foi a destinação de R$ 120 milhões para o programa Mais Habitação, com foco na construção de casas populares. “Casa própria é mais dignidade, garantir um teto para as famílias é de fato investir na mudança da qualidade de vida e nós vamos fazer isso por meio do Mais Habitação. Este é um programa que tenho um cuidado especial”.

No SER Parceiro Social, que dará apoio às instituições filantrópicas, será destinado R$ 39 milhões. Através do SER Parceiro – Prefeitura, cujo valor estimado para investimento é de R$ 36 milhões, será concedido apoio à assistência social em parceria com municípios e promoverá a construção de Centros de Convivência de Idosos, bem como a implantação do projeto Ser Criança nos municípios. 

Leia mais:  Soldado da Polícia Militar conquista medalha em campeonato nacional de Jiu Jitsu

No Mais Cidadania serão investidos outros R$ 36,8 milhões, com ações de qualificação profissional.

O SER Criança tem como objetivo ofertar atividades de desenvolvimento para crianças no contraturno escolar, como, por exemplo, aulas de música, dança, esportes, artes, reforço escolar, tudo com foco na melhoria da qualidade de vida das crianças participantes. E iniciará por Poconé, depois vai se expandir para outras cidades.

No total, o ‘Mais MT’ investirá R$ 9,5 bilhões (2019-2022) em 12 eixos estruturantes: Segurança; Saúde; Educação; Social e Habitação; Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda; Infraestrutura; Turismo; Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente; Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Deputados destacam que Mais MT vai contemplar todas as regiões do Estado

Publicado


Nesta quarta-feira (28), o governador Mauro Mendes anunciou o maior programa de investimentos em obras e ações da história de Mato Grosso, o Mais MT.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, destacou que o pacote de obras chegou em boa hora e vai ajudar os 141 municípios do Estado.

“Com esse programa o Governo está atingindo toda a sociedade, pois contempla turismo, agricultura familiar, estradas com obras de infraestrutura, educação, saúde e outras demais esferas com abrangência total. O Governo está de parabéns pelo lançamento. Tenho certeza que bons resultados vão chegar para todos”, disse o presidente.

De acordo com as declarações do deputado Valmir Moretto, a gestão do governador Mauro Medes é eficiente e trabalha pelo Estado para que os cidadãos possam receber serviços públicos de qualidade.

“Desde o início da nossa gestão nunca tivemos dúvidas do sucesso e do desenvolvimento que o Estado iria proporcionar. Mauro Mendes é um grande governador e junto com sua equipe trabalha para oferecer condições para que os cidadãos mato-grossenses possam ver o dinheiro dos impostos retornando em serviços de qualidade. O Governo está de parabéns pela sua eficiência e pelo grande resultado que está sendo entregue por esta gestão”.

Mesmo diante da desaceleração econômica, provocada pela pandemia do novo coronavírus, o Governo de Mato Grosso continuou trabalhando para realizar ações e investimentos para sociedade. O Mais MT vai investir R$9,5 bilhões em obras de Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura, Social e Habitação, Desenvolvimento Econômico, Regularização Fundiária, Emprego e Renda, Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Simplifica MT, Eficiência Pública, Meio Ambiente e Agricultura Familiar.

Ao avaliar mais uma ação do Governo, o deputado Dr. Gimenez, classificou o pacote de obras do programa Mais MT como “fantástico”. Segundo ele, vai contemplar locais do Estado que há anos não recebem investimentos de melhorias no serviço público.

Leia mais:  Projeto de aluno sobre aplicativo para análise meteorológica é contemplado com bolsa de iniciação científica

“A Região Oeste de Mato Grosso ficou esquecida por anos, mas agora temos esperança de receber investimentos que vão melhorar a vida das pessoas. Tudo isso chegou em uma boa hora”.

Na mesma linha de avaliação, o parlamentar Dr. Eugênio disse que “a região do Araguaia, que eu represento, vai ser beneficiada com serviços do programa, pois temos um grande vazio na infraestrutura, saúde, educação e outros que vão sanar parte desses problemas com a chegada do Mais MT”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana