conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mato Grosso figura em 3º lugar no ranking de estados com alto potencial de mercado do país

Publicado


O potencial agrícola de Mato Grosso contribuiu de uma maneira efetiva para a elevação no ranking dos estados no pilar do potencial de mercado de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados 2020 realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), e conta com parcerias da Tendências Consultoria e da Economist Intelligence Unit.

No ano passado, o Estado ocupou o sétimo lugar e nesse ano a terceira colocação, com 76,6 pontos (numa escala de zero a 100). O destaque neste quesito foi para taxa de crescimento, a maior na comparação nacional, apresentando o melhor resultado nesse indicador.

“Esses salto e saldo positivo do potencial de mercado de Mato Grosso está associado ao crescimento do PIB do estado, ao crescimento do setor agrícola, aumento da produção de grãos, do empreendedorismo da classe produtora, dos incentivos para instalação de indústrias, principalmente de biocombustíveis. Além disso, é importante ressaltar o vínculo do bom desempenho da agropecuária com o aumento do setor de serviços no estado. Um setor puxa o outro”, explicou César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso.

Para o secretário, esses dados são importantes indicadores para mais uma vez confirmar a aptidão agrícola do estado, bem como a importância de políticas públicas que fomentem a geração de emprego e renda para a população mato-grossense.

“Por ser um estado com pujança para o agronegócio, os fatores de crescimento do potencial de mercado estão muito correlacionados com indústria e serviços, e ambos existem por causa do agronegócio. São serviços desde a assistência técnica específica do setor rural, como também de dentista, ou de uma empresa de informática ou de telefonia que se instala numa região situada num polo produtivo de Mato Grosso”, afirmou.

Leia mais:  Centro de Triagem Covid-19 continuará atendendo durante todo o mês de novembro

Dados do Observatório de Desenvolvimento elaborado pela equipe da Superintendência de Agronegócio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) mostram que Mato Grosso continua tendo destaque em relação aos outros estados da federação na produção de soja, milho e algodão, mantém na safra 2019/2020 a liderança em produção, com aumento de 7%, 6% e 2% de toneladas, respectivamente. Grandes culturas com muita importância econômica estão ganhando espaço no estado, tais como, amendoim, feijão, gergelim e sorgo. 

O levantamento do Observatório mostra também que o estado conta com 12 plantas de etanol, das quais a metade utiliza o milho como matéria-prima, além de outras plantas de biocombustíveis, em que a soja é um dos componentes.

“É bem provável que o setor agrícola continuará impulsionando o crescimento do potencial de mercado de Mato Grosso. A base econômica do estado está na produção agrícola. É importante destacar que essa produção não significa necessariamente aumento na abertura de áreas, ou seja, os dados não indicam aumento de produção e produtividade com aumento de desmatamento. Pelo contrário, toda a cadeia produtiva que envolve empresas de pesquisas, classe produtora, indústrias e empresas agrícolas concentram esforços para construírem uma agricultura sustentável. Há uma série de medidas e ações para atender a demanda por alimento produzido com consciência ambiental. O Estado tem cumprido seu papel que é o de regular e de fiscalizar, e o setor está fazendo uso de tecnologias que possibilitam produzir mais na mesma área”, afirmou Carlos Izaltino Bolzan, superintende de agronegócios da Sedec.

Estudo

O levantamento da CLP desenvolvido desde o ano de 2011 traça um panorama dos estados e os compara. O estudo considera 69 indicadores, agrupados em 10 pilares estratégicos para o desenvolvimento brasileiro: sustentabilidade ambiental, sustentabilidade social, segurança pública, solidez fiscal, potencial de mercado, capital humano, educação, eficiência da máquina pública, infraestrutura e inovação.

Leia mais:  Mato Grosso é 5º Estado que mais investiu em saúde pública no país

De acordo com organizadores do estudo, o Ranking de Competitividade dos Estados é uma ferramenta para balizar as ações dos governos estaduais, apoiar a elaboração de políticas baseadas em evidências, é instrumento de planejamento, gestão e criação de políticas públicas que melhorem a qualidade de vida da população.

 

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, está promovendo a testagem em massa para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) em recuperandos e servidores das unidades penais de Cuiabá e de Várzea Grande. 

No último sábado (17.10), cerca de 130 reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May fizeram o teste rápido, na unidade penal. A aplicação foi feita pelos profissionais da saúde que atuam no Centro de Triagem de Covid-19, que está funcionando na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já os 25 presos do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) já foram testados no dia 7 de setembro. Os demais reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá, e do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas e Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, serão testados nos próximos dias.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, atualizado na última sexta-feira (16.10), há 32 casos ativos de Covid-19 em todas as 48 unidades penitenciárias. Este dado leva em consideração não só o número de pessoas privadas de liberdade, mas também de servidores que atuam nas unidades.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (19.10) o Boletim Informativo n°225 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus.

Veja a seguir a tabela de classificação de risco por município.

 

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Auxílio emergencial da cultura pode ser solicitado até 24 de outubro
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana