conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

‘Natal Feliz’ se torna tradição cultural em Várzea Grande com participação maciça das escolas municipais

Publicado

16/12/2019    1

O ‘Natal Feliz’ realizado pela prefeitura de Várzea Grande chega a sua 5ª edição se consolidando como um evento tradicional dos festejos de final de ano. Mais que um projeto de entretenimento para as famílias, o ‘Natal Feliz’ se tornou uma vitrine para difusão de talentos e da tradição da cultura local. Nas apresentações dentro do ‘Natal Feliz’, as escolas da rede pública municipal se destacam e mostram muito além do aprendizado diário de sala de aula. A cada performance, os alunos revelam maturidade, criatividade, dedicação, empenho e superação. Nessa edição de 2019, por exemplo, integram a programação mais de 1,1 mil alunos da rede municipal, representando 17 unidades escolares. A participação em 2019 é recorde, conforme a secretaria municipal de educação.

“O ‘Natal Feliz’ é um evento coordenado pela secretaria de Educação, mas que tem apoio e adesão de todas as secretarias municipais e de parceiros como entidades filantrópicas e escolas estaduais e particulares que atuam no Município. Não há dúvidas de que o evento, já tradicional na programação de final de ano, se tornou uma vitrine de talentos, que pouco a pouco, atraiu à atenção de artistas locais que fazem questão de participar do ‘Natal Feliz’. Nosso projeto cresceu tanto, que estamos hoje ocupando todo o Largo do ginásio poliesportivo do Fiotão, e novamente, contabilizando recorde de participação de artistas, alunos, escolas, parceiros e especialmente de público”, destaca o secretário municipal de Educação, Sílvio Fidelis.

Fidelis ressalta ainda, que, especialmente para os alunos da rede pública municipal, o ‘Natal Feliz’ marca o encerramento do ano letivo. “No palco, a gente pode observar muito do que os alunos puderam aprender durante o ano, pois a cada apresentação, encenação, coreografia aqui demonstrada, vemos o resultado de várias experiências absorvidas ao longo do ano. O trabalho de excelência que realizamos na Educação Municipal vai muito além do pedagógico de sala de aula”.

Leia mais:  Seminário vai debater a diversidade e relações Étnico-Raciais em Várzea Grande

A maior parte dos alunos que já se apresentou ou que ainda vai se apresentar no ‘Natal Feliz’ desse ano, integra o projeto “Escola em Tempo Ampliado (ETA)”, implantado em 2015, pela prefeitura. Os alunos do ETA passam o dia na escola. Pela manhã aprendem as disciplinas regulares de cada série do Ensino Fundamental, almoçam na escola e à tarde, participam de oficinas que estimulam o raciocínio lógico, a interpretação de texto, a comunicação, as artes e os esportes. “Dá parâmetros para decisões futuras dos alunos, especialmente em relação à profissão que vão querer exercer na vida adulta”.

Para a prefeita Lucimar Sacre de Campos, o ‘Natal Feliz’ se tornou, nesse período de final de ano, o maior cartão postal da cidade e o ponto de encontro favorito das famílias. “Foram quatro edições na Praça Aquidaban, e hoje, estamos aqui ocupando o espaço do Fiotão. O evento estimula as pessoas a quererem participar, os artistas foram estimulados a produzir e nossa população tem um local seguro de entretenimento”.

O secretário de Educação, Sílvio Fidelis, lembra que desde a primeira edição do ‘Natal Feliz’, as escolas municipais sempre tiveram participação maciça, sendo as primeiras a acreditar na ideia do projeto. “Nessas edições, o ‘Natal Feliz’ foi revelando ano a ano e despertando o interesse de escolas de danças, de entidades folclóricas e filantrópicas como o Instituo Jayminho, que tem no ‘Natal Feliz’ uma vitrine para mostra de seu trabalho anual e que fazem questão de ser apresentar. Criamos um evento que tomou uma dimensão tão grande, que sem medo de errar, posso dizer que passou a ser a maior manifestação cultural anual de Várzea Grande”.

AS ESOLAS – Participam da 5ª edição do ‘Natal Feliz’ de Várzea Grande, as seguintes Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB): Abdala José de Almeida, Professor Paulo Freire, Benedita Bernardina Curvo, José Estejo de Campos, Marilce Benedita de Arruda, Emanuel Benedito da Silva, Faustino Antonio da Silva, Salvelina Ferreira da Silva, Aristides Pompeo de Campos, Lúcia Leite de Campos, Júlio Domingos de Campos, Euraide de Paula, Nair de Oliveira, Honorato Pedroso de Barros, Tenente Abílio de Moraes, Deputado Ary Leite de Campos e Dirce Leite de Campos.

Leia mais:  Primeira-dama Kika Dorilêo se torna madrinha de honra das redeiras e incentiva produções de peças artesanais

O NATAL FELIZ – Além do novo endereço do ‘Natal Feliz’, – na Praça do Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos, o Fiotão – a 5ª Edição do 'Natal Feliz' também inova com a instalação de dois palcos para as apresentações natalinas com iluminação especial, parque de diversões infantil e uma estação de trem. Essa atração tem registrado as maiores filas do espaço, pois as crianças podem dar um passeio pelo Centro da idade na companhia dos ajudantes do Papai Noel.

A programação do ‘Natal Feliz’ teve início no último dia 30 e se encerra no próximo dia 22 de dezembro. Mas toda a decoração do espaço estará disponível para visitação até o dia 6 de janeiro de 2020.

No último final de semana de atrações culturais irão se apresentar:

21/12 – Sábado:

– Das 19h às 21h – Banda Municipal de Várzea Grande

– Apresentação 'Tempos da Brilhantina' da Escola Estadual Elizabeth Mineiro

– Dança do ventre com o grupo Natasha Zaar

– Peça teatral 'Atos' do Instituto Faces

– Coral Mato Grosso

– Musical da Associação Caminhando Para Mais Um Sonho (Acamis)

– Banda Embalo Sim.  

22/12 – Domingo:

– Das 19h às 21h – Banda Municipal de Várzea Grande

– Coral Vozes de Várzea Grande

– Apresentação de instrumentos musicais com a Associação Cáritas

– Banda União Samba

– Encerramento com o cantor Jero Neto.

 

 

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Prefeitura de Várzea Grande realiza encerramento da campanha no Parque Bernardo Berneck

Publicado


A Prefeitura Municipal de Várzea Grande realiza nesta quarta-feira (27), às 16h30, no Parque Municipal Bernardo Berneck, o encerramento da Campanha Outubro Rosa – celebrada anualmente – com objetivo de chamar a atenção de mulheres e homens, sobre o câncer de mama, além de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, que afeta em todo mundo mulheres e homens.

Conduzida pela Secretaria Municipal de Saúde e com total apoio e engajamento da Secretaria de Assistência Social, o movimento chamou a atenção da população local para os cuidados com a saúde, além de proporcionar um maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento da doença, fatores que contribuem para a redução da mortalidade.

“O mês de outubro é dedicado ao alerta e a conscientização do câncer de mama, porém as unidades de Saúde do município estão preparadas para esse atendimento durante o ano todo. É importante que a população tenha consciência da prevenção da doença e para isso é necessário que procurem os postos de atendimento e que façam, anualmente, consultas médicas com especialistas e exames preliminares. A descoberta da doença na fase inicial faz toda a diferença no processo de tratamento e na cura”, destacou o prefeito Kalil Baracat.

Ele disse ainda que nesta ação contou com a participação expressiva da primeira-dama, Promotora de Justiça Kika Dorilêo, que se empenhou, de forma voluntária, nas ações realizadas pela Secretaria de Saúde e Assistência Social, fazendo também o chamamento de mulheres e homens nesta campanha de conscientização. “A Kika é uma mulher sensível e atenta aos detalhes, e a sua participação foi fundamental neste movimento que é social e sobretudo, de saúde pública”. 

PAUTA: Encerramento da Campanha Outubro Rosa

QUANDO: Dia 27 de outubro (quarta-feira)
HORÁRIO: 16h30
LOCAL: Parque Bernardo Berneck

Leia mais:  Primeira-dama Kika Dorilêo se torna madrinha de honra das redeiras e incentiva produções de peças artesanais

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Seminário vai debater a diversidade e relações Étnico-Raciais em Várzea Grande

Publicado


Profissionais e gestores da Educação, dirigentes de Conselhos de Direitos, assessores estaduais e autoridades de diversas áreas estarão debatendo presencial e online temas importantes no IV Seminário de Diversidade e Relações Étnico-Raciais, que ocorrerá nos dias 4 e 5 de novembro, às 18:30h no Anexo II da SMECEL no Jd. Marajoara e via plataforma do YouTube.

O evento promovido pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial – CMPIR/VG, com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e Prefeitura Municipal, marcará os dez anos da criação do Conselho, instituído através da Lei Municipal nº 3.694 de 29 de novembro de 2011.

De acordo com a presidente do CMPIR/VG, Tacilia Soares da Costa, devido ao período com as restrições impostas pela pandemia do novo Coronavírus, foi necessário um remanejamento entre os participantes presenciais e os online para uma maior dinâmica e participação nos debates. “O evento irá seguir todos os protocolos de biossegurança como o uso da máscara, do álcool em gel e o distanciamento social para garantir a segurança e a saúde de todos”, pontuou.

No dia 4, após a cerimônia de abertura e apresentações artísticas, a palestrante convidada, professora doutora Iolanda de Oliveira falará sobre a Educação para Relações Étnico-Raciais & Formação Continuada. Em seguida o ‘Quilombo urbano’ é o tema da palestra do professor doutor José Luiz Solazzi, e logo após a professora doutora Candida Soares da Costa fala sobre a Educação para Relações Étnico-Raciais contra o racismo, com a participação da professora mediadora, Rosana de Fátima Arruda.

Já no dia 5, após as apresentações artísticas e homenagens in memorian aos conselheiros do CMPIR, ocorrerá as rodas de conversa entre os participantes e profissionais das escolas da rede municipal, abrangendo os temas: Inclusão da História e Cultura Afro-brasileira, africana no currículo escolar; Religiosidade e Religião afro-brasileira; relato sobre práxis; Gestão escolar e a Pedagogia antirracista; Educação para imigrantes; relatos sobre gestão; Políticas públicas para um Educação com equidade; a perspectiva indígena no currículo escolar; palestra sobre a Rede de Territórios com a dra. Tania Regina Matos e palestra sobre os 10 anos do CMPIR/VG, com a professora especialista Tacilia Soares da Costa.

Leia mais:  Primeira-dama Kika Dorilêo se torna madrinha de honra das redeiras e incentiva produções de peças artesanais

Também no dia 5, fazendo parte da programação oficial haverá o lançamento do livro: Educação para relações étnico-raciais: Paradigmas e Desafios; uma publicação com fomento da Lei Aldir Blanc.

O IV Seminário de Diversidade e Relações Étnico-Raciais terá a participação também dos professores:  dra. Nilvaci Leite de Magalhães, professor mestre João Bosco da Silva, professora mestre Malsete Santana, professora mestre Eva de Paulo, dr. Carlos Alberto Caetano, professor mestre Lucas Albuquerque de Oliveira e professora mediadora Leliane Cristina Borges.

Para mais informações sobre o evento, contato pelo telefone: (65) 9340-2693

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana