conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Covas diz que Ricardo Nunes deve esclarecer acusação de violência contra esposa

Publicado


source
ricardo nunes e regina carnovale
Reprodução / Facebook

Ricardo Nunes ao lado de Regina Carnovale

O prefeito e candidato a reeleição de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) afirmou nesta sexta-feira (16) que o candidato a vice da sua chapa, vereador Ricardo Nunes (MDB), precisa esclarecer as acusações de violência doméstica e ameaça contra a esposa . As informações são da Folha de São Paulo.

Covas disse que é “inaceitável violência contra mulher ” ao ser questionado sobre o assunto. O prefeito de São Paulo fez críticas à Márcio Covas (PSB), que afirmou em 2018 afirmou que a polícia fica sobrecarregada por conta das brigas de casal.

“Eu não sou daqueles, como a gente já viu alguns candidatos dizerem, que acha que o poder público não precisa intervir em casos de violência doméstica . É inaceitável qualquer tipo de violência , é inaceitável violência contra mulher”, disse Covas.

O prefeito afirmou que viu nesta sexta-feira (16) a gravação de alguns vídeos com manifestações de Nunes dizendo que nada aconteceu a não ser um desentendimento de casal.

“Então fico muito tranquilo em relação a isso”, disse Covas.

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro diz que "discretamente" atuará em campanhas de eleições municipais
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Moraes pede atualização do inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF

Publicado


source
Ministro do STF Alexandre de Moraes é o novo relator do inquérito.
Rosinei Coutinho/STF

Ministro do STF Alexandre de Moraes é o novo relator do inquérito.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu à Polícia Federal informações relacionadas ao andamento do inquérito que apura se houve interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na autonomia da corporação. As informações foram dadas pelo G1 .

Essa é a primeira decisão de Alexandre de Moraes  como relator do inquérito, posição que antes era ocupada pelo ex-ministro aposentado Celso de Mello . Moraes foi escolhido através de um sorteio do sistema eletrônico do STF .

“Solicitem-se à autoridade policial designada nestes autos, informações sobre o andamento das investigações apontadas no despacho de polícia judiciária nº 458/2020 (fls. 889)”, diz Moraes no despacho que foi assinado no último domingo (25) e publicado nesta terça-feira (27).

O objetivo de Moraes é acessar mais esclarecimentos sobre desdobramentos de outros casos que podem mostrar interesse de Bolsonaro na Polícia Federal .

Um dos pedidos do ministro foi para que sejam atualizadas as informações sobre um inquérito que investiga supostos crimes eleitorais do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) .

Comentários Facebook
Leia mais:  Em queda nas pesquisas, Russomanno tira Bolsonaro de jingle
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Aécio Neves apresenta projeto que pune quem recusar vacina contra Covid-19

Publicado


source
Aécio Neves (PSDB) foi eleito para o cargo de deputado federal e manterá foro privilegiado
Lula Marques/Agência PT – 30.8.16

Aécio Neves (PSDB) foi eleito para o cargo de deputado federal e manterá foro privilegiado

Deputado Federal Aécio Neves (PSDB) protocolou na última terça (27) um projeto de lei que cria uma série de punições a quem se recusar a se vacinar contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

O projeto de lei 5040/2020 apresenta as mesmas punições já existentes no caso de quem não votar e não justificar a ausência.

Veja algumas das sanções do projeto de Aécioque que as pessoas que se recussassem a vacinar seriam impedidas de fazer:

  • Inscrever-se e empossar-se em concursos para cargos e funções públicas
  • Obter passaporte e/ou carteira de identidade
  • Obter empréstimo em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo
  • Renovação de matrícula em estabelecimentos de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo

Na justificativa do projeto, o deputado afirma que “Quem recusar-se à vacinação estará agindo da mesma maneira que aquele que se recusa a participar das eleições. Este não é local nem momento para discutir a obrigatoriedade do voto. Nosso Direito e nossas convicções coletivas assim o consideram”.

O deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) reagiu em suas redes sociais contra Aécio e disse que a punição poderia começar com ele próprio:

Leia mais:  Ministério Público pede que inelegibilidade de Crivella seja mantida



O Presidente Jair Bolsonaro, que na semana passada cancelou a compra da CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório Chinês Sinovac junto ao Instituto Butantan  afirmou na última segunda (26) que essa questão da obrigatoriedade da vacina não deve ser judicializada:

“Eu entendo que isso não é uma questão de Justiça. Não pode 1 juiz decidir se você vai ou não tomar a vacina. Isso não existe. Nós queremos é buscar a solução para o caso”, afirmou.


Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana