conecte-se conosco


MATO GROSSO

Complexo Arena Pantanal: de parque natalino a palco dos esportes, cultura e lazer

Publicado

Palco de grandes eventos esportivos e culturais, o Complexo Arena Pantanal oportunizou experiências de muita emoção à população mato-grossense em 2019. Seja no ginásio, no estádio ou no entorno, o espaço gerido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) garantiu desde sentimentos de envolvimento nas competições esportivas ao encantamento pela celebração natalina.

“Nós temos hoje o maior complexo esportivo, cultural e de lazer de Mato Grosso e um dos maiores do país. Além da Arena Pantanal e seu entorno, que tem recebido atividades tanto do futebol como eventos culturais, o ginásio Aecim Tocantins, a área de estacionamento, a piscina olímpica e o Palácio das Artes Marciais, formam o maior complexo imobiliário do Estado. E conseguimos aproveitar bem esses espaços, oferecendo à população diversas ações e grandes eventos ao longo do ano”, relata o titular da Secel, Allan Kardec.

Liga das Nações de Voleibol

Partida da seleção brasileira na Liga das Nações – Foto por: Ahmad Jarrah

Já no primeiro semestre, o ginásio Aecim Tocantins recebeu uma competição de nível internacional. De 21 a 23 de junho, as seleções masculinas do Brasil, Bulgária, Alemanha e Rússia disputaram no ginásio uma etapa classificatória da Liga das Nações de Voleibol. 

O evento mobilizou apaixonados pelo esporte de todo o Estado e de outras partes do país, movimentando setores econômicos da capital. Com celebrações e performances à parte, a torcida se envolveu e festejou cada ponto conquistado por ace, disputas simples ou mega rally. Por jogar em casa, a seleção brasileira foi a mais beneficiada e venceu a etapa, incentivada pelo tom vibrante que vinha das cadeiras e arquibancadas praticamente lotadas nos três dias de competição.

A realização da etapa brasileira da Liga das Nações na capital mato-grossense teve o apoio da Secel, com recursos oriundos do Fundo do Fundo de Desenvolvimento Desportivo do Estado, ligado à receita da loteria esportiva e com a disponibilização do Ginásio Aecim Tocantins. O equipamento esportivo passou por uma série de serviços e reparos para atender as exigências de uma competição de nível internacional, viabilizando perfeitas condições da parte funcional que ficaram como legado à sociedade.

Leia mais:  Sada Cruzeiro é campeão da Supercopa de Vôlei

Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia

Disputa feminina no Circuito de Vôlei de Praia em Cuiabá – Foto por: João Felipe

Em outubro, um outro grande evento esportivo movimentou o Complexo Arena Pantanal, desta vez foi o estacionamento do Ginásio Aecim Tocantins, que recebeu o Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia. Durante cinco dias, a torcida mato-grossense pode acompanhar de perto as partidas entre as melhores duplas de vôlei de praia do país, além de mostrar sua receptividade e paixão pelo esporte.

Com entrada franca em todos os dias, o evento aconteceu de 23 a 27 de outubro em estrutura montada no local com quatro quadras de areia, iluminação, gradis, banheiros químicos e arquibancadas para cerca de 1300 pessoas.

As duplas classificadas aos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), foram campeãs da etapa realizada na capital mato-grossense. 

Maior competição de vôlei de praia do país, o Circuito Brasileiro contou também com a participação de outros medalhistas olímpicos, como Bárbara Seixas (RJ), Juliana (CE) e Ricardo (BA), além do campeão mundial André Stein (ES) e dos medalhistas pan-americanos Ângela (DF), Carol Horta (CE) e Vitor Felipe (PB) e vários atletas revelação da nova geração.

Esporte e cultura no Ginásio Aecim Tocantins

Super Copa Brasil de Tênis de Mesa – Foto por: Júnior Martins

Durante todo o ano, o Aecim Tocantins foi palco de várias competições estaduais, nacionais e internacionais realizadas pelas federações esportivas mato-grossenses. 

No primeiro semestre, os principais eventos sediados pelo ginásio foram a Copa Centro América de Futsal e a primeira etapa do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu Esportivo de Mato Grosso, que contou com mais de 800 atletas de 31 municípios inscritos. 

Em agosto, o ginásio sediou disputas de modalidades individiduais Jogos Universitários Mato-grossenses (JUM’S 2019), competição reúne todas as instituições de ensino superior do Estado e classifica as equipes para os Jogos Universitários Brasileiros (JUB’s). No mesmo mês, equipes de todo o Estado disputaram o Torneio de Basquetebol Máster na quadra no espaço.

Leia mais:  Treinamento do Indea busca melhoria na gestão de programas de defesa sanitária

Só no mês de setembro, as programações no ginásio contaram com Campeonato Brasileiro de Karate-Dô Tradicional, torneio Cuiabá Open de Basquete Máster, com participação de equipes da região Norte e Centro Oeste, e ainda a quarta etapa da Super Copa Brasil de Tênis de Mesa – evento que reuniu representantes de 15 Estados brasileiros. 

Ainda em setembro, Cuiabá recebeu pela primeira vez na história o Campeonato Abu Dhabi internacional Jiu-Jitsu Pro. O evento de porte mundial foi realizado no ginásio, com a participação de lutadores de Jiu Jitsu do Estado e do país em busca de pontuação para o ranking mundial da Abu Dhabi Jiu-Jitsu Pro (AJP), Federação internacional que organiza competições nos seis continentes.

Já em outubro, o destaque na agenda do ginásio foi o Campeonato de Cheerleaders e baterias universitárias de Mato Grosso. A terceira Regional Mato Grosso de Crossfit, a Copa de Handebol e o 10º Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 masculino foram os destaques da programação nos últimos meses do ano. 

Na área cultural, um importante evento marcou a programação no ginásio. O Grupo Corpo, uma das mais renomadas companhias de dança do Brasil e do mundo, fez uma apresentação única marcando o lançamento do Festival Energisa Cuiabá 300 anos.

Arena multiuso

Primeiro jogo da final Copa Verde na Arena Pantanal – Foto por: AssCom Dourado

Na Arena Pantanal, competições locais e nacionais do futebol profissional possibilitaram momentos de vibração, nervosismo e, claro, de lazer, para a população. Disputas do campeonato mato-grossense, Copa FMF, campeonato brasileiro feminino, Copa Verde, Copa do Brasil e série B do Brasileirão movimentaram a programação do estádio ao longo do ano.

Com aproveitamentos muitas vezes simultâneos de seu entorno e dos demais espaços internos, a Arena Pantanal se consolidou como espaço multiuso. Uma variedade de atividades esportivas, culturais e de utilidade pública – de festas open bar a mutirões fiscais – efetivou formas e oportunidades para tornar o espaço mais utilizado pela sociedade.

Leia mais:  Consumidores já doaram mais de 32 mil notas fiscais para entidades sociais

Arena Encantada

E para coroar o ano, um espetacular parque natalino com 4 mil m² de estrutura foi montada no complexo esportivo, a Arena Encantada. Até o dia 05 de janeiro, a população poderá vivenciar o espírito natalino em um circuito com instalações interativas, cenários e ambientes que recriam a história da mais emocionante festa cristã. 

Foto por: Christiano Antonucci

A Arena Encantada está instalada ao redor do campo, no piso sintético das laterais, atrás das traves e nos túneis de acesso aos vestiários, de maneira a preservar o gramado, que está inacessível. O circuito de atrações conta com a Casa do Papai Noel, Presépio, Floresta Encantada, Vila dos Doces e Vila das Fadas e Duendes. No entorno da Arena Pantanal, o público ainda pode desfrutar de uma infraestrutura gastronômica completa, na praça de alimentação.

A visitação é aberta de domingo a domingo, das 18h às 23h, e a entrada é um quilo de alimento não perecível por família. Os alimentos sugeridos são arroz, feijão, açúcar, café, macarrão, óleo, leite longa vida e panetone.

“Com a Arena Encantada, a ocupação multiuso do espaço fecha com chave de ouro. Para os próximos anos, vamos trazer ainda mais atrativos para todo o Complexo Arena Pantanal. Já programamos Liga das Nações de Vôlei Feminino e a ampliação do projeto Caminhos da Cultura, incluindo nele o Caminhos do Esporte, trazendo alunos para conhecer o estádio durante jogos do campeonato mato-grossense série A. E, em breve, o espaço será reestruturado, recebendo cercamento, guaritas de entrada e saída, restaurante e a vinda do décimo Batalhão da Polícia Militar. Haverá também melhorias da infraestrutura da piscina olímpica e da praça de vôlei de praia. Muitas parcerias virão e a expectativa é que espaço  atraia mais eventos se torne o maior complexo de lazer do país”, conclui com entusiasmo o secretário Allan Kardec.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Sada Cruzeiro é campeão da Supercopa de Vôlei

Publicado


O Sada Cruzeiro sagrou-se campeão da Supercopa de Vôlei pela quarta vez. A final masculina da competição ocorreu na noite desta terça-feira (26.10) em Várzea Grande. O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), apoiou a competição junto com a Prefeitura de Várzea Grande. O jogo entre Funvic/Educacoin (RN) e Sada Cruzeiro (MG) ocorreu no ginásio Fiotão e contou com a presença do governador em exercício Otaviano Pivetta.

O Sada Cruzeiro levou a melhor na decisão contra o Funvic/Educacoin por 3 sets a 0 (25/22, 25/15 e 25/22). O ponteiro cubano Lopez, do Sada Cruzeiro, foi o maior pontuador do confronto, com 13 acertos.

A realização da final do campeonato nacional em Mato Grosso marca a retomada dos grandes eventos esportivos no estado. “Receber a final de um campeonato dessa magnitude no nosso estado, mostra que Mato Grosso está no cenário nacional e está preparado para a retomada segura de grandes atividades esportivas”, destaca o secretário da Secel, Beto Dois a Um.

O evento contou com a presença de público e seguiu um rigoroso protocolo de biossegurança. Além da obrigatoriedade da máscara, só puderam ingressar torcedores com comprovante do esquema vacinal completo (duas doses ou dose única, no caso da Janssen), ou exame PCR negativo com até 72 horas ou teste antígeno até 48 horas antes do evento.

Para o levantador do Sada Cruzeiro, Fernando Cachopa, o time vem passando por um momento muito especial. Foi o segundo título da equipe cruzeirense na temporada. “É um momento especial que estamos vivendo, para mim particularmente, pois nunca tinha chegado a Supercopa jogando, não poderia ter sido em um lugar melhor. A torcida compareceu, vibrou, torceu por nós”, comemorou o atleta.

Leia mais:  Consumidores já doaram mais de 32 mil notas fiscais para entidades sociais

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, destacou a estrutura do ginásio Fiotão, que foi reinaugurado em 2019 após passar por obra de ampliação e revitalização. O complexo esportivo também tem sido um dos principais pontos de vacinação da Covid-19. “É muito gratificante receber um evento nacional no nosso município, ainda mais em um dos locais que é referência e símbolo de orgulho para os várzea-grandenses”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Polícia Civil indicia 25 criminosos por roubos de veículos, estelionato e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana

Publicado


Investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERFVA), que culminaram em duas fases da Operação Imperial, identificaram em 30 procedimentos instaurados na unidade a autoria de diversos crimes que envolvem, especialmente, roubos e adulterações de veículos praticados na região metropolitana de Cuiabá, além de estelionatos conexos aos roubos. 

Nas duas fases da operação, o objetivo do trabalho da DERFVA foi atuar na descapitalização e desmantelamento da organização criminosa. Para chegar aos autores e na responsabilização criminal de cada integrante, a delegacia reuniu uma farta documentação durante a investigação e também nas fases da Operação Imperial, quando foram cumpridas 84 ordens judiciais decretadas pela 7a Vara de Cuiabá, entre mandados de prisões, buscas e apreensões e medidas cautelares diversas contra a organização criminosa, além do sequestro de valores de contas bancárias e investimentos dos investigados. 

A investigação identificou que o grupo criminoso foi estruturado para atuar em três frentes diferentes. Uma era responsável por executar os roubos e providenciar a estrutura para que os roubos fossem efetivados, como locação de residências, emprego de veículos locados e roubados para apoiar outras ações criminosas. Outra frente criminosa era responsável pela adulteração dos veículos roubados, que depois eram colocados à venda em sites de comércio eletrônico, e estelionatos praticados pela organização. A terceira frente executava a lavagem de dinheiro. 

“Isso tudo estruturado em uma organização, com divisões de funções para cada integrante, cujo único objetivo era obter lucro com as ações criminosas”, apontou o delegado Gustavo Garcia, titular da DERFVA. 

Investigados e apreensões 

Ao longo das investigações que vem desde 2018, o trabalho das equipes da unidade especializada conseguiu apurar o envolvimento de 25 integrantes do grupo em diversos crimes, entre eles em 22 roubos, cinco estelionatos, três usos de documentos falsos, três crimes de falsidade ideológica e ainda lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

Leia mais:  Consumidores já doaram mais de 32 mil notas fiscais para entidades sociais

Durante as fases da Operação Imperial foram apreendidos 36 veículos, sendo 30 carros, cinco motocicletas e uma motoaquática (jet ski). Vinte e seis aparelhos eletrônicos, entre celulares, notebooks e Ipad, e sete armas de fogo foram recolhidos durante cumprimento de mandados judiciais. 

Parte dos integrantes, 13 criminosos, foi presa durante as fases da Operação Imperial, e três deles estão foragidos. Três mulheres envolvidas com o grupo criminoso estão em cumprimento de medida cautelar de monitoramento eletrônico. 

Além dos crimes diretamente ligados ao roubo de veículos, os criminosos agiam ainda no tráfico de drogas na modalidade escambo  (troca de veículos, objetos de roubo/furto por entorpecentes) e receptação. 

Além da desarticulação do grupo criminoso, a investigação atuou na apreensão de veículos e valores movimentados pela organização criminosa, atingindo o esquema financeiro do grupo, que foi o foco da primeira fase da operação. 

O resultado das operações de crimes de roubos e furtos de veículos se reflete também nos índices criminais. A região metropolitana da Capital registrou neste ano queda nas ocorrências, sendo 63% nos roubos e 31% nos furtos de veículos em Cuiabá. Em Várzea Grande, os índices de roubo diminuíram 39% e os de furto 25%, respectivamente.

“Buscamos realizar uma investigação para identificar terceiros ligados à organização criminosa, que tinham a função de ocultar bens e valores dos roubos, estelionatos e crimes conexos. Desta forma, damos uma resposta à sociedade, reduzindo a sensação de insegurança e promovendo uma repressão qualificada, que colabora na redução dos índices criminais”, pontuou o delegado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana