conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mato Grosso Saúde alerta: Má qualidade de vida, idade e genética favorecem o câncer de mama

Publicado


Neste mês é celebrado o Outubro Rosa, campanha que destaca a importância do diagnóstico precoce e tratamento do câncer de mama, o tipo de tumor mais comum entre as mulheres brasileiras. Além da má qualidade de vida ser fator de risco para o desenvolvimento da doença, a idade e a genética também podem desencadear o câncer, conforme explica Dr. Germano Alves, médico de família credenciado ao Mato Grosso Saúde que atende na clínica Vida, em Várzea Grande.

“É muito importante identificar pacientes em estágio inicial e rastrear pacientes assintomáticos na redução da mortalidade e morbidade das pacientes”, orienta.

Dr. Germano Alves aponta que quatro em cada cinco casos de câncer de mama ocorrem após os 50 anos. Para além disso, há os fatores de risco que são ambientais e comportamentais, como a obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica e exposição frequente a radiações ionizantes, o raio-x.

“Fatores reprodutivos e hormonais, que são risco para o tumor, é ter a primeira menstruação antes dos 12 anos, nunca ter tido filhos, ter a primeira gestação após os 30 anos, menopausa após os 55 anos, uso de contraceptivos hormonais, reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos”, explica.

O médico diz que também se leva em consideração a história familiar quanto ao câncer de ovário, casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos, história do câncer de mama em homens da família e alteração genética.

Ele destaca que a mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/hereditários é considerada com risco elevado para o câncer de mama.

Sintomas do tumor       

Entre os sinais da presença do câncer de mama está a presença de um nódulo endurecido, abaulamento de uma parte da mama, inchaço e vermelhidão na pele, inversão do mamilo, sensação de massa ou nódulo em uma das mamas.

Leia mais:  Novos delegados irão atuar em 11 regionais da Polícia Civil no interior do estado

“É importante que os pacientes façam o autoexame, toquem na mama para perceber qualquer anormalidade”, diz Dr. Germano Alves ao descrever como realizar o procedimento.

De pé, em frente ao espelho, observe o bico dos seios, a superfície e o contorno das mamas. Ainda de pé, levante os braços e observe se os movimentos alteram o contorno e a superfície da mama.

Deitada, com a mão direita, apalpe a mama esquerda. Realize movimentos circulares suaves, apertando levemente com a ponta dos dedos. Repita o processo com o lado direito. Já durante o banho, com a pele ensaboada, eleve o braço direito e deslize os dedos da mão esquerda suavemente sobre a mama direita estendendo até a direita. Repita novamente com o outro lado.

O médico, para rastrear o câncer, pode solicitar uma ultrassonografia, mamografia, ressonância magnética ou outros. O diagnóstico é confirmado a partir da biópsia.

Tratamento e prevenção

Geralmente o tratamento do câncer de mama tem início com uma cirurgia e é complementado com quimioterapia, radiação, hormonioterapia ou imunoterapia.

Após o tratamento, o médico responsável irá acompanhar o caso pelos próximos cinco anos a cada seis meses.

Já formas de prevenir o câncer envolvem uma boa qualidade de vida, ou seja, prática de exercícios, dieta balanceada, evitar estresse, álcool e controlar o peso.

Outubro Rosa

O movimento conhecido como Outubro Rosa é internacional e foi criado no início da década de 1990, nos Estados Unidos da América. Celebrada anualmente, a campanha trata sobre a detecção precoce do tumor.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Policiais penais encontram 15 celulares e droga em área externa da Mata Grande

Publicado


Na madrugada deste sábado (31.10), policiais penais que faziam a vigilância do anexo da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (215 ao Sul de Cuiabá), perceberam uma movimentação suspeita na parte externa da unidade. Eles avistaram um carro e uma moto na Rodovia MT-130, que passa aos fundos do anexo, em atitude suspeita.

Os policiais penais fizeram, então, uma varredura no local e localizaram um frasco de água sanitária contendo vários materiais ilícitos. O objeto foi lançado pelo muro com os seguintes itens: 15 celulares, uma tela para celular, uma capa para celular, três carregadores, 12 fones de ouvido, nove chips de duas operadoras telefônicas e uma porção de substância análoga a maconha.

A ação ocorreu por volta das 3h. Foram feitas rondas em volta da unidade, mas nenhum suspeito foi localizado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Merendeiros relatam saudade dos alunos e desafios de uma alimentação com qualidade
Continue lendo

MATO GROSSO

Sábado (31): Mato Grosso registra 143.638 casos e 3.853 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (31.10), 143.638 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.853 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 313 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 143.638 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.221 estão em isolamento domiciliar e 134.087 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 148 internações em UTIs públicas e 124 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 36,72% para UTIs adulto e em 14% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (29.388), Rondonópolis (10.644), Várzea Grande (10.067), Sinop (7.112), Sorriso (6.339), Lucas do Rio Verde (5.893), Tangará da Serra (5.710), Primavera do Leste (4.940), Cáceres (3.473) e Campo Novo do Parecis (2.887).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 115.514 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 482 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (30), o Governo Federal confirmou o total de 5.516.658 casos da Covid-19 no Brasil e 159.477 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.494.376 casos da Covid-19 no Brasil e 158.969 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (31).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Mato Grosso realiza segundo transplante de rim em menos de uma semana

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana