conecte-se conosco


POLICIAL

Autores de homicídio consumado na Capital e tentado têm prisão cumprida

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois autores de homicídio consuma e tentado ocorrido na Capital tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (13.12), após serem identificados em investigações da Delegacia Especializada de Homicídios Proteção a Pessoa (DHPP).

Entre os presos estão, Jean Rodrigues Silva Santos, 18, e Jefferson Luiz Silva Pereira, 18, apontados como autores do homicídio consumado contra Gabriel Gama da Silva, 18, e homicídio tentado contra F.S.A., de 17 anos.

O crime ocorreu no dia 29 de janeiro, por volta das 23h50, no bairro Santa Terezinha II, em Cuiabá. Na ocasião, as vítimas estavam conversando na porta da residência, quando foram surpreendidas por quatro homens em um carro branco, que mediante emprego de arma de fogo (um revólver e uma pistola) os conduziram até uma região de mata no bairro Santa Terezinha II.

A vítima Gabriel foi levada para dentro do matagal, onde foi executada com um disparo de arma de fogo na barriga. A vítima tentada desceu do veículo e conseguiu correr, ocasião em que foi atingda com dois disparos de arma de fogo no rosto.

Acreditando que os suspeitos tinham ido embora, F.S.A. foi até o local em que Gabriel foi executado, momento em que foi atingido por mais um disparo no ombro. Quando os executores deixaram o local, a vítima procurou por socorro na vizinhança, sendo encaminhada ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde permaneceu internada por três semanas.

De acordo com a vítima sobrevivente, ela não possuía dívida de drogas, porém não sabe dizer se Gabriel devia valores a traficantes. Durante as investigações da DHPP, conduzidas pelo delegado Caio Fernando Alvares de Albuquerque, os suspeitos Jean e Jefferson foram identificados como autores da ação criminosa.

Leia mais:  Polícia Civil prende traficante e tira de circulação 16 tabletes de skunk que seriam comercializados na Capital

Eles também foram seguramente reconhecidos pela vítima como ocupantes do veículo, mas precisamente Jean quem realizou o disparo contra Gabriel e Jefferson como autor dos disparos contra a vítima tentada. Com base nos indícios de autoria, o delegado representou pelas prisões temporárias dos dois suspeitos, que foram deferidas pela Justiça.

O mandado de prisão contra Jean foi cumprido na quarta-feira (11), durante trabalho investigativo dos policiais da DHPP e a prisão Jefferson foi realizada na quinta-feira (12), no presídio, onde o suspeito já está preso pela prática de tráfico de drogas.

A dupla foi indiciada em inquérito policial por duplo homicídio (consumado e tentado) qualificados pelo motivo torpe e emprego de recurso que impossibilitou/dificultou a defesa. Com as prisões, aguarda-se a conversão em prisões preventiva representadas no indiciamento.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil prende em Pedra Preta motorista suspeito de furtar carga de soja

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um motorista de carreta suspeito de envolvimento no furto da carga de soja que transportava foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na madrugada deste sábado, durante trabalho investigativo realizado pela equipe da Delegacia de Pedra Preta. O suspeito foi autuado em flagrante por furto qualificado.

Durante a madrugada, os policiais da Delegacia de Pedra Preta receberam informações de que o motorista estava desaparecido desde às 12 horas e que o veículo estava nas proximidades da cidade.

Logo após o acionamento, os policiais foram até o local indicado, uma vez que havia a possibilidade do motorista ter sido feito de refém durante roubo. Durante as diligências, os investigadores localizaram o veículo que estava trancado, já sem a carga, e com as cortinas internas da cabine fechada.

Os policiais realizaram a abordagem, sendo o caminhão aberto pelo motorista, que relatou que havia sido roubado e que estava sem o seu aparelho celular. Durante a busca veicular, os investigadores localizaram a chave do veículo na ignição, o aparelho celular escondido dentro de um compartimento, além de documentos e dinheiro.

Questionado, o motorista apresentou diversas contradições e não conseguiu explicar o ocorrido. Em contato com a transportadora responsável, foi informado que a carga não chegou ao seu destino de descarregamento.

Diante dos fatos, o motorista foi conduzido à Delegacia de Pedra Preta, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por furto qualificado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende homem investigado por abusos sexuais contra duas crianças em Novo Mundo
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende mulher que abriu conta no nome da mãe para prática de golpes e recupera R$ 45 mil subtraído de vítima

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher que usou o nome da própria a mãe para prática de estelionato pela internet, conhecido como “Golpe da OLX” foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na sexta-feira (15.10), após ser identificada em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá).

A suspeita de 20 anos utilizou os dados da mãe para abrir uma conta bancária em que eram recebidos os valores adquiridos com os golpes e foi autuada em flagrante por estelionato. A ação resultou ainda no bloqueio de R$ 45 mil subtraídos da vítima.

As investigações iniciaram após os policiais da Derf receberem informações sobre uma vítima da cidade de Goiânia (GO) que sofreu um golpe de estelionato referente a compra de um veículo SW4 e depositou o valor de R$ 80 mil na conta de uma mulher na cidade de Rondonópolis.

Com base nas informações passadas, os policiais da Derf Rondonópolis iniciaram as diligências conseguindo localizar a proprietária da conta. Durante a conversa, foi verificado que a ação foi esquematizada pela  filha dela, que usou os dados da mãe para abrir uma conta que seria utilizada para receber valores de golpes. A suspeita receberia o valor de R$ 500 pelo empréstimo da conta. 

Diante dos fatos, a jovem foi detida e encaminhada à Derf de Rondonópolis, onde após ser interrogada foi autuada em flagrante por estelionato. Ainda em continuidade aos trabalhos, foi possível fazer o bloqueio na conta de R$ 45 mil subtraídos e que serão restituídos á vítima.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil chega a 3,5 toneladas de drogas incineradas em nove meses, em Rondonópolis
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana