conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo conclui estrutura de quatro pontes de concreto na MT-326 e avança para entrega definitiva das obras

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a execução da superestrutura de quatro pontes de concreto sobre os rios Corixinho, Corixão, Água Preta e Borecaia e vazante, localizadas na MT-326, entre os municípios de Cocalinho e Nova Nazaré, na região Araguaia em Mato Grosso. 

Falta somente a execução dos encabeçamentos – uma espécie de aterro nas cabeceiras das pontes para nivelá-las à altura da rodovia – para a finalização e entrega definitiva das pontes para o uso da população e trânsito de veículos.  Os encabeçamentos serão concluídos ainda neste ano e estão sendo investidos aproximadamente R$ 25 milhões para construção das quatro pontes.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, as pontes de madeira são consideradas entraves logísticos para o escoamento da produção e transporte de passageiros – e a substituição por pontes de concreto vai assegurar a diminuição desses obstáculos e melhorar a fluidez do trânsito nessa região. 

Ponte sobre o Rio Corixinho na MT-326

As pontes são fundamentais para interligar o município de Cocalinho, na divisa com o Estado de Goiás, passando por Nova Nazaré, até ao entroncamento da BR-158, em Água Boa, além de  toda a região do Vale do Araguaia. 

A ponte sobre o Rio  Corixão tem 60 metros de extensão e os serviços de encabeçamento  estão sendo finalizados. Já a  ponte sobre o Rio Corixinho tem 75 metros de extensão  e o encabeçamento já foi iniciado, assim como na  ponte sobre o Rio Borecaia e vazante, com extensão total de 190 metros.  Apenas a ponte sobre o Rio Água Preta, com extensão de 50 metros, terá os serviços de encabeçamento iniciados nos próximos dias.

Leia mais:  Alunas de Escola Plena se destacam em Olímpiada e participam de bate-papo com ministro

“O governo do Estado está consertando Mato Grosso. Estamos com obras em todas as regiões. Não estamos medindo esforços para levar esta melhoria a toda a população de Mato Grosso. Até pouco tempo atrás a região do Vale do Araguaia era conhecida como “vale dos esquecidos”, mas hoje já é o Vale da Prosperidade. Estamos com obras de pontes e pavimentação em andamento e outras obras em contratação”, disse o secretário.

Ponte sobre o Rio Corixão na MT-326 entre os municípios de Cocalinho e Nova Nazaré, na região Araguaia em Mato Grosso

Outras obras 

Além das pontes já em fase de conclusão definitiva, também está em andamento na MT-326 a construção da ponte sobre o Rio das Mortes, que é a maior já construída em Mato Grosso, com 483 metros de extensão. Para sua construção estão previstos investimentos de R$ 52 milhões e atualmente são realizados os serviços de fundação.

Também está em andamento a pavimentação da MT-326, em um trecho de 76,5 quilômetros da rodovia entre Cocalinho e Nova Nazaré.  São executados dois lotes de obras de asfaltamento, cujos investimentos somam R$ 119,9 milhões.

Ponte sobre o Rio Borecai na MT-326

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado transfere 30 leitos de UTI da Santa Casa para o Hospital Metropolitano

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) abriu mais 30 leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, que foram remanejados do Hospital Estadual Santa Casa. A medida faz parte do processo de retomada das cirurgias eletivas, nas unidades de saúde do Estado.

A Santa Casa será uma das primeiras unidades a retomar as cirurgias. Mesmo com a transferência dos leitos, o hospital ainda conta com 20 UTIs exclusivas para pacientes com a Covid-19. 

A medida de remanejamento de leitos na Baixada Cuiabana integra o planejamento de retomada das cirurgias eletivas da rede estadual. Com a reorganização dos leitos, a população não é prejudicada, visto que continua a ser assistida pela mesma quantidade de vagas. De acordo com as equipes técnicas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a atualização já constará no boletim desta quinta-feira (29.10).

“A taxa de ocupação na Baixada Cuiabana, seja em Terapia Intensiva ou em enfermaria, atualmente é baixa, fato que nos permite voltar com as cirurgias eletivas. Isso é viável caso a gente consiga desbloquear os leitos específicos de coronavírus do Hospital Estadual Santa Casa. Desta forma, o Hospital Metropolitano seguirá como a principal referência no tratamento da Covid-19 na região da Baixada”, explicou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Além do remanejamento de leitos, houve o desligamento de 10 leitos pediátricos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa, devido à baixa ocupação. O Pronto Socorro de Cuiabá, que oferta 15 leitos desta modalidade, seguirá como referência para o tratamento de crianças com a Covid-19. 

Taxas de ocupação

O Hospital Estadual Santa Casa registrou uma ocupação de 26% na última quarta-feira (28.10). De 50 leitos adultos de UTI, somente 13 estavam ocupados. Atualmente, a unidade opera com 20 leitos de Terapia Intensiva referenciados para o tratamento da Covid-19. 

Leia mais:  Do total de investimentos do Mais MT, 63% são recursos próprios do Governo do Estado

A taxa de ocupação registrada em leitos pediátricos foi de 12% na última quarta-feira. De 25 leitos de UTI disponíveis, somente 3 estavam ocupados.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Do total de investimentos do Mais MT, 63% são recursos próprios do Governo do Estado

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai investir R$ 6 bilhões em recursos próprios no programa Mais MT. O valor representa 63% dos R$ 9,5 bilhões previstos para as obras e ações que beneficiarão diretamente o cidadão mato-grossense em todas as regiões do Estado e em todas as áreas.

“Nunca aconteceu na história de Mato Grosso ter tanto investimento com recursos próprios, da fonte 100, pela economia do Governo. É um programa audacioso. Temos um grande desafio pela frente, mas tenho certeza que o programa Mais MT vai trazer grandes resultados para Mato Grosso e para a vida dos mato-grossenses”, afirmou o governador Mauro Mendes, destacando que o programa é fruto de planejamento e trabalho.

Pelo programa, no período de quatro anos, entre 2019 e 2022, também estão previstos R$ 2,8 bilhões em operações de crédito e mais R$ 711,1 milhões, entre convênios com o Governo Federal e emendas parlamentares.

“Esses valores são previsões tímidas, mas dentro da realidade do Estado, porque nunca lançamos qualquer obra sem a certeza do recurso para finalizar. Os recursos são fruto de mapeamento já feito para sabermos de onde vamos tirar para aplicar nas ações e obras pelos próximos anos”, pontuou Mauro Mendes.

O Mais MT tem recursos para escolas, hospitais, asfalto novo, pontes, aquisição de armamentos e equipamentos, qualificação profissional, assistência social, geração de empregos, melhoria da Educação Pública, e está dividido em 12 grandes eixos estruturantes: Segurança; Saúde; Educação; Social e Habitação; Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda; Infraestrutura; Turismo; Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente; Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

Confira de onde são os valores que serão aplicados:

2019 – R$ 788,3 milhões já realizados, sendo R$ 497,6 milhões em recursos próprios; R$ 224 milhões em operações de crédito; e R$ 66,7 milhões em convênios e emendas.

Leia mais:  Estado oferece curso de inglês para gestores públicos

2020 – R$ 1,1 bilhão ainda em fechamento, sendo R$ 877,4 milhões em recursos próprios; R$ 128,7 milhões em operações de crédito; e R$ 106 milhões em convênios e emendas.

2021 – previsão de R$ 3,1 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhão em recursos próprios; R$ 992,9 milhões em operações de crédito; e R$ 334,5 milhões em convênios e emendas.

2022 – previsão de R$ 4,5 bilhões, sendo R$ 2,8 bilhões em recursos próprios; R$ 1,4 bilhão em operações de crédito; e R$ 203,9 milhões em convênios e emendas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana