conecte-se conosco


MATO GROSSO

Seduc promove seminário formativo para profissionais das escolas de ensino médio integrado

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promove nos dias 16 a 18 de dezembro o Seminário Formativo: Ensino Médio Integrado à Educação Profissional de Mato Grosso. Os três dias de evento ocorrerão no Hotel Fazenda Mato Grosso, com a solenidade de abertura realizada na quarta-feira (16.12), às 9h.

O objetivo do seminário é subsidiar os professores e coordenadores pedagógicos que atuam nas escolas de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (Emiep) em conhecimentos teóricos, metodológico e de políticas públicas com foco na integração curricular, buscando a melhoria da qualidade da educação.

Participam da formação cerca de 400 profissionais da educação, entre coordenadores pedagógicos e professores (de linguagens, matemática, ciências da natureza e humanas e base técnica) das Escolas Estaduais de Emiep, profissionais dos Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapros), assessorias pedagógicas e técnicos da Seduc e da Secretaria de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

Emiep

O Emiep é uma modalidade oferecida de modo a atender às necessidades de educação profissional com vistas à inclusão social, com foco nas especificidades de cada região, das escolas e dos alunos, abrangendo as áreas de formação a partir das demandas das práxis social e produtiva.

Tal modalidade visa articular os conhecimentos gerais básicos e os relativos à formação profissional, de forma a oportunizar a participação autônoma, o exercício da cidadania e o trabalho, compreendendo os alunos como sujeitos individual e coletivo capaz de usar o conhecimento para transformar a realidade.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Nota MT beneficia 146 entidades filantrópicas de 53 municípios
publicidade

MATO GROSSO

Contas de celular e internet vão ter desconto de até 52% no valor do ICMS cobrado

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai abrir mão de arrecadar R$ 198 milhões por ano, a partir de janeiro de 2022, com a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o setor da comunicação. A medida vai impactar significativamente no valor da conta paga pelo contribuinte, cujo desconto vai passar de R$ 60, uma redução de ate 52% no imposto cobrado.

Conforme projeção da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT), os serviços de comunicação que hoje possuem alíquota de 25% na telefonia fixa e 30% para celular/internet, vão passar a cobrar 17% do imposto. Isto significa dizer que, uma fatura de R$ 400, que continha R$ 120 a título de ICMS, agora passa a ser de R$ 337,35, sendo R$ 57,35 de imposto.

Além da comunicação, o Governo vai baixar o imposto também da energia elétrica (de 25% e 27% para 17% a todos os setores), da gasolina (de 25% para 23%), do diesel (de 17% para 16%), do gás industrial (de 17% para 12%) e do uso do sistema de distribuição da energia solar (de 25% para 17%).

O Projeto de Lei que institui o maior corte de ICMS do País foi enviado para a Assembleia Legislativa e deve ser votado nos próximos dias.
Com a redução, o Governo de Mato Grosso deve deixar de arrecadar cerca de R$ 1,2 bilhão por ano, valor que permanece no bolso dos contribuintes, aliviando o orçamento doméstico de milhares de pessoas e também de empresas.

A redução do ICMS foi possível em razão das medidas adotadas pela atual gestão – com o apoio da Assembleia Legislativa – que consertaram o caixa do Estado, trouxeram o equilíbrio fiscal e permitiram que o Governo saltasse de Nota C para Nota A no Tesouro Nacional.

Leia mais:  Sábado (16): Mato Grosso registra 542.919 casos e 13.882 óbitos por Covid-19
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Exposição apresenta esqueletos de animais para explicar bioma do Pantanal

Publicado


Jacaré, anta, quati, tuiuiú, capivara e até uma sucuri de dois metros de comprimento integram a exposição “O Pantanal através dos esqueletos”, aberta ao público no Museu de História Natural de Mato Grosso. A proposta é apresentar para os visitantes um olhar diferente do Pantanal, sob a perspectiva do sistema esquelético de alguns dos animais que habitam o bioma e mostrar como é a interação desses bichos com o ambiente.

Os esqueletos integram acervo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e foram reconstituídos em tamanho real para a exposição, realizada em parceria com o Laboratório de Anatomia Animal Comparada da UFMT.  

“A exposição tem como objetivo apresentar aos visitantes a anatomia animal de forma simples e interativa, possibilitando a observação dos ossos para demonstrar a relação destes com os hábitos e habilidades de cada animal. Entre os esqueletos exibidos estão a sucuri, a anta, maior mamífero terrestre do Brasil, e o tuiuiú, ave símbolo do Pantanal”, destaca a curadora do Museu, Vitória Ramirez Zanquetta.

Visita Virtual 360°

Outra novidade do Museu de História Natural é a possibilidade de fazer a visita virtual em 360°, que apresenta uma perspectiva geral sobre a instituição e mostra o acervo da exposição permanente.

Vitória Ramirez Zanquetta, curadora do Museu,  explica que a visita virtual é uma aliada na divulgação do espaço cultural, ampliando o acesso ao público e possibilitando também que instituições de ensino tenham acesso às informações de forma remota para trabalhar diferentes temas com os estudantes.

“Através de exposições e ações educativas, o Museu promove o conhecimento arqueológico, paleontológico e etnológico para a população mato-grossense, estudantes, professores e pesquisadores. E as ferramentas para acesso remoto têm se tornado cada vez mais importantes, especialmente pela pandemia. A ideia é que essa plataforma seja alimentada com cada vez mais conteúdos sobre o acervo, além de mídias que proporcionem maior acessibilidade, como áudio descrições e vídeos em libras”.

Leia mais:  Sema apresenta redução de 21% no desmatamento em MT ao vice-presidente Mourão

O tour virtual está disponível no site do Museu.

Serviço

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino é um dos equipamentos culturais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em funcionamento sob gestão compartilhada com o Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (Ecoss).

Endereço: Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Jardim Europa, Cuiabá-MT

Visitação: de quarta a domingo, das 8h às 18h

Entrada: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). Área verde e parquinho: gratuito.

Telefones para contato: (65) 3634-4858 Site: http://museuhistorianaturalmt.com.br/

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana