conecte-se conosco


MATO GROSSO

Consumidores de Cuiabá e Várzea Grande são premiados na Nota MT

Publicado

Três consumidores de Cuiabá e dois de Várzea Grande foram contemplados no Sorteio Especial de Natal do Programa Nota MT e vão receber R$ 50 mil, cada. O sorteio realizado nesta quinta-feira (19.12) foi o último do ano de 2019 e contou com a participação de mais de 200 mil pessoas e 5.073.825 bilhetes eletrônicos, gerados entre os dias 01 de setembro e 30 de novembro.

Os ganhadores da premiação máxima do Sorteio Especial de Natal são: Lenira da Silva Magalhães, Gilberto João Sandrin, Gleiciene Santos Gamarra de Souza, Cleiton Revacine Alves e Edivaldo Neves de Jesus. Os valores sorteados serão depositados aos premiados no mês de janeiro de 2020, entre os dias 20 e 30.

Durante o sorteio, transmitido pelas redes sociais, o secretário de Fazenda Rogério Gallo ressaltou que os dados pessoais dos consumidores estão resguardados por sigilo e que a Secretaria de Fazenda não compartilha as informações com nenhum órgão ou entidade.

“O Nota MT é um aplicativo como qualquer outro, as informações inseridas nele são pessoais e intransferíveis, o Estado não utiliza e não compartilha com nenhum órgão e entidade as informações de compras ou dados pessoais do cidadão cadastrado, portanto, podem ficar absolutamente tranquilos em relação a isso. Nós afiançamos que essas informações não são compartilhadas.

Gallo destacou, ainda, a importância do Programa para o fortalecimento da economia do estado e o aumento da arrecadação. “O Nota MT fortalece a arrecadação do ICMS, que é o imposto pago pelo próprio consumidor no momento em que ele adquire um produto. Se ele pede a nota fiscal é uma garantia que a Sefaz tem de fiscalizar e exigir que esse dinheiro venha para cofres públicos”.

Leia mais:  Polícia Civil instaura inquérito para apurar conduta de motorista que destruiu manifestação em homenagem a vítimas da Covid-19

Do valor arrecado com o ICMS, 25% vai para o município onde o consumidor mora, 25% é destinado para a educação e 12% é investido em saúde. “Portanto, pedir o CPF na nota é uma forma de ajudar o Estado a investir mais recursos nos serviços essenciais para população. Além disso, o Programa Nota MT possui um viés social, com a destinação de 20% do valor do prêmio para as entidades sociais, que atuam em Mato Grosso, indicadas pelos contribuintes premiados”, acrescentou o secretário.

O resultado do sorteio desta quinta-feira (19), está disponível para consulta no site e aplicativo do Nota MT. A lista segue, agora, para auditoria da Controladoria Geral do Estado (CGE) que fará a análise dos dados, rotinas computacionais e procedimentos operacionais.

O Programa

O Programa Nota MT, lançado pelo Governo de Mato Grosso no mês de junho, já registrou o cadastro de mais de 240 mil usuários cadastrados. A expectativa é chegar até o final do mês de dezembro com R$ 250 mil inscritos.

Em relação as premiações, já foram distribuídos R$ 3 milhões para cerca de 5 mil consumidores. As premiações já sorteadas são: 5 mil prêmios de R$ 500, 25 prêmios de R$ 10 mil e 10 de R$ 50 mil.

Para receber o prêmio da Nota MT, o consumidor preciso informar a conta bancária, e não possuir débito ou com pendência com o estado. A conta do banco deve estar no mesmo CPF da pessoa premiada e pode ser de qualquer instituição financeira, com exceção de conta poupança do Banco Sicredi.

O prazo para pagamento do prêmio, estipulado por lei, é de 90 dias contados do momento da regularização da situação do ganhador.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Sada Cruzeiro é campeão da Supercopa de Vôlei

Publicado


O Sada Cruzeiro sagrou-se campeão da Supercopa de Vôlei pela quarta vez. A final masculina da competição ocorreu na noite desta terça-feira (26.10) em Várzea Grande. O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), apoiou a competição junto com a Prefeitura de Várzea Grande. O jogo entre Funvic/Educacoin (RN) e Sada Cruzeiro (MG) ocorreu no ginásio Fiotão e contou com a presença do governador em exercício Otaviano Pivetta.

O Sada Cruzeiro levou a melhor na decisão contra o Funvic/Educacoin por 3 sets a 0 (25/22, 25/15 e 25/22). O ponteiro cubano Lopez, do Sada Cruzeiro, foi o maior pontuador do confronto, com 13 acertos.

A realização da final do campeonato nacional em Mato Grosso marca a retomada dos grandes eventos esportivos no estado. “Receber a final de um campeonato dessa magnitude no nosso estado, mostra que Mato Grosso está no cenário nacional e está preparado para a retomada segura de grandes atividades esportivas”, destaca o secretário da Secel, Beto Dois a Um.

O evento contou com a presença de público e seguiu um rigoroso protocolo de biossegurança. Além da obrigatoriedade da máscara, só puderam ingressar torcedores com comprovante do esquema vacinal completo (duas doses ou dose única, no caso da Janssen), ou exame PCR negativo com até 72 horas ou teste antígeno até 48 horas antes do evento.

Para o levantador do Sada Cruzeiro, Fernando Cachopa, o time vem passando por um momento muito especial. Foi o segundo título da equipe cruzeirense na temporada. “É um momento especial que estamos vivendo, para mim particularmente, pois nunca tinha chegado a Supercopa jogando, não poderia ter sido em um lugar melhor. A torcida compareceu, vibrou, torceu por nós”, comemorou o atleta.

Leia mais:  Polícia Civil indicia 25 criminosos por roubos de veículos, estelionato e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, destacou a estrutura do ginásio Fiotão, que foi reinaugurado em 2019 após passar por obra de ampliação e revitalização. O complexo esportivo também tem sido um dos principais pontos de vacinação da Covid-19. “É muito gratificante receber um evento nacional no nosso município, ainda mais em um dos locais que é referência e símbolo de orgulho para os várzea-grandenses”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Polícia Civil indicia 25 criminosos por roubos de veículos, estelionato e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana

Publicado


Investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERFVA), que culminaram em duas fases da Operação Imperial, identificaram em 30 procedimentos instaurados na unidade a autoria de diversos crimes que envolvem, especialmente, roubos e adulterações de veículos praticados na região metropolitana de Cuiabá, além de estelionatos conexos aos roubos. 

Nas duas fases da operação, o objetivo do trabalho da DERFVA foi atuar na descapitalização e desmantelamento da organização criminosa. Para chegar aos autores e na responsabilização criminal de cada integrante, a delegacia reuniu uma farta documentação durante a investigação e também nas fases da Operação Imperial, quando foram cumpridas 84 ordens judiciais decretadas pela 7a Vara de Cuiabá, entre mandados de prisões, buscas e apreensões e medidas cautelares diversas contra a organização criminosa, além do sequestro de valores de contas bancárias e investimentos dos investigados. 

A investigação identificou que o grupo criminoso foi estruturado para atuar em três frentes diferentes. Uma era responsável por executar os roubos e providenciar a estrutura para que os roubos fossem efetivados, como locação de residências, emprego de veículos locados e roubados para apoiar outras ações criminosas. Outra frente criminosa era responsável pela adulteração dos veículos roubados, que depois eram colocados à venda em sites de comércio eletrônico, e estelionatos praticados pela organização. A terceira frente executava a lavagem de dinheiro. 

“Isso tudo estruturado em uma organização, com divisões de funções para cada integrante, cujo único objetivo era obter lucro com as ações criminosas”, apontou o delegado Gustavo Garcia, titular da DERFVA. 

Investigados e apreensões 

Ao longo das investigações que vem desde 2018, o trabalho das equipes da unidade especializada conseguiu apurar o envolvimento de 25 integrantes do grupo em diversos crimes, entre eles em 22 roubos, cinco estelionatos, três usos de documentos falsos, três crimes de falsidade ideológica e ainda lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

Leia mais:  Sada Cruzeiro é campeão da Supercopa de Vôlei

Durante as fases da Operação Imperial foram apreendidos 36 veículos, sendo 30 carros, cinco motocicletas e uma motoaquática (jet ski). Vinte e seis aparelhos eletrônicos, entre celulares, notebooks e Ipad, e sete armas de fogo foram recolhidos durante cumprimento de mandados judiciais. 

Parte dos integrantes, 13 criminosos, foi presa durante as fases da Operação Imperial, e três deles estão foragidos. Três mulheres envolvidas com o grupo criminoso estão em cumprimento de medida cautelar de monitoramento eletrônico. 

Além dos crimes diretamente ligados ao roubo de veículos, os criminosos agiam ainda no tráfico de drogas na modalidade escambo  (troca de veículos, objetos de roubo/furto por entorpecentes) e receptação. 

Além da desarticulação do grupo criminoso, a investigação atuou na apreensão de veículos e valores movimentados pela organização criminosa, atingindo o esquema financeiro do grupo, que foi o foco da primeira fase da operação. 

O resultado das operações de crimes de roubos e furtos de veículos se reflete também nos índices criminais. A região metropolitana da Capital registrou neste ano queda nas ocorrências, sendo 63% nos roubos e 31% nos furtos de veículos em Cuiabá. Em Várzea Grande, os índices de roubo diminuíram 39% e os de furto 25%, respectivamente.

“Buscamos realizar uma investigação para identificar terceiros ligados à organização criminosa, que tinham a função de ocultar bens e valores dos roubos, estelionatos e crimes conexos. Desta forma, damos uma resposta à sociedade, reduzindo a sensação de insegurança e promovendo uma repressão qualificada, que colabora na redução dos índices criminais”, pontuou o delegado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana