conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro tem aprovação de 18% a 66% nas capitais do Brasil, aponta Ibope

Publicado


source
bolsonaro
Agência Brasil

Jair Bolsonaro divide opiniões e popularidade nas capitais vai de 18%, em Salvador, a 66%, em Boa Vista

Amado e odiado, o presidente Jair Bolsonaro realmente divide opiniões, apesar de viver momento de grande popularidade . A primeira rodada de pesquisas do Ibope em 25 capitais revela grandes diferenças regionais na forma com que os eleitores encaram o presidente.

Se em Salvador (BA), a administração de Bolsonaro é considerada ótima ou boa por apenas 18%, menor índice do País, em Boa Vista (AC), sua aprovação chega a 66%. Em quase todas as capitais, as avaliações muito positivas ou muito negativas superam as regulares. Em nenhuma a avaliação regular tem maioria.

Após o registro oficial das candidaturas para as Eleições 2020 , São Luís (MA) é a única capital brasileira que ainda não teve um levantamento do Ibope para avaliar o governo Bolsonaro.

De acordo com o Ibope , a média de aprovação ao governo é maior nas capitais das regiões Norte e Centro-Oeste e menor nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste. A última pesquisa nacional do instituto de pesquisa, concluída no mês de setembro, revelou aprovação de cerca de 40%; 29% consideravam o governo regular, meso percentual dos que consideravam o governo Bolsonaro ruim ou péssimo.

De olho nas eleições municipais, a pesquisa de aprovação do presidente ajuda candidatos a definirem o rumo de suas campanhas, buscando se aproximar de Bolsonaro, como faz  Celso Russomanno (Republicanos) em São Paulo, por exemplo, ou se afastar o máximo possível, como seria o cenário ideal em Salvador, já que na capital baiana a administração bolsonarista é considerada ruim ou péssima por 62% dos eleitores.

Leia mais:  Fora da disputa em SP? Comissão de Ética do Novo expulsa Filipe Sabará

Confira as avaliações do governo Bolsonaro por capital

Região Centro-Oeste – sem o DF:

  • Campo Grande – 45% ótimo e bom, 34% ruim ou péssimo e 20% regular;
  • Cuiabá – 49% ótimo e bom, 28% ruim ou péssimo e 23% regular; e
  • Goiânia – 44% ótimo e bom, 33% ruim ou péssimo e 22% regular.

Região Nordeste – sem São Luís (MA):

  • Aracaju –  34% ótimo e bom, 44% ruim ou péssimo e 19% regular;
  • Fortaleza – 26% ótimo e bom, 47% ruim ou péssimo e 25% regular;
  • João Pessoa – 43% ótimo e bom, 33% ruim ou péssimo e 21% regular;
  • Maceió – 42% ótimo e bom, 36% ruim ou péssimo e 21% regular;
  • Natal – 39% ótimo e bom, 37% ruim ou péssimo e 23% regular;
  • Recife – 29% ótimo e bom, 43% ruim ou péssimo e 28% regular;
  • Salvador – 18% ótimo e bom, 62% ruim ou péssimo e 17% regular; e
  • Teresina – 26% ótimo e bom, 42% ruim ou péssimo e 31% regular.

Região Norte:

  • Belém – 29% ótimo e bom, 43% ruim ou péssimo e 28% regular;
  • Boa Vista – 66% ótimo e bom, 15% ruim ou péssimo e 18% regular;
  • Macapá – 42% ótimo e bom, 33% ruim ou péssimo e 24% regular;
  • Manaus – 54% ótimo e bom, 26% ruim ou péssimo e 19% regular;
  • Palmas – 44% ótimo e bom, 28% ruim ou péssimo e 27% regular;
  • Porto Velho – 50% ótimo e bom, 29% ruim ou péssimo e 21% regular; e
  • Rio Branco – 48% ótimo e bom, 27% ruim ou péssimo e 23% regular.

Região Sudeste:

  • Belo Horizonte – 39% ótimo e bom, 41% ruim ou péssimo e 19% regular;
  • Rio de Janeiro – 34% ótimo e bom, 38% ruim ou péssimo e 28% regular;
  • São Paulo – 27% ótimo e bom, 48% ruim ou péssimo e 24% regular; e
  • Vitória – 32% ótimo e bom, 44% ruim ou péssimo e 22% regular.
Leia mais:  Candidatas de quase metade os partidos não receberam verba mínima nas eleições

Região Sul:

  • Curitiba – 40% ótimo e bom, 35% ruim ou péssimo e 24% regular;
  • Florianópolis – 33% ótimo e bom, 47% ruim ou péssimo e 18% regular; e
  • Porto Alegre – 26% ótimo e bom, 50% ruim ou péssimo e 23% regular.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro sobre a imprensa: “nós suportamos o que vocês escrevem sem retaliação”

Publicado


source
bonoro
Marcos Corrêa/PR

Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido)


O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) discursou nesta quinta-feira (21) durante a cerimônia de formatura dos diplomatas do Instituto Rio Branco. A fala breve conteve comentários sobre economia, pandemia, Amazônia, elogios ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e críticas ao trabalho da imprensa .


Bolsonaro se vangloriou como um defensor da liberdade de imprensa ao comentar que poderia ter realizado a regulação da mídia brasileira , mas preferiu não tocar o projeto para garantir as liberdades do trabalho jornallístico. Ele ainda fez críticas ao fato de não interferir no exercício da atividades da imprensa e, ainda assim, supostamente, sofrer algum tipo de perseguição por parte dos veículos.

“Apesar de tudo, nós suportamos tudo o que vocês escreveram, mostram e divulgam, sem qualquer retaliação”, disse Bolsonaro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro sobre a imprensa: "nós suportamos o que vocês escrevem sem retaliação"
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Salles não avisou Braga Neto e Guedes sobre interrupção de combate à queimadas

Publicado


source
Ricardo Salles
O Dia

Ministro omitiu informações durante reunião, segundo jornalista.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não avisou o ministro-Chefe da Casa Civil, Walter Braga Neto, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, de que os combates aos incêndios em regiões florestais seriam interrompidos. Ele também teria omitido que faltavam recursos para o Ibama. A informação é da jornalista Ana Flor, do G1 .

Segundo a jornalista, ministros conversaram na tarde da última quarta-feira (21), em uma reunião do Comitê Interministerial sobre Mudanças do Clima. Integrante do comitê e presidente do Conselho da Amazônia, o vice-presidente Hamilton Mourão não participou da reunião.

A jornalista diz ainda que pessoas que estavam presentes confirmaram que a repercussão negativa sobre as queimadas no exterior foi um dos temas debatidos. A cobrança de investidores também foi pauta do encontro.

Entretanto, Salles não informou os colegas sobre a decisão que seria tomada pelo Diretor de Planejamento, Administração e Logística do Ibama, que é um braço da pasta.

Comentários Facebook
Leia mais:  Salles não avisou Braga Neto e Guedes sobre interrupção de combate à queimadas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana