conecte-se conosco


CUIABÁ

Primeira-dama repassa arrecadação de alimentos à Prefeitura e cita novo tempo em Cuiabá

Publicado

A primeira-dama Márcia Pinheiro entregou a arrecadação de alimentos da 3ª edição da campanha, nesta quarta-feira (18), em cerimônia realizada no auditório da Prefeitura de Cuiabá. O terceiro ano reuniu em torno de 12 mil cestas, equivalente a mais de 200 mil quilos, os quais são direcionados a famílias em vulnerabilidade social.

Durante a cerimônia simbólica de entrega à Casa de Conselho, instituição responsável pela distribuição das cestas, a primeira-dama destacou o novo momento em que Cuiabá atravessa com mais oportunidades e mudanças na área social.

“Hoje estamos entregando as cestas em quantidade menor em relação às outras edições porque a realidade de Cuiabá hoje é outra. Nossa meta é qualificar as pessoas para que as mesmas possam adquirir o seu próprio alimento e sejam cada vez menos dependentes do poder público. Ainda assim vamos destinar a arrecadação para aqueles casos extremos de pessoas realmente em vulnerabilidade social”, frisou.

O discurso foi em relação ao programa de capacitação profissional Qualifica 300, que tem atendido quase 5 mil pessoas e certificado à população para o mercado de trabalho, colocando Cuiabá entre as principais capitais na criação de emprego e entre as menores taxa de desemprego do país.

A campanha Natal Sem Fome atendeu apenas a necessidade levantada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, que foram de pouco mais de 9 mil cestas em três categorias: a Casa de Conselhos, os quais apresentam a demanda das mais de 120 entidades sociais; as Associações de Bairros, pedidos pontuais de famílias em vulnerabilidade social e os Centros de Referência em Assistência Social.

“O idoso hoje, sobretudo o carente, precisa muito dessas cestas. Nós temos a associação Menino Jesus, do Jardim Vitória, vai atender 116 famílias que estão cadastradas em nossa associação e que são atendidas ao longo do ano”, contou o presidente do Conselho do Idoso, Jerônimo Urei.

Leia mais:  Com 32 telas e objetos, Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer presta homenagem ao artista Liu Arruda

As três edições da campanha, juntas, reuniram mais de 800 mil kg de alimentos desde 2017 e, em torno, de 52 mil cestas. O novo formato utilizado este ano contou com o apoio do Fundo Solidário Social instituído, em junho, para financiar programas e atividades inerentes de grande relevância da área social, como tange a característica do Natal Sem Fome.

“O conselho deliberativo do fundo se reuniu e decidimos fazer apoio ao Natal Sem Fome e estimamos até 15 mil cestas. Porém, desejamos que esse número seja cada vez menor porque esperamos que as pessoas tenham melhor condição de vida e emprego”, disse o membro do Fundo Social Solidário, Ubirajara Perdomo.

 

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

‘Bares, restaurantes, boates e similares ainda terão que cumprir horários de fechamento estipulado em decreto’, orienta secretário da Ordem Pública

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

O secretário de Ordem Pública do Município, Leovaldo Sales,  orientou ao segmento econômico, principalmente, o comércio noturno, que uma das medidas previstas no Decreto nº 8.712 –  assinado pelo prefeito em exercício  José Roberto Stopa, na tarde desta terça-feira (26), revoga o toque de recolher (que funcionava de segunda-feira a domingo, no período das 2h às 5h). No entanto,  ele mantém em vigência os horários de fechamento do comércio ainda devem seguir o previsto no Decreto 8.430/2021, de 14 de maio.

Ele ainda informa que a Secretaria de  Ordem Pública continuará realizando fiscalizações para que o comércio continue observando  as  medidas de biossegurança previstas em normativas, como o distanciamento de mesas,  o uso de máscara, além capacidade de 70% em locais como restaurantes, bares e casas de shows com 50% da capacidade máxima do estabelecimento. Ainda, a fiscalização vai verificar a regularidade do estabelecimento com relação ao alvará de funcionamento.

“Queremos informar à população cuiabana e aos empresários  que trabalham com as atividades comerciais noturna, restaurantes, bares e casas de shows e conveniências, que o Decreto 8.712 /25 de out de 2021 – apesar de revogar o toque de recolher, mantém  em vigência as medidas de biossegurança, como o distanciamento, utilização das máscara  e outros. E a Ordem Pública vai continuar fiscalizando a regularidade dos estabelecimentos, se este possui alvará e principalmente  focando nas vigências do decreto. Queremos ter nesse prenúncio de normalidade a melhor relação possível assim como tivemos até agora, na esperança que essa normalidade venha o mais rápido possível”, pontuou Sales. 

O documento assinado pelo prefeito em exercício, autoriza a reativação da utilização do ponto eletrônico nos órgãos públicos municipais como forma de controle de frequência dos servidores públicos. A providência leva em consideração a retomada das atividades presenciais, ocorrida anteriormente, e não se aplica a secretários, adjuntos e ainda às pessoas que desempenham funções incompatíveis com o sistema eletrônico. determina que as demais medidas contidas no Decreto nº 8.430, de 14 de maio de 2021, continuam em vigor até o dia 1º de novembro de 2021. Respeitando os apontamentos técnico-científicos feitos com base no monitoramento diário da evolução da Covid-19 em Cuiabá, as medidas podem ser alteradas ou prorrogadas.  

Leia mais:  Projeto "Geladeira Solidária" atende 600 pessoas por semana com a distribuição de sacolões

O Disque-denúncia da Secretaria Municipal de Ordem Pública está  ativo para recebimento de denúncias em horário comercial. A denúncia recebida pode ser anônima ou identificada. Após o recebimento, a Gerência de Fiscalização acionará a equipe mais próxima para vistoria e demais procedimentos.  O telefone do disque-denúncia é o (65) 3616-9614, de segunda à sexta em horário comercial. No período noturno, finais de semana e feriados, o contato é direto com as equipes do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) pelo telefone 190.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Toque de recolher é revogado e órgãos municipais devem retomar uso do ponto eletrônico

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Seguindo com planejamento executado pela gestão Emanuel Pinheiro visando o combate à Covid-19, o prefeito em exercício José Roberto Stopa editou o Decreto nº 8.712, estabelecendo novas medidas a serem seguidas na Capital. De acordo com o documento, a partir desta terça-feira (26), está revogado o toque de recolher, que funcionava de segunda-feira a domingo, no período das 2h às 5h.

Já publicado na Gazeta Municipal, o decreto traz também como novidade a reativação da utilização do ponto eletrônico nos órgãos públicos municipais como forma de controle de frequência dos servidores públicos. A providência leva em consideração a retomada das atividades presenciais, ocorrida anteriormente, e não se aplica a secretários, adjuntos e ainda às pessoas que desempenham funções incompatíveis com o sistema eletrônico.

Além dessas duas mudanças, o documento assinado pelo prefeito em exercício determina que as demais medidas contidas no Decreto nº 8.430, de 14 de maio de 2021, continuam em vigor até o dia 1º de novembro de 2021. Respeitando os apontamentos técnico-cientifico feitos com base no monitoramento diário da evolução da Covid-19 em Cuiabá, as medidas podem ser alteradas ou prorrogadas.  

“Todas as decisões tomadas pela gestão Emanuel Pinheiro durante a pandemia são embasadas em dados técnicos e ouvindo o Comitê Municipal de Combate à Covid-19. Estamos dando continuidade nesse planejamento, também seguindo essa mesma metodologia. Consideramos que essas mudanças podem ser feitas de forma segura e continuamos pedindo para a população tomar os devidos cuidados”, explica José Roberto Stopa.

Confira no anexo abaixo o decreto na íntegra 

Comentários Facebook
Leia mais:  Projeto "Festa na Praça" começa nesta quarta-feira na Praça Alencastro
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana