conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Botelho destaca importância do Certificado de Responsabilidade Social

Publicado

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), destacou a importância do Certificado de Responsabilidade Social, selo que reconhece as empresas que cumprem as chamadas ‘cláusulas sociais´. A 14ª edição foi realizada nesta quinta-feira (14), no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour. 

De iniciativa do Poder Legislativo estadual, o Certificado de Responsabilidade Social é o reconhecimento às empresas que desenvolvem ações voltadas à proteção do meio ambiente; do desenvolvimento humano, com projetos sociais em comunidades carentes; incentivos aos funcionários com capacitação e aprimoramento. 

Conforme Botelho, responsabilidade social é quando as empresas decidem, voluntariamente, contribuir para uma sociedade mais justa e para um ambiente mais limpo. Que implica a noção de que uma empresa não tem apenas o objetivo de fazer lucro, ou seja, além de trazer benefício financeiro às pessoas que trabalham nela, também contribuem socialmente para o desenvolvimento do seu meio. 

“O que é responsabilidade social? É uma ação muito importante. É a empresa não visar somente lucro. Mas também ter responsabilidade com o meio ambiente, sobre as pessoas que vivem em sua sociedade, sobre ações que ajudam a reduzir o número de pessoas que vivem na extrema pobreza. Então, toda essa responsabilidade é dos empresários. E essas empresas certificadas vêm fazendo o seu papel. Hoje, nós do Poder Legislativo estamos entregando esse certificado às empresas que realmente vêm contribuindo para termos uma sociedade mais humana, mais justa para todos”, afirmou Botelho.

“Desta forma, a responsabilidade social muitas vezes envolve medidas que trazem novas e boas práticas sociais, traz cultura e melhorias nas condições econômicas e sociais das pessoas. Neste ponto, quero emprestar uma frase do educador Paulo Freire, que dizia: 'Eu sou um intelectual que não tem medo de ser amoroso. Amo as gentes e amo o mundo. E é porque amo as pessoas e amo o mundo que eu brigo para que a justiça social se implante antes da caridade'. O que vocês estão praticando pode ser chamado de amor ao próximo”, reconheceu o presidente Botelho.

Leia mais:  Lúdio Cabral faz representação a PGJ e Defensoria para reativar leitos de UTI do Hospital São Benedito

O coordenador da Comissão Mista de Responsabilidade Social de Mato Grosso, Sérgio Ricardo Inoui, explicou o processo de avaliação das empresas. Disse que as interessadas precisam estar atentas à publicação do edital no site www.al.mt.gov.br sobre as regras para concorrerem. Com a apresentação do Balanço Social; relatório das atividades contabilizadas no Balanço Social; declaração da não utilização do trabalho escravo ou infantil, dentre outras exigências. A partir daí a comissão faz a análise. 

“Cumprindo todos os requisitos, essas empresas são habilitadas com o Certificado de Responsabilidade Social e podem utilizar o selo por um ano, referente ao período em que foi certificada. É o reconhecimento às empresas que realizam atividades além das leis estabelecidas, de que realmente são responsáveis de forma socioambiental para com seus funcionários e comunidade de forma geral”, esclareceu Inoui.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Lúdio Cabral faz representação a PGJ e Defensoria para reativar leitos de UTI do Hospital São Benedito

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) fez uma representação ao procurador-geral de Justiça, José Antonio Borges, e ao defensor público-geral, Clodoaldo Gonçalves, na manhã desta sexta-feira (15), para que o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública Estadual acionem a Prefeitura de Cuiabá para reabrir os leitos desativados no Hospital São Benedito e assegurar o pleno funcionamento das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), além da oferta de atendimento em neurocirurgia, traumato-ortopedia, e outras demandas do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Enquanto há leitos desativados no Hospital São Benedito, milhares de pessoas estão na fila em todo o estado de Mato Grosso aguardando vaga em UTI, esperando cirurgia ortopédica e neurocirurgia, eletivas e de urgência. Atualmente, o hospital tem 30 leitos de UTI desocupados, 80 leitos de enfermaria desocupados, quatro salas de cirurgia desativadas, além de serviços de alta complexidade em ortopedia e neurocirurgia desativados. Tem sentido toda essa estrutura parada sem utilização, com gente precisando?”, questionou Lúdio, que é médico sanitarista.

Com a pandemia, o Hospital São Benedito deixou de atender outras especialidades e passou a ser referência para tratamento de covid-19, em junho de 2020. Porém, com o avanço da vacinação, os casos da doença estão diminuindo em Mato Grosso e não há mais nenhum paciente internado com covid no Hospital São Benedito, conforme demonstra o painel epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) do dia 11 de outubro de 2021. Lúdio Cabral anexou à representação fotos e vídeos que mostram a total desocupação dos leitos do Hospital São Benedito. Apesar disso, o recebimento de recursos federais e estaduais foram mantidos para custeio de média e alta complexidade hospitalar e UTI.

Leia mais:  Estado deverá manter isenção de ICMS a PCD que adquirir veículo de até R$ 140 mil

“Não faz sentido um hospital desse porte, com tantos leitos de UTI e enfermarias vazios, comprometendo vidas da população que sofre na longa fila da Central de Regulação, aguardando por cirurgias ortopédicas, neurológicas e cardiovasculares que foram represadas ao longo de toda a pandemia”, disse Lúdio. Na representação, Lúdio requereu ainda a otimização do espaço físico da unidade hospitalar para ampliar a oferta de leitos e de cirurgias.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Autoridades realizam “mini-estradeiro” neste sábado (16)

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A pedido do deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) e do senador Carlos Fávaro (PSD), o governador Mauro Mendes (DEM) irá realizar um “mini-estradeiro” na MT-400, popularmente conhecida como estrada velha da Guia. O evento será neste sábado (16) a partir das 10h, onde o governador e demais autoridades vão anunciar o cronograma das obras de pavimentação de 20 quilômetros na região que liga os distritos de Nossa Senhora da Guia  a Sucuri.
“Durante esses quase três anos de mandato como deputado estadual, visitei as comunidades da Guia e Sucuri e me reuni com centenas de representantes dessas regiões, que me pediram apoio para a pavimentação asfáltica no local. E em uma articulação minha juntamente com o senador Carlos Fávaro destinamos emendas parlamentares que agora vai contribuir para a realização dessa obra, tão sonhada pelos moradores da região”, declarou Paulo Araújo.

O senador Carlos Fávaro (PSD) destacou a importância e relevância da obra de asfaltamento para os distritos do Sucuri e Guia. “A MT-400 é uma importante rodovia que vai trazer um retorno significativo a todos os cuiabanos. Estamos falando de um possível novo distrito industrial, de mais empresas chegando e gerando empregos, de termos mais condições de explorarmos o turismo, enfim, de darmos resultado à população. Por isso, destinei uma emenda parlamentar para dar minha contribuição para esta obra que vai, com certeza, melhorar a vida dos cuiabanos e dos mato-grossenses”, finalizou Fávaro.

SERVIÇO
O quê: mini-estradeiro no trecho que será asfaltado entre Guia e Sucuri
Data: 16/10 (sábado)
Horário: 10h
Onde: saída do Restaurante e Pamonharia O Milhão, percorrendo a estrada velha da Guia e finalizando com uma reunião com os moradores da região no Rancho Andorinha.

Leia mais:  Projeto obriga instalação de recipientes para coleta de medicamentos vencidos ou inutilizados
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana