conecte-se conosco


MATO GROSSO

Politec inicia projeto de coleta biométrica neonatal em maternidade

Publicado


A Diretoria Metropolitana de Identificação Técnica da Politec dará início à primeira coleta biométrica de recém-nascidos em maternidade de Mato Grosso, por meio de um projeto piloto denominado Proof of Concept (POC) que visa à convalidação de uma tecnologia inédita que possibilita maior precisão na coleta das impressões digitais de bebês.

O Hospital e Maternidade Femina foi o primeiro do Estado a participar do projeto, onde papiloscopistas farão as coletas entre os dias 13 a 16 de outubro, mediante autorização das mães. Durante o piloto, a Politec fornecerá um voucher às mães que participarem do projeto para a emissão do primeiro RG do bebê.

De acordo com a fabricante Natosafe, o equipamento biométrico possui alta resolução de imagem e ergonomia. A coleta das impressões digitais completas leva em torno de quinze minutos com o equipamento. É capaz de enriquecer um banco de imagens com padrões de alta qualidade, facilitando pesquisas com maior precisão, contribuindo para a erradicação de sub-registro e evitando troca de crianças em maternidades.

Além de garantir maior segurança, a expectativa da Politec é que seja formatado um banco de dados que possibilite a avaliação e estudo da qualidade das impressões que possam servir de base para todos os processos civis do indivíduo desde as primeiras horas de vida.

“A nossa visão como instituição que compete à identificação técnica da população mato-grossense, vai muito além da agilidade no processo da emissão de RG´s, mas garantir que estas impressões possam ser consultadas sempre que for necessária. Quanto mais cedo se vincular a biometria à certidão de nascimento e a mãe, menor a chance de se perder uma criança em uma situação violenta’’, apontou o Diretor de Identificação, Aílton Silva Machado.

Leia mais:  Sede da MTI recebe serviço de desinfecção biológica nesta quinta-feira (22)

“O papel da Politec neste contexto está em fomentar políticas de identificação neonatal do Estado de mato grosso, orientar a equipe de saúde sobre os critérios técnicos e necessários para a identificação civil de um recém-nascido, análise papiloscópica das biometrias coletadas com caráter técnico-científico e elaboração de um relatório de conformidade da solução apresentada’’, completou.  

Caso seja homologada e implantada no Estado, será possível, também, a emissão de RG´s de crianças de zero a cinco anos de idade. Isto porque a tecnologia biométrica atualmente disponível para a coleta é limitada às particularidades anatômicas das impressões digitais das crianças nesta faixa etária. 

Formada a partir do quarto mês de vida intrauterina, as impressões digitais são as mesmas até a decomposição do corpo, após a morte, e são únicas em cada indivíduo. Sendo um dos principais meios de identificação técnica depois da odontologia legal e do DNA.

Segundo Aílton Silva Machado, o equipamento foi fornecido pela empresa temporariamente para teste, mas que poderá ser adquirido futuramente pela Politec. “A ideia é que as maternidades, públicas e privadas, realizem a aquisição do equipamento e nos primeiros dias de vida logo após o nascimento o hospital faça as coletas das impressões digitais, disponibilizando aos órgãos de saúde e ao Instituto de Identificação de Mato Grosso”, disse.

Após o encerramento do piloto, a implementação do projeto dependerá de regulamentação estadual da Lei Federal 8.069, de 13 de julho de 1990 – Estatuto da Criança e do adolescente (ECA). A Lei define que os hospitais e demais estabelecimentos de atenção à saúde de gestantes, públicos e particulares são obrigados a identificar o recém-nascido mediante o registro de sua impressão plantar e digital e da impressão digital da mãe.

Atualmente, as coletas feitas nos hospitais são através do decalque da impressão plantar dos pés dos bebês, o que prejudica a identificação papiloscópica da criança. Já a vinculação entre mãe e criança é realizada através da colocação de pulseiras no bebê com seus dados.  

Leia mais:  MT Hemocentro realizará coleta de sangue neste sábado (24)

A pediatra e neonatologista Fernannda Pigatto Vilela, diretora-técnica do Hospital e Maternidade Femina, afirma que a biometria poderá ser unificada ao atual protocolo de segurança adotado pelo hospital. Na unidade hospitalar são registrados em média 200 partos ao mês.

“Quando falamos de segurança, temos que ter no mínimo dois processos, e quanto mais checagens a gente colocar, tornamos o processo mais seguro. Desta forma, pretendemos agregar a biometria à checagem com código de barras da pulseirinha, que vai auxiliar no rastreamento de informações. A coleta biométrica vai agregar muito valor dentro e fora do hospital, podendo auxiliar desde a identificação do bebê na alta do hospital, até na situação de uma criança desaparecida que poderá ser identificada posteriormente”, asseverou a médica.

O Ministério da Saúde através da Portaria nº 248 de 2 de fevereiro de 2018, prevê que as Declarações de Nascidos Vivos (DNV), deverão ser vinculadas ao registro biométrico do recém-nascido e de sua mãe, na forma de ato conjunto das Secretarias de Vigilância em Saúde e de Atenção à Saúde.

Inovação

O sistema foi desenvolvido pela startup curitibana Natosafe e entrou no mercado em 2020. A solução já foi adotada por maternidades de Goiás e Pernambuco.”O nosso propósito é contribuir com a segurança das crianças de todo o mundo. Foram anos de pesquisa e trabalho até atingir esse resultado. Conseguimos desenvolver um equipamento simples de ser usado e com custo acessível”, revela o CEO da Natosafe, Ismael Akyiama.

A plataforma utilizada chama-se Infant.I de faz captura, análise e exportação de digitais em alta definição, além de envio e disponibilidade das imagens coletadas para as autoridades públicas, desde o minuto zero de vida de uma criança. O scanner utilizado pela plataforma foi certificado pelo norte-americano FBI (Federal Bureau of Investigation), a maior agência policial do mundo.

Leia mais:  Desenvolve MT conta com servidores cedidos do Legislativo para agilizar demanda de liberação de crédito

A solução atende os requisitos de compatibilidade, rastreabilidade, unicidade e segurança da informação, capturando os dados automaticamente por meio de algoritmos inteligentes. 

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Carreta MT Ciências é apresentada virtualmente na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Publicado


A carreta do MT Ciências marcou presença no segundo dia da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) – Inteligência Artificial: A nova Fronteira da Ciência Brasileira, nesta quarta-feira (17.10). O evento realizado de forma totalmente virtual pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), contou ainda com talks e lives sobre o uso da inteligência artificial no agro e na economia. A programação segue até a sexta-feira (23), das 09h às 17h e pode ser acompanhado no site oficial do evento AQUI.

A superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo e a coordenadora de Popularização da Ciência da Seciteci, Marilene Passos, apresentaram um talk para mostrar virtualmente o projeto MT Ciências, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Seciteci, com o objetivo de popularizar a ciência e a tecnologia no estado, permitindo o acesso do cidadão mato-grossense a um circuito itinerante.

Na ocasião a superintendente ressaltou que a carreta é o maior projeto de popularização da ciência do país. “Existe somente outro estado que possui unidades móveis no mesmo padrão da carreta ‘MT Ciências’ que é em Minas Gerais, mas a de Mato Grosso é a maior e mais bem equipada”, disse Lecticia.

A estrutura do projeto MT Ciências é composta por uma carreta com baú adaptado, dividida em quatro salas de visitação, com 22 instalações e um escritório. Na parte externa existem, ainda, duas tendas infláveis com 10 instalações e um planetário digital. Ao todo, são 32 instalações que tratam de temas do conhecimento multidisciplinar e sensibilizam os visitantes para a importância da ciência e da biodiversidade do Estado. 

Marilene explicou que além dos recursos internos, existem vários atrativos na área externa do circuito e que desta vez foram mostrados de forma virtual ao público, mas que em breve as visitas voltarão a ser realizadas de forma presencial.

Leia mais:  Presidente do MT PAR apresenta projeto de habitação para população de Nova Marilândia

“Um dos atrativos é o planetário digital, que proporciona aos visitantes uma imersão por meio dos vídeos projetados em 360º que abordam assuntos de astronomia, além um gerador Van de Graaff, o tubo de kundt e um jogo de plasma, entre outros. Logo vamos retomar as visitas com agendamentos e todos os cuidados necessários, para que as pessoas possam conhecer tudo isso de perto”, disse.

Além de diversos experimentos, como os painéis oculares com figuras da fauna e flora, a carreta ainda tem a representação do rio Cristalino, os biomas mato-grossenses, a bicicleta geradora de energia (que transforma energia cinética em energia elétrica), o painel de pinos e o túnel de espelho infinito.  

Durante a SNCT, a Seciteci realiza a 12ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (MECTI) com apresentação de projetos. Ao todo foram selecionados 39 participantes que vão apresentar alguma pesquisa ou projeto científico nas categorias Ciências; Engenharias e Economia Criativa. No encerramento do evento, nesta sexta-feira (23), serão divulgados os vencedores.

A programação da 17ª SNCT conta com lives e talks ao vivo transmitidas pela plataforma do evento das 9h às 17h, além de estandes virtuais. A exposição virtual dos projetos da 12ª MECTI também estará disponível no site oficial AQUI.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governador inaugura 35 km de asfalto novo e vistoria trecho de concessão na região norte

Publicado


O governador Mauro Mendes visita nesta sexta-feira (23.10) os municípios de Colíder e Tabaporã para fazer entregas que vão beneficiar toda a região norte de Mato Grosso e melhorar a logística do estado como um todo.

A primeira parada será em Colíder, durante a manhã, onde Mauro Mendes vai vistoriar os trechos recuperados da concessão do trecho de 186 km da MT-320/208, de Nova Santa Helena a Alta Floresta, que passa a ser administrado pela Concessionária Via Brasil.

A concessão tem prazo de 30 anos e, nesse período, a concessionária deverá executar serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária.

O descerramento da placa de inauguração ocorre na entrada do município de Colíder, com atendimento à imprensa.

Em seguida, se desloca ao município de Tabaporã. A partir das 11h, o governador visita as obras da construção de 49 casas do programa Casa MT no município de Tabaporã. O empreendimento habitacional está sendo realizado pelo MT Participações e Projetos (MT PAR), em parceria com a prefeitura.

Às 11h40, Mauro Mendes inaugura a implantação e pavimentação de 35,46 km na MT-410, ainda em Tabaporã. O descerramento da placa será realizado na saída do município, também com atendimento à imprensa.

A pavimentação ocorre em dois lotes. O primeiro vai de Tabaporã até o Rio Batelão, com 18,6 km, enquanto o segundo compreende o trecho que vai desse rio até o entroncamento da MT-220, com mais 16,8 km.

A obra foi realizada por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e a Associação dos Produtores da Rodovia MT-220. Foram investidos R$ 29,6 milhões na pavimentação, sendo R$ 26,6 milhões destinados pela Sinfra e R$ 2,9 milhões de contrapartida da associação.

Leia mais:  MT Hemocentro realizará coleta de sangue neste sábado (24)

Cronograma:

8h30 Visita ao trecho de concessão da Via Brasil, em Colíder

11h – Visita às obras do empreendimento habitacional, em Tabaporã

11h40 – Inauguração de 35,46 km da MT-410, em Tabaporã

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana