conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Audiência pública em Cáceres define ações para preservar o Pantanal

Publicado

A mobilização contra oa instituição do projeto da Cota Zero e a definição de ações e projetos para proteger os rios que alimentam o Pantanal marcaram a audiência pública “Pantanal: vocação e ameaças”, requerida pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT), em parceria com o Comitê Popular do Rio Paraguai. Lúdio destacou a necessidade de preservar o bioma para a sobrevivência da população da região.

“A Cota Zero é uma falácia. Proibir o pescador de alimentar sua família não vai preservar os rios do Pantanal. Não é o ribeirinho que está acabando com o rio. São as PCHs, os agrotóxicos, a expansão da soja. A hidrovia e a mineração são grandes ameaças ao Pantanal. A correlação de forças não é favorável à nossa pauta, mas teremos mais força com a população pressionando o poder político”, disse Lúdio.

O debate foi parte da comemoração do Dia do Rio Paraguai, que contou ainda com celebrações fluviais e apresentações culturais, e reuniu cerca mil pessoas na Secretaria Municipal de Turismo (Sematur), em Cáceres, na quinta-feira (14). “O Pantanal não é só uma região, é uma concentração de vida que merece ser respeitada”, observou Isidoro Salomão, do Comitê Popular do Rio Paraguai.

Cota Zero – Lourenço Leite, da Associação de Pescadores de Cáceres, mostrou preocupação com a subsistência diante do projeto do governo para proibir pescadores amadores de levar peixe para casa. “A minha profissão é ser pescador. Toda a preocupação com o meio ambiente é também uma preocupação conosco, pescadores. É do rio que a gente tira nosso pão de cada dia. E além da preocupação com o meio ambiente, ainda temos que nos preocupar com a Cota Zero”, desabafou.

O secretário-executivo do Fórum Mato-grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad), Herman de Oliveira, alertou para outros perigos na proposta do governo. “O projeto da Cota Zero esvazia a representatividade das organizações socioambientais no Conselho Estadual da Pesca. Haverá dentro do conselho organizações de fachada, que votam contra a população e os rios”, informou. O presidente da Associação de Pescadores de Mato Grosso, Belmiro Lopes, cobrou que a Cota Zero não seja votada antes de um estudo sobre os impactos da medida. “O que mata peixes são usinas, dragas, venenos, esgoto”, disse.

Leia mais:  AL entrega Medalha Mérito Esportivo para o coordenador de projeto na Rotam

PCHs e agrotóxicos – A professora Solange Ikeda, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), alertou para os riscos das Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH). “Temos mais de 100 hidrelétricas previstas na parte alta do Pantanal, onde estão as nascentes do Rio Paraguai. E culpam mais o pescador do que esses grandes projetos”, observou.

“Nós estamos sendo ameaçados pelos grandes projetos”, disse Miraci Pereira da Silva, da Associação Regional de Produtores Agroecológicos e moradora do assentamento Roseli Nunes. Luiz Carlos Araújo, do assentamento Silvio Rodrigues, também mostrou preocupação. “Sem água não tem produção e não tem vida. Não vai ter vida se não defendermos as nascentes e as APPs (áreas de preservação permanente)”, disse.

Francileia Paula de Castro, da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, destacou os perigos do uso excessivo de agrotóxicos em Mato Grosso. “As nascentes do Rio Paraguai estão em áreas de avanço do agronegócio e da monocultura. Temos que cobrar do poder público ações para medir a qualidade da água”, disse. O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri), Nilton José de Macedo, citou mudanças no ambiente. “Quando eu vim para cá, ninguém precisava plantar mamão ou tomatinho, simplesmente nascia. Hoje espalham veneno de qualquer jeito, e matam a vegetação.”

Hidrovia e mineração – Clóvis Vailant, do Instituto Gaia, destacou os riscos do projeto da hidrovia Paraguai-Paraná. “O Rio Paraguai é cheio de curvas e ninguém fala em adaptar as chatas às curvas, mas querem adaptar o rio às embarcações. Se as curvas desparecerem e a velocidade da água aumentar, vamos perder peixes e muito das áreas alagadas. A hidrovia não vai nos trazer riquezas, mas apenas problemas. Estão pensando em nos usar como um posto de beira de estrada. A soja já está dentro do Pantanal e, se a hidrovia acontecer, a mineração acontece”, analisou.

Leia mais:  Deputado Claudinei vai solicitar a reativação de Delegacia de Polícia de Tesouro

Neryo Gomes de Souza alertou para os perigos da mineração nas proximidades do assentamento Roseli Nunes, onde mora. “Desenvolvimento é barriga cheia, é vida digna. Queremos um território livre de mineração, livre de agrotóxicos, onde vamos produzir alimentos para a vida”, afirmou. 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

João Batista apresenta Moção de Aplausos a policiais penais que salvaram criança de engasgamento

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros) apresentou durante a sessão de terça-feira (26), na Assembleia Legislativa de mato Grosso (ALMT), uma Moção de Aplausos aos policiais penais da Cadeia Pública do município de Cáceres (a 217 km de Cuiabá), por terem realizado os procedimentos de primeiros socorros em uma criança de um ano e sete meses que estava engasgada. A criança foi levada ao local por um casal, que buscaram a unidade penitenciária como socorro.

De acordo com o deputado, os policiais penais agiram de forma rápida e precisa, utilizando técnicas de salvamento que são oferecidas nos cursos de qualificação dos servidores da segurança pública. “Situações como as do último domingo, nos mostra o quanto é importante a qualificação dos nossos policiais, seja o Militar, Civil, Penal, Bombeiro, Politec ou Socioeducativo. Mostrando que eles não precisam ficar apenas restritos às suas funções afins, mas sim, prontos e aptos para agir em todo tipo de situação, inclusive o de salvamento”, disse João Batista.

A técnica de salvamento utilizada pelos policiais penais foi a Manobra de Heimlich, utilizada em casos de emergência por obstrução de corpo estranho, provocada por um pedaço de comida ou qualquer tipo de corpo estranho que fique obstruído nas vias respiratórias, impedindo a pessoa de respirar. Logo após os primeiros socorros, a criança foi conduzida até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde recebeu atendimentos médicos e passou por exames.

A moção apresentada pelo deputado, foram direcionadas aos Policiais Penais: João Adolfo Nogueira Garcia, Rodimar João Ferreira da Silva, João Batista Rodrigues, Silvio Domingues, Fabíola Pinho, Renata Raphaely, Kelvia Almeida, Luiz Antonio Rodrigues de Jesus, Marcos Kleber, Alex Lima, Laila Denyse da Costa, Salvador Gomes e Alex de Paiva Barbosa.

Leia mais:  Três secretarias apresentam desempenho de metas físicas na ALMT

“Para todos estes profissionais da Segurança Pública de Mato Grosso, deixo aqui os meus mais sinceros agradecimentos por este ato de bravura”, finalizou o parlamentar.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

AL entrega Medalha Mérito Esportivo para o coordenador de projeto na Rotam

Publicado


Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

Na última terça-feira (26), o deputado estadual Elizeu Nascimento entregou a Medalha João Batista Jaudy, honraria ao Mérito Esportivo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, para o terceiro-sargento Roderiky Cardoso. O militar é atleta, professor e coordenador do projeto Jiu-Jitsu Rotam; já a medalha visa homenagear personalidades por reconhecimento às ações de incentivo ao esporte mato-grossense.  A solenidade aconteceu no Batalhão da Rotam.

Além do reconhecimento, o parlamentar destinou emenda para o Projeto Social Jiu-Jitsu Rotam no valor de R$117mil e para o Projeto Social Futebol Rotam no valor de R$ 63 mil. São projetos criados com o principal objetivo de atender famílias carentes, oferecer às crianças e jovens opções de lazer por meio do esporte para evitar a ociosidade, incentivando a importância de seguir os princípios de cidadania.

“Eu sou um apaixonado pelo esporte, e não poderia deixar de apoiar um projeto tão importante na onde passei 13 anos prestando serviços como policial militar. Orgulhosamente, destinei R$ 117 mil de emenda para o jiu-jitsu Rotam, e  para o projeto social de futebol o valor de R$ 63 mil que ajudará na aquisição de kimono e objetos utilizados para os atletas. Roderick é merecedor dessa homenagem por passar parte do seu tempo se dedicando ao projeto e ajudando tirar crianças e adolescentes das ruas”, relatou Elizeu Nascimento. 

O comandante do Batalhão Rotam tenente-coronel André Wilian Dorileo participou da solenidade e agradeceu a homenagem. “Quero agradecer o reconhecimento pelo deputado Elizeu Nascimento. Elizeu, que é um entusiasta da segurança pública, tem ajudado o Batalhão Rotam de todas as formas. Além de toda ajuda para segurança pública, tem atuado de forma brilhante olhando pelas pessoas mais carentes. Só temos que agradecer todo seu trabalho que não fica só no papel”, destacou o comandante.

Leia mais:  AL entrega Medalha Mérito Esportivo para o coordenador de projeto na Rotam

Roderick trabalhou com Elizeu na Rotam e durante sua fala ele lembrou o momento em que Elizeu despertou para política. “Um dia de serviço Elizeu comentou que queria seguir uma nova pegada, e assim ele foi conquistou a vaga de vereador de Cuiabá e agora é o nosso representante na Assembleia Legislativa. Hoje temos um apoiador ferrenho que destinou R$ 117mil para o projeto jiu-jitsu Rotam, assim vamos fazer aquisição de kimonos e acessórios que irão auxiliar os atletas, é um apoio gigantesco porque até então as crianças estavam comprando kimono que é um material caro. Hoje o custo é de aproximadamente R$ 400, graças a Deus temos hoje Elizeu como parceiro”, frisou coordenador do projeto, sargento Roderiky.

O projeto foi iniciado com apenas dez alunos.  Ao longo dos anos vem conquistando medalhas em importantes competições nacionais. O principal foco do projeto são as crianças e adolescentes com idade entre seis a 16 anos, mas também são ofertadas vagas para adultos. “Quando iniciamos o projeto, com apenas dez crianças, não sabíamos nem que rumo íamos tomar. Eu visualizei uma parte do terreno vazio que tinha, na época, no fundo do Batalhão da Rotam. Hoje agradeço ao deputado Elizeu pelo reconhecimento e estou muito feliz com essa honraria”, declarou Roderiky.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana