conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Educadores recebem moções de aplausos pelos 50 anos do curso de pedagogia da UFMT

Publicado

Sessão Especial comemorou 50 anos do curso de Pedagogia da UFMT

Foto: Ronaldo Mazza

Quarenta e sete educadores foram homenageados na noite de quinta-feira (12), durante sessão especial que comemorou os 50 anos do curso de pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), câmpus Cuiabá. A solenidade foi requerida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) e também contou com a participação do deputado estadual e professor Wilson Santos (PSDB).

“Quero deixar meus parabéns para todos os alunos, técnicos, professores que passaram por esse curso ao longo de 50 anos. Como delegado de polícia, eu sempre procurei alinhar o trabalho de ações policiais, mas também o trabalho preventivo dentro das escolas. Acredito que se nos últimos 30 anos, o Brasil tivesse realmente investido em educação como deveria ser feito, investido na estrutura das escolas e das faculdades, dando todo apoio aos educadores e gestores educacionais, hoje não precisaríamos estar investindo na construção de mais penitenciárias ou cadeias”, afirmou o Delegado Claudinei.

Durante o discurso, o deputado Claudinei lamentou a morte de um dos fundadores da UFMT, Benedito Pedro Dorilêo, que faleceu no mesmo dia da homenagem, aos 85 anos de idade. “Deixo minhas condolências para toda a família do professor Benedito, que nos deixou hoje, mas o seu nome entra para a história de Mato Grosso, da UFMT e para a história da educação”, ressaltou.

Na oportunidade, o doutor em educação Adelmo Carvalho da Silva falou em nome dos homenageados e agradeceu à Assembleia Legislativa, em nome do presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM), e, em especial, ao deputado Claudinei por requerer a solenidade. “Temos muito orgulho do feito, de termos sobrevivido meio século de muitas histórias, de lutas, de lutas políticas, de responsabilidade pela educação de Mato Grosso. A caminhada que fizemos ao formarmos professores e outros profissionais da educação para funções de destaque no cenário estadual e nacional, na docência do ensino superior, pesquisa e gestão educacional. Docente, discentes, técnicos e alunos, egressos representam nos mais diversos cargos no cenário político estadual, municipal e federal”, declarou Adelmo.

Leia mais:  Projeto que incentiva a pratica de futebol feminino é aprovado na ALMT

O deputado Wilson Santos também parabenizou os profissionais homenageados, lembrou que o curso de pedagogia foi criado um ano antes da UFMT e depois o curso foi incorporado à universidade. “Professor é aquele que repassa tudo que sabe, rigorosamente tudo que aprendeu e também aprende com o que ensina”. O parlamentar lamentou ainda o fato de o ministro Alexandre de Moraes, membro do Supremo Tribunal Federal (STF), ter concedido medida cautelar pleiteada pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), suspendendo trechos da Constituição de Mato Grosso que determinam a aplicação de no mínimo 35% da receita de impostos na educação. “Infelizmente, recebemos essa triste decisão e vamos recorrer porque sendo assim, só em 2020, a Secretaria de Estado de Educação perde no ano que vem R$ 300 milhões”, completou.

Investigador da Polícia Civil que atua na área de Polícia Comunitária, Ademar Torres destacou a iniciativa do deputado Claudinei pela realização da solenidade e de respeito, sobretudo, à figura do professor. Pela Polícia Comunitária, Ademar realiza palestras em escolas, levando projetos como o “De Cara Limpa contra as Drogas” e “De Bem com a Vida”. “O pouco que a gente faz junto com a Polícia Civil também é atuar junto à educação”.

Já o reitor em exercício da UFMT, Evandro Soares da Silva, falou que muito mais que ensinar e formar outros profissionais, os educadores, pedagogos trabalham no ensino à pesquisa, atuam na educação básica, na revisão de todos os projetos políticos pedagógicos da universidade, os projetos pedagógicos da educação infantil, entre outros. “A UFMT foi pioneira no processo de educação a distância, numa época em que ainda nem havia computadores. Íamos ao norte do estado de Mato Grosso com o curso de pedagogia, que começou esse projeto da democratização e do acesso à educação superior neste estado. Isso é motivo de muita alegria, orgulho e satisfação”, afirmou o reitor.

Leia mais:  Deputado pede que Diretoria Regional de Educação de São Félix do Araguaia seja mantida

Entre os que receberam a moção de aplausos, além de Adelmo, estão: Alexandre dos Anjos; Ana Lara Casagrande; Ana Lúcia Nunes Vilela; Ana Luisa Cordeiro; Bárbara de Oliveira; Bárbara Pérez; Candida da Costa; Cassia dos Santos; Celso Prudente; Cleriston Petry; Cristiane Koehler; Darci Secchi; Delarim Gomes; Edson Caetano; Elizabeth Figueiredo de Sá; Elni Willms; Filomena Monteiro; Glauce Viana; Izumi Nozaki; Jorcelina Fernandes; Katia Morosov, Márcia dos Santos Ferreira; Marcos Caron; Marlene Gonçalves; Marta Darsie; Michele Tomoko Sato; Nilce Ferreira; Nilza Araújo; Ozerina de Oliveira; Rose da Silva; Rosemery Petter; Rosinete dos Reis; Rúbia Yatsugafu; Rute Palma; Sandra Lorensini; Sérgio dos Santos; Silas Monteiro; Sueli Fanizzi; Suely de Castilho; Taciana Mirna Samorano; Tatiane Dias; Terezinha de Souza; Antônio do Nascimento; Myrian Serra; Marioneide Kliemaschewsk e Jacy Ribeiro Proença.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Lúdio Cabral faz representação a PGJ e Defensoria para reativar leitos de UTI do Hospital São Benedito

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) fez uma representação ao procurador-geral de Justiça, José Antonio Borges, e ao defensor público-geral, Clodoaldo Gonçalves, na manhã desta sexta-feira (15), para que o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública Estadual acionem a Prefeitura de Cuiabá para reabrir os leitos desativados no Hospital São Benedito e assegurar o pleno funcionamento das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), além da oferta de atendimento em neurocirurgia, traumato-ortopedia, e outras demandas do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Enquanto há leitos desativados no Hospital São Benedito, milhares de pessoas estão na fila em todo o estado de Mato Grosso aguardando vaga em UTI, esperando cirurgia ortopédica e neurocirurgia, eletivas e de urgência. Atualmente, o hospital tem 30 leitos de UTI desocupados, 80 leitos de enfermaria desocupados, quatro salas de cirurgia desativadas, além de serviços de alta complexidade em ortopedia e neurocirurgia desativados. Tem sentido toda essa estrutura parada sem utilização, com gente precisando?”, questionou Lúdio, que é médico sanitarista.

Com a pandemia, o Hospital São Benedito deixou de atender outras especialidades e passou a ser referência para tratamento de covid-19, em junho de 2020. Porém, com o avanço da vacinação, os casos da doença estão diminuindo em Mato Grosso e não há mais nenhum paciente internado com covid no Hospital São Benedito, conforme demonstra o painel epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) do dia 11 de outubro de 2021. Lúdio Cabral anexou à representação fotos e vídeos que mostram a total desocupação dos leitos do Hospital São Benedito. Apesar disso, o recebimento de recursos federais e estaduais foram mantidos para custeio de média e alta complexidade hospitalar e UTI.

Leia mais:  Estado deverá manter isenção de ICMS a PCD que adquirir veículo de até R$ 140 mil

“Não faz sentido um hospital desse porte, com tantos leitos de UTI e enfermarias vazios, comprometendo vidas da população que sofre na longa fila da Central de Regulação, aguardando por cirurgias ortopédicas, neurológicas e cardiovasculares que foram represadas ao longo de toda a pandemia”, disse Lúdio. Na representação, Lúdio requereu ainda a otimização do espaço físico da unidade hospitalar para ampliar a oferta de leitos e de cirurgias.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Autoridades realizam “mini-estradeiro” neste sábado (16)

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A pedido do deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) e do senador Carlos Fávaro (PSD), o governador Mauro Mendes (DEM) irá realizar um “mini-estradeiro” na MT-400, popularmente conhecida como estrada velha da Guia. O evento será neste sábado (16) a partir das 10h, onde o governador e demais autoridades vão anunciar o cronograma das obras de pavimentação de 20 quilômetros na região que liga os distritos de Nossa Senhora da Guia  a Sucuri.
“Durante esses quase três anos de mandato como deputado estadual, visitei as comunidades da Guia e Sucuri e me reuni com centenas de representantes dessas regiões, que me pediram apoio para a pavimentação asfáltica no local. E em uma articulação minha juntamente com o senador Carlos Fávaro destinamos emendas parlamentares que agora vai contribuir para a realização dessa obra, tão sonhada pelos moradores da região”, declarou Paulo Araújo.

O senador Carlos Fávaro (PSD) destacou a importância e relevância da obra de asfaltamento para os distritos do Sucuri e Guia. “A MT-400 é uma importante rodovia que vai trazer um retorno significativo a todos os cuiabanos. Estamos falando de um possível novo distrito industrial, de mais empresas chegando e gerando empregos, de termos mais condições de explorarmos o turismo, enfim, de darmos resultado à população. Por isso, destinei uma emenda parlamentar para dar minha contribuição para esta obra que vai, com certeza, melhorar a vida dos cuiabanos e dos mato-grossenses”, finalizou Fávaro.

SERVIÇO
O quê: mini-estradeiro no trecho que será asfaltado entre Guia e Sucuri
Data: 16/10 (sábado)
Horário: 10h
Onde: saída do Restaurante e Pamonharia O Milhão, percorrendo a estrada velha da Guia e finalizando com uma reunião com os moradores da região no Rancho Andorinha.

Leia mais:  Deputada entrega demanda sobre desburocratização do revalida ao reitor da UFMT
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana