conecte-se conosco


MATO GROSSO

Codem apresenta primeiros dados para plano de recuperação da economia pantaneira pós incêndios

Publicado


O Conselho de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Codem) realizou nesta quinta-feira (15.10) sua primeira reunião ordinária e apresentou os primeiros dados para um plano de recuperação da economia pantaneira pós incêndios na região em relação à pecuária. O trabalho da comissão e o relatório deverá ser aprovado na próxima semana.  

Quando finalizado, o documento será encaminhado para os órgãos competentes do Governo Federal, como a Superintendência do Centro Oeste (Sudeco), e também às demais secretarias estaduais para dar andamento às melhorias.

“Em primeiro lugar, precisamos ouvir o homem e a mulher pantaneiros, eles é que conhecem a região. Esta comissão mostrou a demanda por recursos para recuperar a economia e apontou soluções que possam mitigar o atual cenário e projetar a possibilidade de aumento de renda deste segmento da economia no bioma Pantanal e isso exige iniciativas públicas e privadas”, afirmou César Miranda, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e presidente do Codem.

De acordo com o coordenador da Comissão, Amado de Oliveira, consultor técnico da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), “é seguro afirmar que, sem a mudança na vigente caracterização exposta do Pantanal, a sustentabilidade do setor pode ficar prejudicada e influenciar negativamente a comunidade que depende da atividade”.

A etapa emergencial do plano, que compreende o período após os incêndios até 31 de dezembro deste ano, solicita auxílio financeiro em relação a investimentos e custeios, logística de acesso por meio da Rodovia Transpantaneira, ações em relação à legislação ambiental e certificação de origem do gado bovino pantaneiro.

Fazem parte da comissão representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec MT), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea MT), Banco do Brasil, Sicredi, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Federação da Agropecuária de Mato Grosso (Famato), Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio MT) e representante dos produtores rurais do Pantanal.

Leia mais:  Gamificação na educação é tema de videoconferência promovida pela Seduc; live ocorre nesta quarta-feira (21)

Resolução

O Codem ainda aprovou resolução que estabelece valores para retenção de fêmeas bovinas na linha de financiamento de retenção de matrizes na Planície Pantaneira do FCO. Desta forma, matrizes de 12 a 24 meses, novilha 18 meses (8,5 arrobas) em R$ 1.709,12/cabeça. De 24 a 72 meses, vaca (10,5 arrobas) R$ 1.915,67/cabeça e vaca parida (12,5 arrobas) R$ 2.918,92/cabeça.

Cartas Consulta

Ainda durante a reunião ordinária do CODEM foram aprovadas 10 cartas consulta do FCO Empresarial, totalizando quase R$ 250 milhões financiados e também 37 cartas consulta do FCO Rural, totalizando mais de R$ 86 milhões financiados.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, está promovendo a testagem em massa para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) em recuperandos e servidores das unidades penais de Cuiabá e de Várzea Grande. 

No último sábado (17.10), cerca de 130 reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May fizeram o teste rápido, na unidade penal. A aplicação foi feita pelos profissionais da saúde que atuam no Centro de Triagem de Covid-19, que está funcionando na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já os 25 presos do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) já foram testados no dia 7 de setembro. Os demais reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá, e do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas e Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, serão testados nos próximos dias.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, atualizado na última sexta-feira (16.10), há 32 casos ativos de Covid-19 em todas as 48 unidades penitenciárias. Este dado leva em consideração não só o número de pessoas privadas de liberdade, mas também de servidores que atuam nas unidades.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de Mato Grosso mantém UTIs para casos de Covid-19 em Rondonópolis
Continue lendo

MATO GROSSO

Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (19.10) o Boletim Informativo n°225 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus.

Veja a seguir a tabela de classificação de risco por município.

 

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana