conecte-se conosco


MATO GROSSO

Empaer realiza experimentos com algodão colorido orgânico em Canarana; produção será exportada para França

Publicado


A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) desde 2019 tem realizado experimentos com o cultivo de algodão colorido no sistema agroecológico, no município de Canarana (823 km ao Leste de Cuiabá).

O técnico agropecuário da Empaer, Gildomar Avrella fala que a previsão é produzir 15 toneladas de algodão em pluma (sem caroço), numa área de 15 hectares, que serão exportados para a França. O projeto será executado no Assentamento Rural Guatapará com a participação de 15 agricultores familiares.

De acordo com Avrella, os experimentos foram realizados com quatro variedades de algodão colorido: BRS Rubi, BRS Safira, BRS Verde e BRS Jade, oriundas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A colheita com as variedades mostrou uma produtividade entre 2.295 quilos a 3.975 quilos por hectare de algodão com caroço e foi realizada de forma manual, com todo o tratamento nas plantas e seguindo protocolo do cultivo do algodão comum.

“Acompanhamos o desenvolvimento, comportamento dos materiais na região e usamos as mesmas tecnologias de cultivo do algodão tradicional. Considero que tivemos uma boa produtividade”, explica Avrella.

Para atender o mercado europeu a produção de algodão tem que ser produzida de forma agroecológica/orgânica e ter a certificação para embarque internacional. O contato e as negociações estão sendo feitas com uma empresa francesa para aquisição do algodão tanto colorido como o branco, sendo todos orgânicos. Os agricultores precisam produzir um volume mínimo para exportação em torno de 15 toneladas de algodão por safra.

Os agricultores foram capacitados e receberam treinamento para o cultivo sustentável com a oportunidade de desenvolver um trabalho com o algodão agroecológico abrindo mercados com fibras sustentáveis. O técnico da Empaer comenta que os produtores estarão organizados e em plena produção e comercialização na safra de 2022.

Leia mais:  Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Com a previsão de produzir entre 12 toneladas a 15 toneladas. De algodão em pluma, Gildomar prevê uma rentabilidade com a venda do produto orgânico em torno de R$ 16 mil por hectare. Ele explica que a intenção é criar núcleos orgânicos dedicados a produção sustentável, que ajudará os agricultores a coordenarem seus esforços e acessarem benefícios como treinamento, assistência técnica e a transformação econômica, gerando renda e melhorando a condição de vida das famílias do meio rural. 

Experimentos com o cultivo de algodão colorido no sistema agroecológico

   

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, está promovendo a testagem em massa para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) em recuperandos e servidores das unidades penais de Cuiabá e de Várzea Grande. 

No último sábado (17.10), cerca de 130 reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May fizeram o teste rápido, na unidade penal. A aplicação foi feita pelos profissionais da saúde que atuam no Centro de Triagem de Covid-19, que está funcionando na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já os 25 presos do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) já foram testados no dia 7 de setembro. Os demais reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá, e do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas e Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, serão testados nos próximos dias.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, atualizado na última sexta-feira (16.10), há 32 casos ativos de Covid-19 em todas as 48 unidades penitenciárias. Este dado leva em consideração não só o número de pessoas privadas de liberdade, mas também de servidores que atuam nas unidades.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Auxílio emergencial da cultura pode ser solicitado até 24 de outubro
Continue lendo

MATO GROSSO

Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (19.10) o Boletim Informativo n°225 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus.

Veja a seguir a tabela de classificação de risco por município.

 

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Mato Grosso é 5º Estado que mais investiu em saúde pública no país
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana