conecte-se conosco


MATO GROSSO

Primeira-dama entrega brinquedos para crianças em tratamento no Cridac

Publicado


A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, participou na tarde de sexta-feira (16.10) de mais uma ação de entregas de brinquedos do projeto Infância Feliz. Desta vez, aproximadamente 140 crianças com deficiência que recebem tratamento do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), em Cuiabá, foram beneficiadas com brinquedos e sacolinhas de guloseimas.

Na ocasião, Virginia Mendes, aproveitou para conhecer as dependências da instituição, que presta diversos atendimentos na área de saúde para pessoas com algum tipo de deficiência.

“O nosso objetivo é levar alegria e diversão às nossas crianças e principalmente hoje, aqui no CRIDAC, proporcionar um pouco de entretenimento, para as crianças que passam por tratamentos e estão fragilizadas.  Espalhar amor e carinho e ver o sorriso de cada uma em reposta ao nosso projeto é gratificante”, comentou a primeira-dama.

A ação é promovida em conjunto com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e pela Unidade de Ações Sociais e Atenção a Família (Unaf). A secretária-adjunta de Direitos Humanos, Salete Morockoski representando a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, acompanhou as entregas e pontuou a importância da iniciativa.

“Essa é mais uma ação que a primeira-dama está presente fazendo a diferença na vida dessas crianças e tendo a oportunidade de conhecer todas as ações que o CRIDAC desenvolve”, pontuou Salete.

Para o diretor do CRIDAC, Luís Antonio Ferreira, a visita da primeira-dama aproxima o Governo do Estado da sociedade. “Todos ficaram muito animados com a visita dela. Foi um grande presente e muito especial. Isso traz uma expectativa positiva. Foi uma tarde maravilhosa”, ressaltou.

Desempregada, Sebastiana Maria de Jesus, mãe dos gêmeos Adrian e Agatha de 4 anos, que fazem tratamento no local devido nascerem prematuros, disse que esse ano é a primeira vez que os pequenos recebem brinquedos.

Leia mais:  Governador inaugura 35 km de asfalto novo e vistoria trecho de concessão na região norte

“Esses brinquedos são uma bênção. Achei bacana a atitude da primeira-dama de vir entregar pessoalmente os brinquedos, eles estão muito felizes”, celebrou.

A tarde também foi mais feliz para o pequeno Saimon Silva, 6 anos, diagnosticado com Transtorno do Espectro Autista. A mãe Dalva Vera Silva, comemorou durante a entrega. “Estou muito contente, não foi só o meu filho que ganhou presente, eu também me senti presenteada com ação”, externou.

Entregas

O cronograma de entregas do projeto Infância Feliz esteve em Primavera do Leste, beneficiando os projetos Mãe Cidinha e o Centro da Juventude (CREJU) e também na aldeia indígena Sangradouro, localizada próximo do município. Em dois aterros sanitários, um localizado em Cuiabá e outro em Várzea Grande, e na escola espírita Irmão Praeiro, também em Cuiabá. E nos municípios de Torixoréu, Alto Araguaia e Poconé

Com essa entrega mais de 6 mil crianças carentes de municípios do interior, de Cuiabá e também de três aldeias indígenas receberam brinquedos entre Barbies, Baby Alive, super-heróis, bolas e jogos.

Ser criança

O projeto Infância Feliz integra o programa Ser Criança, que além de beneficiar crianças carentes em datas comemorativas, também vai proporcionar que mães em situação de vulnerabilidade recebam recursos, por meio de um cartão, para a compra de itens de primeira necessidade: roupas, calçados, material escolar, alimentos.

Também dentro do programa estão sendo estruturados espaços físicos adequados com acesso a aulas de reforço, desenvolvimento cognitivo, esportes, música, artes e tudo o que possa melhorar o desenvolvimento infantil. A primeira unidade será no interior, na cidade de Poconé, e depois o Ser Criança expandirá para demais cidades.

“Estas são apenas algumas das ações e posso garantir que tem muito mais ainda por vir. Cuidar das crianças é investir no futuro e estamos priorizando isso nesta gestão”, finalizou a primeira-dama Virginia Mendes.

Leia mais:  Secretária Marioneide deixa pasta da Educação no próximo dia 30; Alan Porto assume
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Obra de ampliação da PCE se torna referência para outros estados

Publicado


O modelo adotado por Mato Grosso para ampliação de vagas no Sistema Penitenciário tem despertado o interesse de outros estados brasileiros, como é o caso de Goiás. Nesta quinta-feira (22.10), o diretor penitenciário do Governo de Goiás conheceu o Raio 6 da Penitenciária Central do Estado (PCE), obra lançada há aproximadamente 45 dias e que está praticamente pronta.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, conduziu a visita, que também teve a presença do vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta. Ao todo, 432 vagas serão disponibilizadas com o lançamento do novo raio, situação que diminuirá o déficit de vagas na unidade.

“Mato Grosso precisa de aproximadamente 5 mil vagas e a missão que o governador Mauro Mendes nos passou é a criação de pelo menos 4 mil vagas até 2022. E é isso que estamos buscando. Este ano já inauguramos o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, que gerou um aumento de 1.008 vagas, além de uma série de ampliações em outras unidades já existentes”, disse o secretário da Sesp-MT.

O déficit de vagas é uma realidade em diversos estados brasileiros. Em Goiás, por exemplo, há 21 mil presos para aproximadamente 12 mil vagas, variando entre 50% a 60% de déficit. Mas a proposta apresentada por Mato Grosso pode servir como solução não só para o estado vizinho, mas para o país, segundo o coronel PM Agnaldo Augusto da Cruz, diretor-geral de Administração Penitenciária do Estado de Goiás.

“Essa obra agrega três fatores fundamentais para o sistema prisional: custo, tempo e qualidade. É uma solução que o Governo Federal tem que encampar e apresentar para os demais estados do Brasil. Então, acredito que Mato Grosso sai na frente e cria uma solução para o país e que Goiás tem a possibilidade de adotar”, pontuou Agnaldo.

Leia mais:  Secel apresenta informações de editais que irão fomentar mais de 500 projetos culturais

A visita do representante do estado vizinho se deu após agenda do secretário Alexandre Bustamante com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que demonstrou interesse em conhecer o modelo utilizado em Mato Grosso.

A obra

Orçada em R$ 9,7 milhões, a obra é um dos itens para cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e OAB. A construção foi montada por meio de um sistema de pré-moldado e prevê a instalação de portas e travas automatizadas, além de câmeras de monitoramento em cada cela, que inclusive já estão instaladas.

“Normalmente as obras de presídios no Brasil demoram de dois a três anos e essa daqui em 45 dias já está praticamente pronta. É o programa Tolerância Zero do Governo do Estado promovendo a modernidade que os novos tempos pedem”, frisou Alexandre Bustamante.

Toda a mão de obra foi feita por cerca de 70 recuperandos da unidade penitenciária. Além disso, o baixo custo operacional com a tecnologia empregada proporcionará a atuação de menos policiais penais e, mesmo assim, mantendo o alto nível de produtividade.

“Estou positivamente impressionado com esse importante passo que a Sesp deu, é um modelo que vai revolucionar o Sistema Prisional de Mato Grosso e torna-lo um sistema de vanguarda em todo o Brasil, sem deixar de oferecer condições para que nossos presos tenham uma vida digna”, destacou o vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Outubro Rosa; Escola Técnica de Sinop promove ações para informar sobre prevenção e tratamento

Publicado


A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) têm realizado diversas atividades para fomentar as informações sobre a prevenção e tratamento dos cânceres de mama e no colo do útero, no qual no mês de outubro é amplamente abordado por meio da campanha Outubro Rosa, realizada anualmente em todo o mundo.

Nesta semana a Escola Técnica Estadual (ETE) de Sinop (500 km de Cuiabá), promoveu palestras para falar do assunto aos servidores.

A diretora da ETE,  Ivanir Latanzi, explica que a iniciativa prevê conscientizar a equipe escolar sobre a importância de ter o cuidado e prevenir a doença e ainda divulgar a iniciativa entre alunos e rede escolar de forma virtual. 

“Os alunos estão sem aulas presenciais por conta da pandemia, então decidimos trasmitir as palestras por meio do aplicativo Google Meet, para ampliar o alcane. Assim, além dos funcionários da escola que assistiram presencialmente, os alunos e parceiros também puderam acompanhar virtualmente”, explicou.

Para abordar o tema, os dois palestrantes Alessandra Alves Gouveia e o professor Paulo Rogério Prates promoveram uma tarde de debates em uma roda de conversa, onde esclareceram dúvidas dos trabalhadores.

A coordenadora da ETE, Maria Luiza Troian, contou que a direção da escola distribuiu laços rosas, símbolo da campanha mundial Outubro Rosa, para os participantes com o intuito de que espalhem a ideia de prevenção da doença pelas ruas.

“Queremos os familiares, amigos e o maior número de pessoas saibam que podem lutar por direitos como o atendimento médico, apoio psicológico, exames e que a prevenção pode identificar um diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura” falou.

Criada na década de 90 em Nova York, com o movimento de conscientização para o controle do câncer de mama e posteriormente foi ampliado para combater também o de colo do útero. E desde então ela é promovida anualmente em todo o mundo. O Outubro Rosa é comemorado para marcar a luta contra o câncer de mama, ressaltar a importância da prevenção e da detecção precoce.

Leia mais:  Presidente do MT PAR apresenta projeto de habitação para população de Nova Marilândia

A primeira iniciativa no Brasil em relação ao Outubro Rosa foi e 2002 com a iluminação em rosa do monumento Obelisco do Ibirapuera, situado em São Paulo. A iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama e aconteceu com apoio de uma conceituada empresa europeia de cosméticos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana