conecte-se conosco


POLICIAL

Nem a chuva desanima participantes da 9ª Corrida De Cara Limpa Contra as Drogas

Publicado

Para seu Cedil Pareira Lima, 93 anos, a idade não é nem de longe, empecilho para praticar corridas de rua. Há mais de 30 anos participa de, pelo menos, umas dez ao ano. Neste domingo (06.10), ao lado de dona Maria do Carmo Ferreira, 80 anos, outra praticante assídua dos eventos, eles foram homenageados pela organização da 9a Corrida De Cara Limpa Contra as Drogas, o maior projeto social desenvolvido pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. Seu Cedil fez o percurso em 50 minutos e dona Maria do Carmo em 31 minutos.

Os dois correram os 5 quilômetros da prova, junto com centenas de participantes que não se deixaram desanimar pela chuva fina que caía desde as primeiras horas da manhã, o que amenizou a temperatura.

O percurso foi realizado dentro do Centro Político Administrativo, com saída do setor de vistoria do Detran, dando a volta e passando pelo Parque das Águas e chegada no mesmo local.

Os dois primeiros colocados na categoria geral masculino e feminino finalizaram a prova com 15 e 18 minutos, respectivamente.

O delegado-geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Resende, destaca que o evento já está consolidado no calendário das atividades esportivas de rua na capital e a cada ano demonstra o engajamento dos servidores da instituição e da população em geral. “A Corrida integra as atividades do nosso projeto social De Cara Limpa contra as Drogas, que é a maior ação que a Polícia Civil desenvolve, com a sensibilização e conscientização da sociedade sobre o uso de drogas. O trabalho é de esclarecer, levar informação”.

A escrivã Elaine Cristina Oliveira Souza levou o primeiro lugar na categoria Polícia Civil feminino e gostou do desafio. “É sempre bom fazer uma atividade física. Com a rotina de nosso trabalho, em delegacias é necessário fazer uma atividade para melhorar o desempenho. Foi um desafio pra mim e gostei muito de conseguir o primeiro lugar”.

Leia mais:  Polícia Civil desarticula grupo atuante com jogos de azar em Colíder

Urias Yostaque de Lima é velho conhecido em Mato Grosso quando o assunto é velocidade. Ele acaba de retornar da maratona de Boston, uma das maiores do mundo, e conquistou o primeiro lugar na categoria geral na Corrida De Cara Limpa Contra as Drogas, fazendo o percurso em 15 minutos. “A chuva atrapalha um pouquinho, porque sinto frio por ser magro. Mas o ritmo hoje foi bom, consegui fazer um tempo bom. E iniciativas como essas, além de ajudar o esporte, ainda esclarecem a população sobre o perigo das drogas”.

Todos os competidores receberam medalhas e os primeiros colocados de cada categoria levaram troféu e premiação em dinheiro. Confira a classificação completa.

corrida “De Cara Limpa” é uma das ações do programa De Cara Limpa Contra as Drogas, desenvolvida pela Coordenadoria de Polícia Comunitária da PJC. O trabalho social busca sensibilizar e conscientizar a sociedade, de que a prevenção ao uso e a repressão ao tráfico de drogas, não é apenas dever da polícia, mas responsabilidade de todo cidadão que deseja um mundo de paz.
 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

POLICIAL

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Prisão de policiais civis

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, em ação investigativa realizada pela Corregedoria-Geral da instituição, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) e da Diretoria de Inteligência prendeu nesta terça-feira (15.10), em flagrante, dois investigadores pelo crime de concussão (ato de exigir para si ou outrem vantagem indevida em razão da função exercida, direta ou indiretamente), praticado contra um empresário em Várzea Grande.

A investigação teve início com o recebimento de uma denúncia pela Corregedoria de que os profissionais foram a uma empresa em Várzea Grande onde teriam exigido dinheiro. Após diligências, a equipe policial apurou que o empresário foi procurado por dois policiais que exigiram a quantia de R$ 30 mil, alegando que a cabine de um veículo comprado pela empresa não teria documentos. A vítima alegou à polícia que o veículo estaria em situação regular.

A vítima negociou com os policiais informando que somente poderia pagar R$ 5 mil, sendo R$ 3 mil no momento e o restante posteriormente, condição aceita pelos policiais, conforme narra a denúncia. Ficou acertado que os policiais buscariam o restante no dia 15 de outubro.

Em horário combinado, vítima e policiais se encontraram em um posto de combustíveis em Várzea Grande, momento em que foi entregue o valor de R$ 2 mil aos policiais. As cédulas foram fotografadas pela vítima e entregues à equipe da corregedoria, que abordou os policiais próximo do bairro Santa Izabel, em Várzea Grande, logo após a entrega dos valores. Com eles foram apreendidos valores em moeda corrente, entre eles 40 cédulas de R$ 50,00 que conferiam com os números de séries das notas fotografadas pela vítima.

Os dois investigadores foram encaminhados a uma unidade policial para registro do flagrante e depois ficarão à disposição da Justiça.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de estelionato e uso de documento falso

A direção da Polícia Judiciária Civil ressalta que a atuação da Corregedoria é pautada na responsabilidade e legalidade, em respeito à sociedade mato-grossense que merece uma segurança pública de qualidade e eficiente.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil desarticula grupo atuante com jogos de azar em Colíder

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três homens e duas mulheres, integrantes de uma associação atuante na prática de jogos de azar, foram presos pela Polícia Judiciária Civil no município de Colíder (650 km ao Norte de Cuiabá), durante operação “Loterias” deflagrada na terça-feira (15.10), visando desarticular pontos de venda de jogo do bicho na cidade. 

Além das prisões, a operação resultou na apreensão de cerca de R$ 3,7 mil em dinheiro, e de diversos materiais utilizados para contravenção penal. Segundo as investigações, nos últimos meses a quadrilha movimentou ilegalmente mais de R$ 156 mil.

J.S.R., 66, L.X.M.P., 21, V.V.S., 32, e as mulheres, D.S.C., 36, e K.C.S.,28, responderão por crimes de falsificação, corrupção, adulteração de produtos destinados para fins terapêuticos, além da contravenção penal de jogo do bicho.

A operação “Loterias” foi realizada após várias denúncias sobre a prática de jogos de azar, tipo jogo do bicho, ocorrendo na região. Durante diligências iniciadas há cerca de cinco meses, os investigadores conseguiram identificar os envolvidos.

Segundo apurado, a suspeita K.C.S.,28 atuava como gerente do jogo do bicho em Colíder, responsável pela distribuição das maquininhas e pela arrecadação dos valores proveniente da venda de bilhetes. 

A segunda investigada, D.S.C., 36, utilizava do guichê de venda de passagens de uma empresa particular no terminal Rodoviário de Colíder para vender os bilhetes do jogo de azar. As duas foram detidas pelos policiais civis no guichê onde D.S.C. ficava.

Os outros três indivíduos seriam responsáveis pela vendas dos bilhetes do jogo do bicho, em diferentes pontos da cidade. O trio foi abordado cada um em seu respectivo endereço de atuação.

Foram apreendidos com os suspeitos: estimulantes sexuais de origem paraguaia e venda proibida no Brasil, aproximadamente R$ 3,7 mil em notas trocadas, vários extratos bancários, oito máquinas de jogo, diversas tabelas de bichos com valores e numeração dos animais, impressoras, notebooks, entre outros materiais.

Leia mais:  Criminoso envolvido em vários roubos é preso após assalto a empresa de Várzea Grande

Conduzidos à Delegacia de Colíder, os cinco foram ouvidos pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, ocasião em que colaboraram com as investigações. Na delegacia foi verificado através das máquinas apreendidas, que o grupo contraventor movimentou nos últimos cinco meses mais de R$ 156 mil.

Conforme o delegado, as investigações continuam com objetivo de identificar outros possíveis envolvidos, bem como verificar as possibilidades da existência de outros crimes, como lavagem de dinheiro.

 

 

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana