conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil esclarece homicídio de morador de gleba e prende autores do crime

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Santa Terezinha (1.312 km a nordeste de Cuiabá) cumpriu nesta quinta-feira (15.10) dois mandados de prisões contra homens investigados por um homicídio ocorrido no mês de junho deste ano, em uma comunidade rural do município.

No dia 3 de junho, os policiais civis de Santa Terezinha receberam a informação de que havia um corpo no rio Beleza. Foi acionada a equipe de perícia da Politec e constatado que o corpo tinha  perfurações de arma branca e sinais de maus tratos. A equipe de investigação iniciou as diligências para identificar a vítima, bem como a motivação e os possíveis autores do crime.

Rio Beleza, no mmunicípio de Santa Terezinha, onde o corpo da vítima foi encontrado?

Durante as investigações, os policiais civis chegaram à identificação de que o corpo era de Édio Martins da Cruz, 52 anos, conhecido como ‘Cabelinho’, que morava e trabalhava em um sitio na gleba Carlos Peliciolli. O vilarejo está localizado na divisa do estado com o Pará e tem histórico de desavenças e brigas por terras.

Após diversas diligências na comunidade, os investigadores chegaram à motivação do crime e identificaram os autores do homicídio. Com base nas provas coletadas, o delegado Luís Felipe Nascimento Leoni representou pela prisão preventiva dos envolvidos, que foram cumpridas nesta quinta-feira.

Em interrogatório, os envolvidos confessaram que o crime foi cometido por desavença sobre disputa de terra. Conforme a equipe de investigação, a vítima não tinha nenhum familiar na região.

“Édio não tem nenhum familiar na região que pudesse lutar por ele, no entanto,  há um grande clamor de amigos e conhecidos por justiça, já que era muito querido na comunidade”, disse o policial Douglas Sales, que mesmo com uma equipe reduzida conseguiu concluir a investigação e chegar aos aurores do crime.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados em investigação para esclarecer desaparecimento de mulher em Cuiabá

Os dois investigados pelo crime foram encaminhado a uma unidade prisional da regiçao, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão de suspeita envolvida em roubo de loja de eletrodomésticos

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher envolvida no roubo de uma loja de eletrodomésticos da Capital teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na terça-feira (27.10), em ação dos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

A ordem de prisão contra a suspeita, de 20 anos, foi decretada pela 6ª Vara Criminal de Cuiabá, com base em investigações da Derf que identificaram a participação da jovem no roubo da loja Martinello, do bairro Duque de Caxias, ocorrido 16 de abril de 2020.

A suspeita estava escondida na casa dos pais no bairro Três Poderes em Cuiabá, onde foi localizada pelos policiais da Derf e teve o mandado de prisão cumprido.

Na delegacia, os policiais em checagem no sistema descobriram que a suspeita também era considerada foragida da Justiça de Mato Grosso do Sul, onde estava com uma ordem de prisão preventiva em aberto expedida pela Comarca de Ponta Porã (MS).

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Homem com diversas passagens criminais é preso em flagrante com produtos furtados de residências
Continue lendo

POLICIAL

Homem com diversas passagens criminais é preso em flagrante com produtos furtados de residências

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

O autor de vários furtos cometidos mediante arrombamento em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) foi preso pela Polícia Civil do município na terça-feira (27.10). A ação resultou também na recuperação de diversos objetos furtados incluindo uma arma de fogo.

O jovem de 26 anos, que tem outras passagens criminais por roubo, furto e uso de entorpecentes, responderá pelos furtos praticados em Paranaíta. O rapaz saiu recentemente da prisão, no dia 10 de outubro, e voltou a cometer crimes.

Após investigação e diversas diligências para apurar ocorrências de furto qualificado por meio de arrombamento ocorridos na cidade, os policiais civis conseguiram identificar o suspeito o autor dos crimes responsável pelos crimes em apuração.

Na casa dele, no bairro Jardim Esperança, foi localizada parte dos produtos subtraídos, como uma mochila, um aparelho celular, perfumes importados, notebook, joias, caixa de som, além de uma espingarda calibre 20 e mais 30 munições do mesmo calibre.

Todos os materiais possuíam as mesmas características dos produtos furtados. Durante a abordagem o rapaz negou a autoria dos crimes. Diante do flagrante, ele foi conduzido para a delegacia, onde foi interrogado.

Conforme o delegado de Paranaíta, André Victor de Oliveira Leite, com, a prisão do investigado, pelo menos quatro ocorrências de furto registradas nos últimos dias foram solucionados, bem como os objetos foram recuperados pelos policiais civis.

Algumas vítimas foram chamadas à delegacia e reconheceram os pertences furtados.

O suspeito, natural de Lucas do Rio Verde, tem diversas passagens em diferentes cidades de Mato Grosso, como Lucas do Rio Verde, Terra Nova, Aripuanã, Juína, Colíder, Juruena, por roubo, furto e uso de drogas.

Fonte: PJC MT

Leia mais:  Diretoria Geral divulga distribuição de vagas no interior para novos delegados

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana