conecte-se conosco


ESPORTES

Gaúcho vence edição online de Semana de Vela de Ilhabela

Publicado


.

Principal competição náutica da América Latina, a Semana de Vela de Ilhabela teve que ser adaptada na edição deste ano, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O jeito foi competir virtualmente, por meio do aplicativo “Virtual Regatta”. O gaúcho Phillipp Grochtmann levou a melhor na regata final, disputada em um percurso que simulava a raia olímpica do Rio de Janeiro.

“Como o offshore [barco de vela oceânica usado em regatas mais curtas] dificulta a ultrapassagem, eu sabia que se montasse na frente na largada, fazendo um bom contravento, seria difícil de ser ultrapassado. Acabou que a estratégia deu certo”, explica Grochtmann à Agência Brasil.

O evento online reuniu 76 participantes, que competiram em 20 regatas virtuais. Os percursos simulavam os de cidades como Mallorca (Espanha), Auckland (Nova Zelândia) e Marselha (França), cidades onde serão disputadas as provas de vela da Olimpíada de Paris, em 2024. Para Grochtmann, já serviu para dar um “gostinho” dos Jogos. O velejador disputará vaga para representar o Brasil na capital francesa em 2024, na classe laser, a mesma em que Robert Scheidt se sagrou bicampeão olímpico em 1996 e 2004.

“É um barco bem típico da vela do Brasil. Fiquei em segundo no Brasileiro [de laser] do ano passado e terceiro no deste ano. Meu planejamento é treinar bastante para a Copa Brasil e conseguir disputar alguns campeonatos internacionais para conseguir ritmo de regata”, diz o gaúcho.

Semana virtual de Ilhabela tem postulante a 2024 e revelação em pódio Semana virtual de Ilhabela tem postulante a 2024 e revelação em pódio

Disputa online  da Semana de Vela de Ilhabela ocorreu via aplicativo “Virtual Regatta” – Semana Virtual Ilha Bela

 

Se Grochtmann já era veterano na Semana de Vela “presencial”, participando em duas embarcações diferentes, o mesmo não se pode dizer do vice-campeão da disputa online. Lucas Rocha Dantas, de apenas 15 anos, nunca havia competido em Ilhabela, mas brigou até o fim pelo título virtual. O garoto de Brasília, que veleja desde os 11 anos, foi o melhor da fase qualificatória, ficando em segundo na regata decisiva.

Leia mais:  Melhor time de futsal feminino do mundo em 2019 se adéqua à pandemia

“Comecei na vela online por causa da proibição dos treinos e regatas no Distrito Federal, por causa da pandemia, e pelo meu gosto por tecnologia. Na regata final [da Semana de Vela], o Phillipp abriu distância e vi que seria difícil alcançar, então, passei a me preocupar com quem estava atrás. Foi bem divertido e pretendo continuar jogando”, conta Dantas. 

O detalhe é que o jovem teve como um dos principais adversários no evento o próprio técnico de vela – real e virtual -, Allan Godoy, com quem brigou pela liderança na primeira fase. “Infelizmente, na final, queimei a largada. Tive que voltar e não consegui me recuperar. Mas, estou contente com o resultado e com meu pupilo”, afirma o velejador do Iate Clube de Brasília, oitavo na regata decisiva. 

A disputa virtual, que foi extraordinária em função da pandemia, deverá ser incluída na programação da Semana de Ilhabela no ano que vem. “Certeza que a vela online veio pra ficar e será uma classe nova na edição 48, seja via Virtual Regatta ou Virtual Skipper [outro game de vela]”, garante o organizador do evento, Mauro Dottori.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

STJD aceita pedido do Goiás e partida contra o São Paulo é adiada

Publicado


.

Na tarde deste domingo (9), faltando menos de 10 minutos para o começo da partida entre Goiás e São Paulo, no estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), prevista para começar às 16h, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aceitou o pedido da equipe do Centro-Oeste e adiou a partida. A alegação do Goiás Esporte Clube, divulgada em nota oficial no site do clube, é que ele recebeu apenas na manhã deste domingo (9) os resultados positivos da Covid-19 nos exames realizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Exames para covid-19

Antes do jogo contra o São Paulo, o clube fez uma rodada de exames em um laboratório escolhido pela CBF. Só que esse exames feitos na última quinta-feira (6) foram invalidados pela Confederação. Segundo a entidade, as amostras foram acondicionadas de maneira inapropriada. Novos exames foram realizados na sexta-feira. E o resultados apresentados ao clube apenas na manhã deste domingo, contrariando o que diz o próprio protocolo da CBF, que prevê uma antecedência mínima de 24h da partida. Dos 26 testes realizados, 10 pessoas apresentaram resultados positivos, sendo 8 jogadores da equipe titular. Até o momento, a CBF ainda não informou uma nova data para a realização da partida.

O Hospital Albert Einstein, contratado pela CBF para realizar os exames, se manifestou através de nota oficial: “O Hospital Israelita Albert Einstein identificou uma falha técnica na coleta das amostras, feita em um laboratório parceiro em Goiás, para realização de teste RT-PCR em atletas e equipes dos clubes Vila Nova e Goiás. Solicitou, portanto, novas amostras antes do processamento dos exames. Elas foram refeitas e encaminhadas para análise no laboratório do hospital em São Paulo, sem nenhum prejuízo aos prazos estabelecidos para apresentação dos resultados”.

Leia mais:  Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista

 

 

Edição: Nélio de Andrade

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Max Verstappen estraga festa da Mercedes e vence GP dos 70 anos da F1

Publicado


.

Neste domingo (9), em Silverstone, na Inglaterra, Max Verstappen, holandês da RBR, venceu o GP dos 70 anos da Fórmula 1. Ele foi o único piloto entre os primeiros do grid a apostar nos pneus duros na largada. E se deu bem.

A dupla da Mercedes (Valtteri Bottas, na pole position, e Lewis Hamilton, logo atrás) foi ultrapassada depois das trocas de pneus. Na segunda ida aos boxes, Max Verstappen foi ao mesmo tempo de Valtteri Bottas, e Lewis Hamilton seguiu na pista até a volta 41. Depois, caiu para 4°. Mas ultrapassou Charles Leclerc, passou o companheiro de equipe, Bottas, e fechou o Grande Prêmio em 2°. Bottas completou o pódio. Esta foi a 1° vez que a Mercedes não saiu vencedora de uma prova em 2020.

Assim, o inglês Hamilton chegou a 155 pódios e igualou o recorde de Schumacher. Na tabela de classificação do Mundial, ele tem 107 pontos. Max Verstappen, 77. E Valtteri Bottas, 73. Já no próximo fim de semana, a temporada continua com o GP da Espanha, em Barcelona.

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
Leia mais:  Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana