conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Procurador pede quebra de sigilo de Salles por evolução patrimonial de 604%

Publicado

source
Ricardo Salles com bandeira do governo do Brasil ao fundo arrow-options
Jorge William / Agência O Globo – 1.8.19

Salles disse que acusações são absurdas

O procurador de Justiça de São Paulo Ricardo Dias Leme pediu a quebra de sigilo bancário e fiscal do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , em um inquérito civil que investiga um suposto enriquecimento ilícito entre 2012 e 2018. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo , Leme disse a evolução patrimonial de Salles é “no mínimo curiosa”.

Segundo Leme, ele Salles teria aumentado seu patrimônio em 604%. “É no mínimo curioso que alguém que percebeu a média de R$ 1.500,00 de rendimentos mensais da advocacia em 2013, antes de assumir o cargo de Secretário Particular do Governador, que não possuía rendimentos superiores a cerca de R$ 12.445,00, líquidos em agosto de 2014, possa ter tido uma variação patrimonial de 604% entre 2012 e meados de 2018″, observou.

Leia também: Ricardo Salles acumula 14% de dias “sem agenda” no ministério do Meio Ambiente

O pedido do Ministério Público Estadual já havia sido recusado em primeira instância, mas o autor requerimento Ricardo Manuel Castro recorreu ao Tribunal de Justiça, que fica sob competência da Procuradoria-Geral de Justiça.

No documento, Leme ainda diz que o ministro do Meio Ambiente ‘ostenta condenação por improbidade administrativa’, se referindo a um processo da época em que Salles era secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, durante a gestão do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). Ele foi acusado de favorecer empresas de mineração em 2016 nos mapas de zoneamento do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Tietê.

Leia também: Fachin pede que Dodge se manifeste em até dez dias sobre impeachment de Salles

Leia mais:  Líder do governo na Câmara diz que PSL teria acabado sem Bolsonaro

Em resposta, Salles disse que as alegações de enriquecimento são “absurdas” por destoarem do conteúdo que consta nos processos. Já no caso envolvendo as empresas de mineração ele afirmou que ainda se trata de uma decisão que corre em primeira instância que ainda não foi para o Tribunal.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook

POLÍTICA NACIONAL

Relator retira indiciamento de Lula e Dilma na CPI do BNDES

Publicado

source
Lula e Dilma arrow-options
Twitter/Dilma/Reprodução

A ex-presidenta Dilma ao lado do ex-presidente Lula.

O deputado Altineu Cortês, relator da CPI do BNDES, retirou o indiciamento dos ex-presidentes Lula e Dilma . Além dos petistas, também foram removidos os indícios ligados à JBS do parecer final. 

A sessão , que acontece nesta quarta-feira (16) na Câmara dos Deputados, em Brasília, está em andamento .

Leia mais: “É para atingir a família Bolsonaro”, diz deputado do PSL acusado de rachadinha

O argumento utilizado por Cortês para retirar os indiciamentos é evitar que a CPI ‘termine em pizza’. Isso por conta do risco de o relatório ser derrubado e a comissão ser finalizada sem nenhum indiciamento.

Leia também: Olavo prega união do presidente e Forças Armadas e termo “AI-5” ganha força

O Centrão e o PT articulavam para retirar Dilma e Lula do relatório, de acordo com informações apuradas pelo portal O Antagonista.

Os parlamentares Sanderson, Paula Belmonte, Lucas Redecker e Kim Kataguiri vão apresentar votos em separado, com indicações para o indiciamento dos petistas. 

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Leia mais:  Doria discute com manifestantes após ser vaiado: “Vai pra casa, vagabundo”
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Deputada do PSL “confessa” candidaturas laranjas ao tentar acusar adversários

Publicado

source
Deputada do PSL%2C Soraya Manato arrow-options
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deputada do PSL, Soraya Manato (ES) “confessou” que houve candidaturas laranjas no partido ao tentar acusar adversários

A deputada Soraya Manato (PSL-ES) foi ao microfone na Câmara na noite desta terça-feira (15) para tentar atacar adversários e afirmou que todos os partidos utilizaram a prática de ” candidaturas laranjas ” nas eleições de 2018, mas acabou por admitir que a legenda da qual faz parte utilizou o expediente. A declaração foi feita no mesmo dia em que o  presidente da legenda, Luciano Bivar, foi alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga a prática em Pernambuco.

Ela começou sua fala lendo um estudo feito pelas professoras Malu Gatto, da University College London, e Kristin Wyllie, da James Madison University, e divulgado pela BBC Brasil , que apontava a possibilidade de a irregularidade ter sido realizada por vários partidos. Segundo o estudo, no PSL a suspeita é que 15,9% das candidatas mulheres serem, na verdade, laranjas.

Leia também: “É para atingir a família Bolsonaro”, diz deputado do PSL acusado de rachadinha

O percentual seria de 11% no PT, 10,5% no PP, 15,6% no PSDB e as suspeitas se aplicariam a quase todos os partidos. Soraya Manato usou esses dados para dizer que seu partido não poderia ser atacado e acabou por confirmar a prática.

“Pessoal da esquerda, não tem ninguém santo aqui dentro não, tá? Tem laranja em tudo que é partido. Aqui no PSL tiveram os candidatos laranja, mas a grande maioria foi eleita honestamente”, disse a parlamentar.

Leia também: Bolsonaro diz que não quer ‘tomar’ PSL e que apenas defende transparência

A “confissão” de Soraya Manato ganhou as redes sociais. Até agora, o PSL tem negado as acusações. Segundo as investigações, mulheres eram inscritas como candidatas, recebiam recursos do fundo eleitoral, mas o montante era gasto em campanhas de candidatos homens. A prática teria sido usada porque na eleição passada vigorou uma obrigatoriedade de destinar 30% dos recursos para mulheres.

Leia mais:  Doria discute com manifestantes após ser vaiado: “Vai pra casa, vagabundo”

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana