conecte-se conosco


CUIABÁ

Bom de Bola, Bom de Escola contribui com desempenho escolar dos alunos atendidos

Publicado

Em 2019, o programa Bom de Bola, Bom de Escola atendeu aproximadamente 900 crianças e adolescentes na faixa etária dos 6 aos 14 anos, da rede pública de Educação. Um dos resultados mais significativos foi a melhora no rendimento escolar de cerca de 80% desses alunos, conforme avaliação das equipes pedagógicas.

O prefeito Emanuel Pinheiro disse que o Bom de Bola, Bom de Escola é hoje um programa com dimensões social, de assistência, educacional e esportiva, um case de sucesso, que motiva e inspira as crianças. “Estamos preparando as nossas crianças para o futuro. Em 2020 queremos que os nossos jovens continuem se dedicando aos estudos e à prática desportiva, investindo na sua saúde e qualidade de vida, para que tenham uma formação de qualidade como cidadãos ativos e participativos”, destacou o prefeito Emanuel Pinheiro.

O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos lembrou que o programa criado como uma ferramenta de cidadania, inclusão social e de formação também resgata a cultura esportiva cuiabana.  “Estamos contribuindo para o resgate da cultura esportiva de Cuiabá, com o projeto Meu Time, Minha Paixão. E, assim, com iniciativas como essa, transformando a Educação do município e levando oportunidades para aqueles que mais precisam do poder público”, destacou o secretário de Educação, Alex Vieira Passos.

O presidente do Instituto para o Desenvolvimento Econômico, Ambiental, Esportivo e Social de Mato Grosso (IDEAES), executor do programa, Mário Márcio Pécora, disse que o resultado positivo foi identificado também por meio de uma pesquisa realizada com os pais ou os responsáveis pelos alunos. “Nas reuniões, os pais disseram estar satisfeitos com o programa, pois tem ajudado muito os seus filhos, melhorando o comportamento em casa e na escola”, avaliou Mário Pecora.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá inicia programa de castração de cães e gatos; iniciativa busca cadastrar 50 tutores

Programa

O Bom de Bola, Bom de Escola da Prefeitura de Cuiabá, é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação e executado pelo IDEAES. Além das atividades esportivas, de futebol e futsal, para meninos e meninas, as equipes realizam intervenções pedagógicas e encaminhando as crianças e adolescentes para atendimento médico e de especialistas, quando necessário.

Durante o ano de 2019, foi realizada a 1ª Copa Bom de Bola, Bom de Escola, reunindo 52 equipes, com objetivo de promover a integração dos alunos com o esporte, família e escola.

As atividades do projeto estão em recesso, acompanhando o calendário escolar e retomam nos quatro polos – Pedra 90, CPA, Coophamil e Dom Aquino – no dia 03 de fevereiro de 2020.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

‘Bares, restaurantes, boates e similares ainda terão que cumprir horários de fechamento estipulado em decreto’, orienta secretário da Ordem Pública

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

O secretário de Ordem Pública do Município, Leovaldo Sales,  orientou ao segmento econômico, principalmente, o comércio noturno, que uma das medidas previstas no Decreto nº 8.712 –  assinado pelo prefeito em exercício  José Roberto Stopa, na tarde desta terça-feira (26), revoga o toque de recolher (que funcionava de segunda-feira a domingo, no período das 2h às 5h). No entanto,  ele mantém em vigência os horários de fechamento do comércio ainda devem seguir o previsto no Decreto 8.430/2021, de 14 de maio.

Ele ainda informa que a Secretaria de  Ordem Pública continuará realizando fiscalizações para que o comércio continue observando  as  medidas de biossegurança previstas em normativas, como o distanciamento de mesas,  o uso de máscara, além capacidade de 70% em locais como restaurantes, bares e casas de shows com 50% da capacidade máxima do estabelecimento. Ainda, a fiscalização vai verificar a regularidade do estabelecimento com relação ao alvará de funcionamento.

“Queremos informar à população cuiabana e aos empresários  que trabalham com as atividades comerciais noturna, restaurantes, bares e casas de shows e conveniências, que o Decreto 8.712 /25 de out de 2021 – apesar de revogar o toque de recolher, mantém  em vigência as medidas de biossegurança, como o distanciamento, utilização das máscara  e outros. E a Ordem Pública vai continuar fiscalizando a regularidade dos estabelecimentos, se este possui alvará e principalmente  focando nas vigências do decreto. Queremos ter nesse prenúncio de normalidade a melhor relação possível assim como tivemos até agora, na esperança que essa normalidade venha o mais rápido possível”, pontuou Sales. 

O documento assinado pelo prefeito em exercício, autoriza a reativação da utilização do ponto eletrônico nos órgãos públicos municipais como forma de controle de frequência dos servidores públicos. A providência leva em consideração a retomada das atividades presenciais, ocorrida anteriormente, e não se aplica a secretários, adjuntos e ainda às pessoas que desempenham funções incompatíveis com o sistema eletrônico. determina que as demais medidas contidas no Decreto nº 8.430, de 14 de maio de 2021, continuam em vigor até o dia 1º de novembro de 2021. Respeitando os apontamentos técnico-científicos feitos com base no monitoramento diário da evolução da Covid-19 em Cuiabá, as medidas podem ser alteradas ou prorrogadas.  

Leia mais:  Com 32 telas e objetos, Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer presta homenagem ao artista Liu Arruda

O Disque-denúncia da Secretaria Municipal de Ordem Pública está  ativo para recebimento de denúncias em horário comercial. A denúncia recebida pode ser anônima ou identificada. Após o recebimento, a Gerência de Fiscalização acionará a equipe mais próxima para vistoria e demais procedimentos.  O telefone do disque-denúncia é o (65) 3616-9614, de segunda à sexta em horário comercial. No período noturno, finais de semana e feriados, o contato é direto com as equipes do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) pelo telefone 190.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Toque de recolher é revogado e órgãos municipais devem retomar uso do ponto eletrônico

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Seguindo com planejamento executado pela gestão Emanuel Pinheiro visando o combate à Covid-19, o prefeito em exercício José Roberto Stopa editou o Decreto nº 8.712, estabelecendo novas medidas a serem seguidas na Capital. De acordo com o documento, a partir desta terça-feira (26), está revogado o toque de recolher, que funcionava de segunda-feira a domingo, no período das 2h às 5h.

Já publicado na Gazeta Municipal, o decreto traz também como novidade a reativação da utilização do ponto eletrônico nos órgãos públicos municipais como forma de controle de frequência dos servidores públicos. A providência leva em consideração a retomada das atividades presenciais, ocorrida anteriormente, e não se aplica a secretários, adjuntos e ainda às pessoas que desempenham funções incompatíveis com o sistema eletrônico.

Além dessas duas mudanças, o documento assinado pelo prefeito em exercício determina que as demais medidas contidas no Decreto nº 8.430, de 14 de maio de 2021, continuam em vigor até o dia 1º de novembro de 2021. Respeitando os apontamentos técnico-cientifico feitos com base no monitoramento diário da evolução da Covid-19 em Cuiabá, as medidas podem ser alteradas ou prorrogadas.  

“Todas as decisões tomadas pela gestão Emanuel Pinheiro durante a pandemia são embasadas em dados técnicos e ouvindo o Comitê Municipal de Combate à Covid-19. Estamos dando continuidade nesse planejamento, também seguindo essa mesma metodologia. Consideramos que essas mudanças podem ser feitas de forma segura e continuamos pedindo para a população tomar os devidos cuidados”, explica José Roberto Stopa.

Confira no anexo abaixo o decreto na íntegra 

Comentários Facebook
Leia mais:  Projeto "Geladeira Solidária" atende 600 pessoas por semana com a distribuição de sacolões
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana