conecte-se conosco


POLICIAL

Policiais da Decon recebem Moção de Aplausos por ações realizadas em 2019

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A equipe da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor foi homenageada pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso com Moção de Aplausos, pela autuação na repressão a fraudes de combustíveis na região metropolitana.

A homenagem de iniciativa do deputado estadual, Faissal Jorge Calil Filho, presta reconhecimentos aos policiais pelo empenho e dedicação aos serviços prestados em prol do consumidor, fiscalizando postos de combustíveis, pirataria e exercício ilegal da profissão.

O texto da justificativa da moção também cita que nos quase seis meses de 2019, a delegacia apreendeu 5.619 produtos, sendo mais de 80% dos itens tênis de marcas mundialmente conhecidas, que foram falsificadas e colocadas è venda no mercado.

As apreensões ocorreram em dez fases da operação Fictus. Além dos produtos, também foram apreendidos cerca de 20 mil mídias (CDs e DVD’s) falsificadas vendidas no mercado informal de Cuiabá.

“Pelo exposto, faço desta proposição uma singela homenagem aos policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, por contribuir de maneira ímpar com nossa pátria, nosso estado, com o ser humano e com a sociedade de uma forma geral, para que receba, através desta Moção de Aplausos, todo o nosso reconhecimento, respeito, consideração e votos de sucesso”, ressalta o texto da moção.

O delegado titular da Decon, Antonio Carlos de Araujo, agradeceu a homenagem e destacou que o reconhecimento público é um motivador a mais para o desenvolvimento dos trabalhos da unidade. “É uma homenagem muito importante, uma vez que demonstra que a sociedade está acompanhando e aprovando o serviço prestado pela Decon e demais órgão de defesa do consumidor, lembrando que todo resultado alcançado é fruto do trabalho e empenho de toda equipe”, destacou o delegado.

Leia mais:  Polícia Civil prende em flagrante homem que furtava cabeamento de cobre do VLT

Foram homenageados com a moção, o delegado Antônio Carlos de Araújo, os escrivães Hedmara de Barros Cruz Nascimento, Eliana Silveira Penteado Alves, Carla Rezende Grapiuna, Avelino Hugueney de Siqueira Neto e investigadores Luís Fernando Pinto Ramalho dos Santos, Keize Katia de Morais, Clarito Nunes de Morais Júnior, Leonardo de Sousa Barbosa, Leonardo Faria Enore da Silva, Viviane Meyer Batista Fonseca, Angélica Duarte de Assis Macedo, Carlos Eduardo da Cruz Leitão, Telma Lucia Tolentino Barros, Welem Gleik Nunes de Almeida.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Autor de homicídio de vítima que sofreu tortura em Várzea Grande é preso pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

O autor de um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano, em Várzea Grande, e identificado nas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) foi preso nesta terça-feira, 26 de outubro, por equipes da unidade policial.

O investigado, de 18 anos, foi localizado no bairro 23 de Setembro e tentou fugir ao avistar os policiais civis. Ele pulou muros de residências, mas na fuga acabou encontrando de frente um dos investigadores da DHPP, que o deteve.

O homicídio pelo qual responde o investigado ocorreu no dia 10 de março deste ano e vitimou José Carlos Pereira da Costa, de 26 anos, encontrado aos fundos de uma região de motéis, em via pública, na área central de Várzea Grande. A vítima foi morta de forma cruel e o corpo apresentava sinais de tortura, uma lesão por esgorjamento (corte profundo na parte anterior do pescoço) e lesões causadas por arma cortante e arma de fogo.

A investigação da DHPP conduzida pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. apurou que o crime foi cometido por motivo banal e envolveu uma rixa por causa de um suposto furto de R$ 90,00 da vítima. Os policiais identificaram que o crime foi cometido por duas pessoas, um familiar da vítima e um amigo, uma delas presa nesta terça-feira.

Após cometer o crime, o investigado fugiu do bairro em que residia e não foi localizado durante as diligências. A prisão foi representada à 1a Vara Criminal de Várzea Grande, que deferiu o pedido diante dos elementos de autoria atribuídos ao rapaz investigado pelo homicídio.

Durante interrogatório na DHPP, ele se manteve em silêncio. O inquérito já foi finalizado e encaminhado à justiça em maio deste ano.

Leia mais:  Autor de estupro de vulnerável tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Cuiabá

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Criminoso que roubou mulher em bairro da Capital é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (26.10), em Cuiabá, depois de ser identificado em investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos como o autor de um roubo ocorrido no bairro Boa Esperança, na tarde de segunda-feira.

Conforme declarações prestadas na Derf de Cuiabá, a vítima, de 56 anos, estava na porta da casa de sua mãe, quando um homem em uma motocicleta preta acenou para ela e ela respondeu, pensado se tratar de um dos vigilantes da rua. O homem seguiu em frente a vítima retornou a sua residência, a pé, quando avistou o suspeito novamente à frente, com a motocicleta parada e falando ao celular.

A mulher seguiu andando e logo em seguida, o suspeito o abordou falando para ela subir na calçada, porém, ela não obedeceu, até que ele parou à frente dela, desceu da moto e a abordou, dizendo que se ela esboçasse qualquer reação, ele atiraria. O homem levantou a roupa mostrando que estava armado. Ele arrancou uma corrente do pescoço da vítima e também pegou alianças que ela usava e disse para a mulher retornar e seguir em sentido contrário à casa dela. Depois disso, o homem fugiu na motocicleta.

A partir da comunicação do crime, as equipes da delegacia iniciaram diligências para identificar o criminoso. Os investigadores reuniram diversas informações, inclusive imagens de câmeras da região, e conseguiram chegar à identificação do autor do roubo, que tem outras passagens criminais pelo mesmo crime.

Ele foi localizado no bairro Ouro Fino, na Capital. Na residência, os investigadores encontraram a mesma roupa que o criminoso utilizava durante o roubo e a motocicleta mostrada nas imagens.

No momento da prisão, o criminoso se mostrou nervoso e agressivo contra os policiais. Encaminhado à delegacia, ele foi autuado em flagrante pelo delegado Guilherme Bertoli e reconhecido em imagens pela vítima do roubo.

Leia mais:  Polícia Civil prende em flagrante homem que furtava cabeamento de cobre do VLT

O suspeito do roubo estava em cumprimento de regime semiaberto, com medida cautelar de monitoramento eletrônico pelo mesmo crime. Os policiais localizaram outras passagens criminais por roubos ocorridos em 2010 e 2014.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana