conecte-se conosco


MATO GROSSO

Comitê comemora 10 anos de atuação na bacia do Rio Sepotuba com depoimentos especiais

Publicado


Criado oficialmente no dia 15 de outubro de 2010, o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Sepotuba completa nesta quinta-feira (15) uma década de história na conservação e gestão responsável dos recursos hídricos da bacia. Para comemorar a data, três ex-membros da diretoria do CBH foram convidados para contar suas experiências no contato com a comunidade em um vídeo especial. O material está disponível no canal no YouTube do Portal CBHs MT, e pode ser visto clicando aqui.

Abrangendo uma área total de aproximadamente 9.800 km², o CBH completa uma década de atuação na mediação de conflitos, criação de ações na educação ambiental e até mesmo realizações práticas como análises da qualidade das águas. Contando com a participação de membros da sociedade civil e do poder público, o Comitê reforça em 2020 a necessidade de seguir trabalhando em prol das águas do estado.

Para o primeiro Secretário do Comitê, Lauro Soccoloski, pensar a conservação do recurso por meio dos CBHs é também zelar pelo equilíbrio na quantidade e qualidade da água disponível. “O comitê presta apoio institucional para o desenvolvimento de ações de preservação dos recursos hídricos, visando aumentar a disponibilidade de água em quantidade e qualidade para toda a população”.

Com encontros ordinários realizados quatro vezes ao ano, o Comitê também se organiza em Grupos de Trabalhos temporários onde são tratados assuntos pontuais. Entre as ações já realizadas está a implementação do Programa de Pagamento por Serviços Ambientais – PSA Queima pé, que fomentando a recuperação das áreas de nascentes e mata ciliares degradadas do manancial de abastecimento público da cidade de Tangará da Serra

Depoimentos especiais

Diante da realidade atual, onde o distanciamento é uma ferramenta importante no combate ao novo coronavírus, o Comitê resolveu marcar a data por meio de um vídeo especial unindo a fala de três ex-membros da diretoria. Reforçando a importância do CBH, participaram o ex-presidente na gestão 2010 – 2014, Decio Siebert, a ex-presidente na gestão 2015 – 2016, Edenir Maria Serigatto e o ex-vice-presidente da gestão 2010 – 2012 e 2012 – 2014, Abílio Luiz Colognese.

Leia mais:  Deputados destacam que Mais MT vai contemplar todas as regiões do Estado

A fala dos ex-membros foi registrada em um vídeo-depoimento publicado no canal do YouTube da plataforma Portal CBHs MT, e pode ser acessado clicando aqui. Já para acompanhar as ações do Comitê, acesse o site oficial, clicando aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

CGE-MT é escolhida como gestora de conteúdo do repositório nacional de controle interno

Publicado


A Controladoria Geral do Estado de Mato Grosso (CGE-MT) é uma das seis instituições de controle interno do país escolhidas pelo Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) como gestoras de conteúdo do Banco do Conhecimento, repositório digital de trabalhos produzidos pelas controladorias da União, dos estados e dos municípios.

A CGE-MT foi escolhida como gestora de conteúdo da seção “Auditoria e Controle”, devido à expertise do órgão nessas duas áreas. “A CGE, como gestora de conteúdo (aprovadora), ficará responsável por liberar os materiais postados pelos demais órgãos de controle do país, quando o assunto for auditoria e controle. O material enviado somente ficará disponível para acesso público após nossa análise e aprovação”, explicou o auditor Paulo Farias Nazareth Netto, representante da CGE-MT na gestão do repositório digital.

O primeiro treinamento dos gestores de seções foi realizado pelo Conaci no dia 22 de outubro. O treinamento teve o objetivo de capacitá-los para a utilização da plataforma, além de esclarecer dúvidas sobre os papeis e os critérios para as aprovações.

A secretária executiva do Conaci, Renata Rezende, destacou que o Banco do Conhecimento será importante para a divulgação e disseminação de boas práticas de controle interno por todo o país.

“A ideia é aprimorarmos o banco gradativamente para que se torne um grande repositório dos principais documentos produzidos no país sobre auditoria, correição, responsabilização administrativa, ouvidoria, transparência, controle social, gestão de riscos, governança e integridade, se tornando uma ferramenta essencial para disseminação do conhecimento”, destacou. 

Os seis gestores de conteúdo foram escolhidos pela presidência do Conaci devido à experiência e afinidade com os respectivos temas: Auditoria e Controle, com a CGE-MT; Correição, com a Secretaria da Controladoria Geral do Estado de Pernambuco (SCGE-PE); Governança, Integridade e Gestão de Riscos, com a Controladoria Geral do Estado de Minas Gerais (CGE-MG); Ouvidoria, com a Ouvidoria Geral do Estado de São Paulo; Responsabilização Administrativa e Lei Anticorrupção, com a Secretaria de Controle e Transparência do Espírito Santo (Secont-ES); Transparência e Controle Social, com a Controladoria Geral do Estado de Goiás (CGE-GO). 

Leia mais:  Deputados destacam importância do maior programa de investimentos do Estado

O Conaci contou com a expertise tecnológica e apoio da Secont-ES para desenvolver o sistema. O Banco do Conhecimento já está no ar e será atualizado gradativamente à medida que os órgãos de controle submetam seus respectivos materiais para publicação na plataforma.

Conheça AQUI o Banco do Conhecimento do Conselho Nacional de Controle Interno. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Etapa de novembro da vacinação contra febre aftosa começa domingo (1º)

Publicado


A etapa de novembro de vacinação contra a febre aftosa inicia neste domingo (1º.11) em Mato Grosso. Bovinos e bubalinos de até 24 meses devem ser imunizados e a vacinação deve ser comunicada ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea MT).

Nesta etapa, 14 milhões de animais devem ser vacinados em todo o Estado. Na maioria das regiões, a vacinação ocorre de 1º a 30 de novembro e a comunicação ao Indea MT até 10 de dezembro. Na região do Pantanal, a vacinação e a comunicação seguem até 15 de dezembro.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, determinou que houvesse uma vacinação diferenciada na região do Pantanal. “Devido aos incêndios florestais ocorridos no Pantanal neste ano, o setor pecuário passa por um momento muito delicado. O Indea MT irá avaliar a necessidade de prorrogação ou outro tipo de ação”, explica.

Marcos Catão, presidente do Indea MT, conta que equipes técnicas estiveram na região conversando com pecuaristas e verificando as condições de vacinação. “Normalmente, a vacinação no Pantanal é diferenciada. O que fizemos para o atual cenário é já deixar informado o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que poderá existir alguma modificação no decorrer da imunização”, afirma.

O diretor técnico do Instituto, Renan Tomazele, informa que quinzenalmente as equipes técnicas irão avaliar a comunicação da vacinação no Pantanal para verificar se está abaixo da média dos últimos anos e proceder alguma alteração.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quarta-feira (28): Mato Grosso registra 142.346 casos e 3.828 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana